CULTURA

Domingo, 03 de Novembro de 2019, 18h:01 | Atualizado: 03/11/2019, 19h:12

Sarah Mitch lança novo álbum "Absoluta"

Divulgação

Sarah Mitch

Capa do novo álbum da cantora mato-grossense Sarah Mitch, "Absoluta", que será lançado nas plataformas digitais

Íntimo, provocativo e intenso, o novo álbum “Absoluta”, da cantora mato-grossense Sarah Mitch, é revelador e será lançado oficialmente nesta segunda (4) nas plataformas digitais. Totalmente autoral, conta com a super produção do carioca Jokkay Jordan e dos cuiabanos Eduardo Pesente e Charles Piter, e inclui dois singles já lançados.

“Eu comecei a escrever este álbum no ano de 2018 para 2019, onde eu estava bem decepcionada com a vida, com o mundo político, principalmente, e com as pessoas ao meu redor. Momento em que eu pensei realmente em parar de fazer a arte, pelas condições que eu não tenho. Então pensei em parar em grande estilo, em gravar um último álbum para fechar esta história de 20 anos de carreira, também com um show”, revela Sarah.

Foram 10 meses para compor e produzir 11 faixas do álbum, com 35 minutos de boa música, conteúdo instigante e claro, dançante, que é a característica de Sarah Mitch.

A primeira música que escreveu foi “Histórias”, da faixa número nove, que resume bem o sentimento de gratidão por sua trajetória. E depois foi fluindo em um CD bem bacana, com letra e melodia compostas por Sarah, produzido pelos amigos de longa data Eduardo Pesente e Charles Piter, além de Jokkay, que produz várias drags pelo país e que conheceu por meio da amiga drag de São Paulo, Sasha Zimmer. Com Jokkay nasce a música “A última dança.

Tem a ajuda do regente Jefferson Neves no vocal e participações especiais de Nathy Drumond na faixa “Pacto com o diabo”, André D`Lucca na música “Parem de nos matar” e de Sasha Zimmer em “Dinamite”. Além de relançar os singles “Madonna” e “Rei, Rainha”.

Se ela ainda pensa em parar sua arte? Descubra no próximo dia 14, quando a diva pop mato-grossense parte para o palco do Cine Teatro Cuiabá, onde apresentará seu novo álbum em um show imperdível!

Confira o álbum no Youtube, Apple Music e no Spotify!

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Lei em Cuiabá veta cortar luz e telefone

misael galvao 400 curtinha   Seguindo exemplo de outros municípios, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), rejeitou veto do prefeito Emanuel e promulgou uma lei, que proíbe empresas de gás e concessionárias de serviço público de energia elétrica, no caso a Energisa,...

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

Equipe, foco e elogios ao governador

mauro carvalho 400 curtinha   Mauro Carvalho (foto), o número 2 do Palácio Paiaguás, faz questão de destacar que o governador Mauro Mendes está fechando o 1º ano de mandato sem promover uma única mudança no quadro dos 16 secretários, incluindo os que comandam a CGE e PGE. Entende isso...

Até Galvan quer o Senado pelo agro

antonio galvan 400 curtinha   A eleição suplementar ao Senado para início de 2020 começa a despertar interesse de diferentes setores. Só dos chamados representantes do agronegócio são pelo menos quatro possíveis candidatos. Até Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja Mato...

Sem elo com a servidora denunciante

abilio 400 curtinha   Sob investigação da Comissão de Ética da Câmara de Cuiabá por causa de reincidentes casos de quebra de decoro, Abílio Brunini (foto), em nota, contesta o colega Juca do Guaraná, que divulgou imagens e afirmou que o vereador do PSC esteve no Hospital São Benedito e...

Goleada na cassação no TRE e no TSE

edson fachin 400 curtinha   No TRE-MT, em abril, a juíza aposentada e senadora Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, teve o mandato cassado por unanimidade. No julgamento do recurso da parlamentar no TSE, nesta terça, o placar também foi "elástico": 6 a 1. Somente o ministro Edson Fachin (foto) votou acatando o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.