CULTURA

Quarta-Feira, 26 de Agosto de 2020, 12h:34 | Atualizado: 26/08/2020, 16h:31

AMOR NA PANDEMIA

Casamentos voltam a ser celebrados, só entre noivos e com outras inovações veja

Reprodução instagram

Casamentos intimistas come�am a ganhar cora��o de amantes que querem se unir

Casamentos intimistas começam a ganhar coração de amantes que querem se unir em época de isolamento e Covid

 Com o novo decreto publicado na última sexta (21), a prefeitura libera eventos sociais com no máximo 100 pessoas, além de outros formatos, tais quais casamentos. No entanto, mesmo que o documento viabilize esses acontecimentos este ano, algumas medidas ainda estão previstas para evitar o contágio da Covid-19.

A indústria do casamento é a que mais se reinventa nas últimas décadas, apesar de por séculos se sustentar de uma estrutura mais clássica e tradicionalista, há quem queira inovar. A princípio, as cerimônias quase sempre tinham cunho ou simbologia religiosa, mas isso também se transformou - como casamentos em locais abertos, que dispensaram as igrejas ou, ainda, celebrados apenas por juízes. 

O casamento passou, então, a ser também um certo tipo de "identidade" dos noivos, com diversas modalidades adaptadas aos gostos pessoais. Na pandemia, no entanto, com alguns adiamentos desses casórios que variam dos tradicionais aos mais diferenciados, outra tendência toma forma. Famosa pelo mundo, recebe o nome de mini wedding, que alguns especialistas consideram "ideal" para o momento de pandemia. Quem falou com o sobre foi a empresária Cristina Mangieri, que atua no mercado casamenteiro há 20 anos, e já viu muitos tipos de casamentos acontecer.

Mangieri conversou com a reportagem em março, quando casamentos eram adiados, o que deixou boa parte dos casais aflitos e ansiosos, mas compreensivos pela situação vivida por conta da necessidade do distanciamento social.

Agora, enquanto muitos noivos percebem que talvez a rotina realmente demore a voltar a normalidade, inclusive, para a celebração de eventos - novos formatos são discutidos. Entre eles, a dos casamentos realizados só entre os noivos e transmitidos por lives ou, ainda, com pouquíssimos convidados. Dois exemplos que a empresária usa é o realizado em casa ou em lugares mais inusitados, como cachoeiras. Com o novo decreto, Cristina explica que os convidados não poderão se levantar das mesas e nem dançar na pista, além disso, os casórios terão horário reduzido para acontecer. "Só os noivos dançarão a valsa, o grande brinde também acontecerá com cada um sentado em sua cadeira e os convidados manterão um metro e meio de distância", explica.

Heverson Henrique

Proposta intimista pode substituir custo de muitos convidados por tecnologia de ponta em locais inusitados

Proposta intimista pode substituir custo de muitos convidados por tecnologia de ponta em locais inusitados

Como forma de "teste" e para falar da tendência, Cristina resolveu publicar sobre o mini wedding e micro wedding no instagram. Lá as pessoas se manifestaram, mas o mercado, segundo ela, ainda é bastante "conservador" pra esta proposta. Os eventos realizados ainda este ano terão a lista de convidados ainda mais reduzida.

No entanto, mesmo que com poucas pessoas, há quem ainda não se sinta confortável para o novo tipo de celebração que junta familiares e amigos, ela menciona exemplos bastante diferenciados, como casamentos realizados em cachoeiras de Chapada dos Guimarães. "Um exemplo, se alguém quiser casar na Salgadeira, descer todas aquelas escadas, temos uma antena que leva sinal para que as filmagens sejam transmitidas com ótima qualidade para quem não estiver presente", destaca a alternativa dada na era das lives.

Com poucas pessoas ou a realização feita apenas para o casal, o que caracteriza o estilo é a cerimônia sempre bastante intimista, com no máximo 100 pessoas - o que também pode tornar a alternativa mais barata do que as com grande números de convidados.  O que em decreto, foi o que o governo permitiu.

"Ainda temos alguns casamentos marcados para este ano, como em novembro e dezembro, seguiremos todos os cuidados necessários para que tudo aconteça de forma tranquila. Seguimos com a expectativa maior para a metade do ano que vem", conta. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...

Euclides, ideia do "calote" e frustração

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado Euclides Ribeiro (foto), que enriqueceu atuando na área de recuperação judicial e hoje detém um patrimônio declarado de R$ 23 milhões, não "decolou" com a candidatura ao Senado. Acreditava-se que sua principal proposta, aquela de recuperar o nome e o...

Empresários revoltados com candidato

vinicius nazario 400 curtinha   Os candidatos a prefeito de Alta Floresta, cidade pólo do Nortão, participaram de uma live nesta terça, organizada pela Universidade do Estado (Unemat). E chamou atenção, vindo a repercutir de forma negativa e provocar certa revolta no comércio local, o comentário do...

Olhar Dados mantém EP na liderança

emanuel pinheiro 400 curtinha   A sexta pesquisa do Olhar Dados sobre intenções de voto para prefeito de Cuiabá, divulgada nesta terça pelo site Olhar Direto, traz o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) estável, em primeiro, com 31,2%. Em segundo, com 7 pontos atrás, figura Abílio Júnior, com...

Meraldo disputa e contra próprio irmão

meraldo sa 400 curtinha   Meraldo Figueiredo Sá (foto), ex-prefeito de Acorizal por dois mandatos, está rindo à toa. Mesmo com parecer contrário do Ministério Público Eleitoral, por considerá-lo ficha-suja, Meraldo conseguiu deferimento do registro de sua candidatura. E entra no embate eleitoral com...

Gamba e efeito-vice em Alta Floresta

chico gamba 400 curtinha   O agricultor Chico Gamba (foto), que concorre a prefeito de Alta Floresta pelo PSDB, estaria disposto a substituir a vice da chapa, a empresária Roseli Gomes, a Rose da Tradição (PSC), por esta enfrentar forte desgaste político, rejeição popular e até denúncia. Mas,...

MAIS LIDAS