Curtinhas

Sexta-Feira, 19 de Fevereiro de 2010, 07h:52 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:32

Curtinhas

Dinheiro liberado para Carnaval

 Sob influência do deputado federal Pedro Henry, um dos caciques do PP, a pasta do Desenvolvimento do Turismo, conduzida hoje por Janice Marques e que no passado já esteve sob Ricardo Henry, irmão do parlamentar, liberou R$ 75 mil para o carnaval de rua de Arenápolis, mais R$ 20 mil para a folia em Nova Xavantina, outros R$ 70 mil para o Carnajuara, em Juara; e R$ 10 mil para o Barra Folia-2010, em Barra do Bugres.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • CARLOS ALBERTO | Domingo, 06 de Março de 2011, 17h54
    0
    0

    MORO EM CUIABÁ, E OUVI OS PASSARINHOS CANTANDO QUE QUEM ARRUMOU O RECURSO PARA ESSE CARNAVAL EM RENAPOLIS FOI O DEPUTADO VAGNER RAMOS E QUE O DEPUTADO ZÉ DOMINGOS TERIA EXIGIDO DO PREFEITO FARID QUE FALASSE O NOME DELE COMO PRECURSOR DESTA VERBA, MAS NA VERDADE FOI O DEPUTADO VAGNER RAMOS, VALEU VAGNER, FIQUEI SABENDO ISSO ATRAVÉS DE SEUS ASSESSORES E DEPOIS DE SUA CORFIRMAÇAO, MAS PEDIU SEGREDO.

  • joao inacio sobrinho | Segunda-Feira, 29 de Novembro de 2010, 12h40
    0
    0

    joao inacio sobrinho, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • João Oliveira | Domingo, 20 de Junho de 2010, 10h10
    0
    0

    Eu estou morando em Cáceres e investindo aqui, ja, a 10 anos e estou apostando muito nesta cidade promessora. Acredito eu que briga politica não é só em Cáceres, isto existe em todo nosso Brasil. O que nós devemos fazer é colocarmos os nossos gorvenantes na presença do Supremo maior que o nosso General de guerra DEUS que tudo se resolvera.

  • Judite Silveira | Domingo, 21 de Fevereiro de 2010, 16h57
    0
    0

    como que permite ainda ser Deputado Federal com uma capivara dessa? Esse nosso Judiciário é omisso e cumplice de muitas coisas horriveis!

  • Maria Conceição | Sábado, 20 de Fevereiro de 2010, 10h35
    0
    0

    UMA VERGONHA PARA NOSSA REGIÃO, MATO GROSSO E PARA O BRASIL Tido como campeão das listas em Brasília, o deputado Pedro Henry (PP-MT), é figura carimbada nos inúmeros escândalos que ocorrem na capital federal. Ele foi citado em praticamente todos os escândalos de repercussão nacional onde havia envolvimento de parlamentares. Henry responde, por exemplo, a ação penal no Supremo (STF nº 470/2007), que é o caso do Mensalão, onde foi acusado pelo ex-deputado delator Roberto Jeferson, de ser um dos beneficiários da mensalidade que o governo Lula pagava com dinheiro público a deputados 'bonzinhos' que com ele se aliavam. Neste caso, Henry é denunciado por formação de quadrilha, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Também transcorre na justiça (TRF-1) Seção Judiciária de Brasília, processo por Improbidade Administrativa Nº2007.34.00.029882-3. Henry é processado em ação civil movida pelo Ministério Público, também referente ao caso do Mensalão. Já no TRF da 5ª Região (aqui), Henry é denunciado por parcipação no caso que ficou conhecido como sanguessugas. Neste ítem, Henry é agravado em processo referente à Ação Civil Pública Nº2006.36.00.013541-6, por improbidade administrativa, que tramita em primeira instância na 5ª Vara Federal do Mato Grosso. No TSE, existe Recurso Contra Expedição de Diploma Nº668/2007 (aqui). O caso investiga Compra de votos e uso da máquina administrativa. O processo oriundo do TRE-MT (Recurso Contra Expedição de Diploma Nº52/2006), foi proposto pelo Ministério Público Eleitoral. Uma histórica bastante conhecida é a de que o grupo formado por Henry e outros deputados teriam recebido R$ 4,1 milhões do governo federal como pagamento pela obediência. Em depoimento à Justiça Federal, o empresário Luiz Antônio Vedoin, da Planam, que é acusado de ser um operadores do caso Sanguessuga, disse ter dado ao deputado em 2002 uma Blazer 0 km, além de R$ 140 mil em propina. Segundo Vedoin, era o próprio Henry quem negociava as licitações com os prefeitos. A camionete não foi incluída pelo deputado em sua declaração de bens; ele afirma que, entre 2005 e 2006, vendeu o veículo e restituiu à Planam o valor correspondente. O deputado também foi flagrado pelas escutas telefônicas da Polícia Federal sobre o caso, tentando agilizar o andamento de uma emenda no ministério. Por isso ele responde a processo de improbidade administrativa na Justiça Federal do Mato Grosso. Na Operação Pacenas, caso que investigou maracutaia nas obras do PAC em Cuiabá, suspeita-se que Henry tenha sido o deputado não citado pelo procurador Mário Lúcio Avelar. Avelar disse em uma entrevista coletiva que um deputado federal de Mato Grosso estaria envolvido no esquema, mas até hoje deve a sociedade este nome, e suspeita-se que ele seja mesmo o de Pedro Henry. Henry ainda teve o mandato cassado pelo Justiça Eleitoral por compra de votos e gastos de campanha ilícitos. O deputado permanece no exercíco do mandato parlamentar em função de liminar concedida pelo TSE, enquanto aguarda a análise de recurso contra a decisão. O Ministério Público Federal interpôs ação acusando a família Henry de monopolizar meios de comunicação no município de Cáceres. De acordo com os autos, a família detém a TV Pantanal, a TV Descalvados e a Rádio Clube de Cáceres. O MPF afirma ainda que "laranjas" teriam sido usados como sócios para encobertar o monopólio e garantir a neutralização de adversários políticos da família. Mas mesmo assim, Henry, com toda a verve política que lhe é peculiar, sobrevive em meio as intempéries de ações e acusações contra si. Este ano será candidato a reeleição, mas não terá o apoio da prefeitura de Cáceres, cidade que já governou e onde o prefeito eleito, Ricardo Henry, que é seu irmão, também foi cassado pelo justiça.

  • Roberto carlos | Sexta-Feira, 19 de Fevereiro de 2010, 22h05
    0
    0

    grande Pedro henry, vc tem sido uma vergonha p mato grosso, suas emendas e projetos tambem, vc é um pessimo exemplo a ser seguido enquanto politico,tu da vergonha p nos, aqui em araputanga vc ja perdeu espaço p futuro dep federal Saguas e homero, e com certeza o a regiao ira fazer justiça nas urna, fazendo com que politico igual a vc nao seja mais nosso representate,vamos povo de mato grosso fazer nossa liçao de casa e conjuntura os demais eleitores de nao votar em no grande Pedro Henry

  • FARID TENORIO SANTOS | Sexta-Feira, 19 de Fevereiro de 2010, 18h01
    0
    0

    Como Prefeito do Municipio de Arenápolis, registro que o recurso liberado para o Carnaval de Arenápolis 2010 no valor de R$ 75.000,00, foi viabilizado pela Secretaria de Turismo do Estado de Mato Grosso com o pedido do Deputado Estadual Ze Domingos. Atenciosamente.

  • RUSE TORRES | Sexta-Feira, 19 de Fevereiro de 2010, 16h50
    0
    0

    O deputado Pedro Henry,sabe que não engana mais o povo Cacerense,todos nos já sabemos como Ele É, por isso esta procurando outros desconhecidos para engana-los. Veja o dinheiro para os carnavais das cidades vizinhas, mas abandonou Cáceres na hora que ELA mais precisou do Deputado com a enchente.Qdo o seu irmão era prefeito, deu uma enchente menor que a de agora, Ele decretou estado de calasmidade Publica, e com isso arrumou treis Milhões, mas poucos viram a cor desse dinheiro, muitos pobres perderam tudo, mas nada do prometido foi dado.

  • Geane Costa Marques Filgueira | Sexta-Feira, 19 de Fevereiro de 2010, 16h29
    0
    0

    Geane Costa Marques Filgueira, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Jordania | Sexta-Feira, 19 de Fevereiro de 2010, 10h28
    0
    0

    Cáceres sofre com a politica mesquinha de Pedro Henri. ele elegeu o irmão prefeito em 2004, Ricardo henri e ele não fez nada durante os 4 anos. hoje foge de Cáceres, prejudicando na hora que mais precisa, onde a ZPE depende muito do teu apoio, onde enchentes estão acontecendo, onde a saúde pública esta um caos, me refiro ao hospital regional e a segurança pública é um fiasco, nossa fronteira é o corredor do trafico de drogas.

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

Fernanda em almoço com Bolsonaro

fernanda 400 bolsonaro curtinh   A coronel Fernanda, candidata à senadora pelo Patriota, almoçou com Bolsonaro nesta sexta, em uma fazenda, em Sorriso. A militar foi a única que teve o apoio declarado do presidente na eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. Mais cedo, por volta das...

Prefeita cobra duplicação e ferrovia

rosana_curtinha   A prefeita de Sinop Rosana Martinelli aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro na Capital do Nortão para cobrar uma solução para a duplicação da BR-163, sob concessão, e também pediu empenho na Ferrogrão e a implementação de porto seco na cidade. O...

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.