CULTURA

Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019, 14h:34 | Atualizado: 11/12/2019, 16h:12

Coro Experimental apresenta espetáculo inédito no Cine Teatro neste domingo

“Cuiabá, 15 de dezembro de 2019. Hoje completam 10 meses depois da última guerra mundial. Não existe natureza e nenhum tipo de alimento em todo o reino dos homens, porém um grande fenômeno de evolução da vida permite que nós, seres humanos, nos alimentos de música”.

Este texto abre o espetáculo “Somos Coro Experimental”, que será apresentado em sessão única no Cine Teatro Cuiabá, no próximo domingo (15), com ingresso solidário no valor de R$ 10 + 1 kg de alimento não perecível.  O público será convidado a visitar um mundo surreal, onde as pessoas se alimentam de música. Tudo parece estar em perfeita harmonia nesse universo pós-guerra, mas logo surgirão ameaças a esse cenário idealizado pelo músico e roteirista Jefferson Neves.

Divulgação

Coro Experimental MT

Coro Experimental MT é formado por 34 coralistas e variedade de estilos musicais já se tornou uma marca do grupo que volta a se apresentar na Capital

Desde seu primeiro espetáculo em 2017, o Coro Experimental MT busca fazer jus ao nome escolhido para o grupo, que conta hoje com 34 coralistas. A variedade de estilos musicais levada aos palcos cuiabanos já é marca registrada deste coral, que vem se mantendo de forma independente nos últimos dois anos.

A trajetória do Coro Experimental MT inspirou Jefferson Neves a idealizar um espetáculo diferente para o final da temporada 2019 que, ao mesmo tempo, reafirmasse a identidade do grupo, que acompanha desde 2017, e se harmonizasse com o espírito das festas de fim de ano de uma forma original.

“Este espetáculo é mais do que um concerto, é quase um musical em que as canções apresentadas pelo Coro se unem ao texto para tocar o coração do público, levando uma mensagem de paz e esperança”, explica o regente.

Ao lado de Tuanny Godoi, que é regente, coralista e também está à frente do Coro Experimental MT desde sua criação, Jefferson Neves escolheu canções dos mais diversos estilos musicais e épocas. Entre os números selecionados para o novo espetáculo estão “Time after time” (sucesso de Cindy Lauper), “Espelho d’água” (belíssima canção dos irmãos Marcelo e Thiago Camelo), “Telegrama” de Zeca Baleiro, “E.C.T.” (composição de Nando Reis eternizada na voz de Cássia Eller) e canções consagradas com o Oscar como “Shallow” (em 2019) e “When you wish upon a star” (em 1940).

 Não poderia faltar também um toque natalino, que será dado por meio de um medley de canções tradicionais de Natal. Todos os arranjos são de autoria de Jefferson Neves, que assina também uma composição: “Salve Regina”, a única peça erudita do repertório.

“Somos Coro Experimental” ainda terá solos de Vera Capilé, integrante do naipe de sopranos desde a primeira temporada do Coro, e do cantor Klauber Borges, que faz parte do grupo Mesa pra 6, também integrado por Jefferson e Tuanny. O espetáculo contará com a participação especial de Madalena Godoi, de oito anos.

“Somos Coro Experimental” tem iluminação de Karina Figueredo e conta com a colaboração das premiadas Juliana Capilé e Tatiana Horevicht na direção cênica. Os ingressos custam R$ 10 + 1 kg de alimento não perecível e poderão ser adquiridos na bilheteria do Cine Teatro Cuiabá. O espetáculo é uma realização do Coro Experimental MT, com apoio da secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) e do Cine Teatro Cuiabá.

Coro Experimental MT 

O Coro Experimental MT foi criado no final de abril de 2017 e, inicialmente, o objetivo era acompanhar a Orquestra do Estado de Mato Grosso em espetáculos que demandassem a participação de um coral. A estreia aconteceu em grande estilo no concerto em homenagem aos 130 anos de Heitor Villa-Lobos em junho daquele ano, sob a regência do maestro Leandro Carvalho.

Mas, desde o início, os coralistas que atenderam ao convite do maestro e arranjador Jefferson Neves souberam que o Coro Experimental também faria voos solos e, em outubro de 2017, o grupo apresentou o espetáculo “A tempo”, no Cine Teatro Cuiabá.  Com uma mistura de canções de estilos e épocas variados, o Coro Experimental MT mostrou sua cara, cativando o público. O ano foi encerrado com outro espetáculo solo, “Nascimento” com peças alusivas às festividades do Natal. A direção e regência do grupo sempre estiveram sob a responsabilidade de Neves (que assina a grande maioria dos arranjos apresentados) e de Tuanny Godoi.

O ano de 2018 foi muito desafiador para o Coro Experimental MT. Como prova da força do canto coral em Cuiabá, novos integrantes se juntaram ao grupo, que deixou de contar com o apoio da OEMT, desativada no final de 2017. Graças à parceria com o Cine Teatro Cuiabá e ao apoio da Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso, o Coro fez diversas apresentações e realizou outro grande espetáculo solo: “Canção Postal”, reunindo arranjos inéditos de composições em que o tema era a troca de mensagens de amor.

Este ano de 2019 trouxe novos desafios para o Coro Experimental MT, que segue como grupo independente. O Coro conseguiu autorização dos atuais gestores da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) para realizar seus ensaios no Palácio da Instrução, e, no final de março apresentou o espetáculo “Cuiabá Acappella” no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, em homenagem ao aniversário de 300 anos da capital, junto com os grupos vocais Mesa pra 6 e Alma de Gato.

Com um elenco bastante renovado, o Coro fez uma participação especial na peça “Julieta e Romeu”, sob a direção de Jefferson Bertolotti, e também no show “Cantos do Cerrado”, ao lado de outros grupos. Em outubro passado, o Coro Experimental MT apresentou o espetáculo “EnCanto Coral”, junto com o Coral UFMT.

___________________

Serviço

  • O que: Espetáculo “Somos Coro Experimental” com o Coro Experimental MT
  • Quando: 15 de dezembro (domingo), às 20h
  • Onde: Cine Teatro Cuiabá
  • Ingressos: R$ 10 + 1 kg de alimento não perecível
  • Informações: (65) 2129 – 3848

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Acerto pra Pivetta se filiar ao Podemos

alvaro dias curtinha   Mais uma demonstração de que o senador Álvaro Dias (foto), líder do Podemos no Congresso, está ignorando a pré-candidatura ao Senado do seu próprio colega de partido, deputado José Medeiros. Álvaro já acertou com Pivetta apoio na disputa à...

Critério para definir candidatura em VG

fabio tardin 400 curtinha   O presidente da Câmara de Várzea Grande e filiado ao DEM, Fabinho Tardin (foto), sonha com a cadeira de prefeito, mas não tem apoio dos Campos para concorrer à sucessão municipal. Como Lucimar Campos não pode buscar o terceiro mandato seguidamente, o grupo liderado pelo senador...

Prefeito de Lacerda, projeto e derrota

alcino curtinha 400 pontes e lacerda   O prefeito de Pontes e Lacerda, Alcino Pereira Barcelos (foto), resolveu dar de ombro para a Câmara Municipal sobre um projeto de grande alcance social e perdeu feio na queda-de-braço. Contrariando a vontade do prefeito, os vereadores aprovaram a proposta, apresentada pelos colegas Pedro Vieira e...

MPE antes e depois de Maluf no TCE

jose antonio borges 400 curtinha   Antes, membros do MPE fizeram esforço para impedir a nomeação de Guilherme Maluf como conselheiro do TCE, sob argumento de que não detinha notório saber jurídico, contábil, econômico e financeiro e ainda carrega vários processos judiciais nos ombros....

Fatura por média e multa à Energisa

thiago 400 ager curtinha   Após fiscalização no 2º semestre do ano passado, a Ager-MT multou em R$ 14,4 milhões a Energisa. Descobriu-se irregularidades na área comercial da concessionária de energia. Thiago Bernardes (foto), coordenador Regulador de Energia da Agência, explica que, no trabalho...

PS-VG e revolta por falta de médicos

marcondes curtinha 400   Principal calcanhar de Aquiles do 2º maior município do Estado, que registra hoje cerca de 200 mil habitantes, o Pronto Socorro de Várzea Grande não está recebendo pacientes ortopédicos e nem ginecológicos em sua porta de entrada. É que a unidade não tem...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.