CULTURA

Quinta-Feira, 30 de Maio de 2019, 08h:27 | Atualizado: 30/05/2019, 08h:45

TEATRO

Inspirada na política, peça traz fake news, massa de manobra e inimigos do povo

Divulgação

Julia Domingues teatro

De pé, atriz Julia interpreta o médico idealista que denuncia contaminação de balneário

Um médico honrado, idealista, denuncia a contaminação de uma estação balneária que põe em risco a saúde da população. Mas, na busca por esclarecer os fatos, Dr. Stockman se transforma em um obstáculo para manutenção dos interesses pessoais dos acionistas e governantes da cidade.

Com o enfoque de crítica social, a peça “Um inimigo do povo” estará em cartaz de quinta (30) a domingo (2), às 20h15, no Espaço Cultural Liu Arruda, do TCE, no Centro Político Administrativo, em Cuiabá.

Baseada em um clássico do século 19, a trama apresentada por alunos do 3º ano do ensino médio da Capital aborda temas atuais, como jogo político, manipulação da opinião pública e conflitos diversos.

“A proposta é possibilitar que os jovens levem ao público o que consideram importantes reflexões para os dias atuais e a partir de uma postura crítica construtiva, mostrar perspectivas de transformação da realidade conflitante, com otimismo e esperança”, afirma o diretor e coreógrafo teatral da Escola Livre Porto Cuiabá, Luciano Oliveira.

A proposta é possibilitar que os jovens levem ao público o que consideram importantes reflexões para os dias atuais e a partir de uma postura crítica construtiva

Coreógrafo Luciano Oliveira

Alguns trechos do texto chamam a atenção pela sua atualidade ao destacar a preocupação com a fragilidade da ‘opinião de massa’, isso, muito antes do uso das fake news. A peça original foi escrita pelo dramaturgo norueguês Henrik Ibsen em 1882, ou seja, há 137 anos. O escritor é considerado o ‘pai do drama e da prosa’ e um dos fundadores do realismo moderno no teatro.

“Um dos meus personagens, o Dr. Stockman, mostra que essa massa amorfa, que representa a maioria de um país, é facilmente manipulada por informações falsas e que muitas vezes vão contra os interesses dela própria, contra o interesse do povo. O tema é muito pertinente ao momento que vivemos hoje no Brasil e no mundo”, concordam Júlia e Diogo, de 17 anos, que na peça interpretam o médico idealista.

Para Leandra, que faz o prefeito, uma das pessoas envolvidas no esquema de corrupção que impede que a verdade denunciada por Stockman venha à tona, foi importante se confrontar com o lado obscuro do personagem. “O mais impressionante é que a peça ter sido escrita há tanto tempo e retratar situações atuais, como o comportamento dos cidadãos que concordam e discordam de tudo que lhes é apresentado sem pensar ou checar a veracidade dos fatos”.

Um dos meus personagens, o Dr. Stockman, mostra que essa massa amorfa, que representa a maioria de um país, é facilmente manipulada por informações falsas e que muitas vezes vão contra os interesses dela própria, contra o interesse do povo

Atriz Júlia

Aliás, a verdade é o pano de fundo da história que também mostra o cotidiano da redação do jornal ‘A voz do povo’ e dos seus jornalistas que, na trama, negociam a publicação dos artigos e manipulam a opinião da população contra o médico, que de herói se torna ‘para a opinião pública’ um inimigo do povo. Com isso, ele é perseguido, humilhado e ameaçado.

Medos, conflitos entre interesses pessoais e coletivos, riscos, manipulações, corrupção e traições abalam completamente a vida dos moradores da pequena cidade litorânea. A trama adaptada pela equipe de teatro da escola, com os estudantes, aborda diversos temas importantes de reflexão, entre eles, também o papel da mulher na sociedade, que é mostrado, já naquela época, como relevante.

“Petra, a professora, questiona que muitas vezes tem que ensinar às crianças coisas não verdadeiras, já a esposa do Dr. Stockman, ao mesmo tempo em que cuida da família, também é a pessoa que resgata o equilíbrio de que ele precisa. Na trama, há mulheres fortes e participativas, o que nos surpreendeu”, avaliam as estudantes Carolina Torres. e Carolina Penna.

Realizado desde 1995, o teatro é incluso no currículo escolar no 8º e no 3º ano do Ensino Médio da escola, trazendo obras importantes da literatura universal e nacional. Por se tratar de um período em que o jovem está no terceiro setênio (fase dos 14 aos 21 anos), inúmeras mudanças físicas e psicológicas acontecem. Uma delas é a busca por um ideal. Através do teatro, também é possível vivenciar conceitos sobre justiça, verdade, honra, sonhos e liberdade.

Algumas peças já encenadas pelos alunos da Escola Livre Porto Cuiabá: Este Ovo é um Galo - Lauro César Muniz (2018); Estado de Sítio - Albert Camus (2017); A Revolução dos Beatos - Dias Gomes (2016); A Pena e a Lei - Ariano Suassuna; O Truão Panfalão - Nikolai Leskov (2015); A Invasão - Dias Gomes, A Comédia dos Erros, de Shakespeare (2014), etc.

Serviço

Vagas limitadas

Reservas: (65) 3028-6625

Ingresso: R$ 20

Mais informações aqui.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Fabio diz vencer "homem do paletó"

fabio garcia 400 curtinha   Na reunião do DEM na 5ª, no gabinete do presidente da AL, Eduardo Botelho, com presença de oito integrantes da cúpula (Jayme, Júlio, Botelho, Fabinho, João Celestino, Beto, Cesar Miranda e Domingos Sávio), Fábio Garcia (foto), que provocou a maior crise ao mudar...

Morre presidente do Grupo Barralcool

petroni barralcool curtinha 400   Morreu neste sábado, em Cuiabá, aos 88 anos, o diretor-presidente do Grupo Barralcool, João Nicolau Petroni (foto). Ele foi um dos pioneiros no setor sucroenergético do Estado e o primeiro presidente do Sindicado das Indústrias Sucroalcooleiras de MT (Sindalcool). Era...

Abracrim cita arbitrariedade na SESP

michelle marrie abracrim curtinha 400   Michelle Marrie (foto), presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas do Estado, contesta a nota em Curtinhas entitulada "Secretário, Abracrim e saia-justa", sobre o fato de uma advogada ter se infiltrado na coletiva à imprensa concedida pelo...

Governo monitora crise na segurança

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro monitora de perto a crise instaurada no setor de segurança devido à operação desencadeada na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, para acabar com regalias de presos "da pesada", que comandam o crime organizado de dentro das celas. Houve...

Faissal se licencia e Oscar assume vaga

oscar_curtinha_400   O deputado estadual de primeiro mandato Faissal Calil (PV), a partir de quarta (21), vai se licenciar por 4 meses. Assim, dará lugar para o retorno do ex-deputado Oscar Bezerra (foto), que disputou à reeleição no ano passado, sem sucesso. Oscar, que tem base eleitoral em Juara, teve 11.827 votos e...

Fora do Podemos e dando pitacos

marcelo_curtinha   O presidente do Podemos-MT, José Medeiros, se diz surpreso com as declarações do adjunto de Turismo da Capital Marcelo Pires, que se posiciona contra a filiação de Niuan no partido. O absurdo disso é que Marcelo sequer é filiado e muito menos militante. Só participou de uma...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.