Curtinhas

Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 14h:46 | Atualizado: 26/03/2020, 14h:55

Mauro e remédio na dose certa

O governador Mauro Mendes tomou uma medida audaciosa e corajosa. Após ouvir sua equipe técnica, que monitora a evolução do coronavírus no Estado, elaborou um decreto, que na prática, evita a paralisia da economia de MT. Disse, em coletiva, que o Estado não tem cenário igual, por exemplo, ao de SP e que é necessário dar o remédio na dose certa, garantindo a manutenção de empregos, geração de renda e, paralelamente, cuidando da saúde da população. Bom senso e equilíbrio foram as palavras mais usadas pelo gestor durante a fala. Na lista de liberações está o funcionamento do comércio e do transporte, ambos com restrições. Mauro manteve o veto a festas, shows, cinemas e parques. Também determinou imposição de isolamento aos idosos e demais pessoas do grupo de risco do covid-19.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Pilar | Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 15h03
    0
    2

    Senhor governador, o estado não tem situação crítica, a epidemia não se instalou em MT, então explica-nos porquê o senhor já decretou situação de calamidade, já avisou que pode faltar verba p pagar funcionários, pq pediu dinheiro ao presidente? Com 3 dias de paralisação do comércio nosso governador já falou que a arrecadação caiu e que pode não ter dinheiro.. blá blá blá. Senhor governador, diga algo que não seja sobre dinheiro que lhe preocupe! O senhor busca desde a posse decretar emergência para livrar dos compromissos.

  • gouvernement | Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 16h25
    4
    4

    Comentei o acerto da decisao do Emanuel pinheiro em paralisar o comercio semana passada, e agora também acho que o governador está certo em recomendar a relativização do fechamento total. Até porque há grande possibilidade, em se tratando de Brasil, de haver um colapso total na economia em razão dessas medidas extremas para combater um vírus que a mortalidade não chega ser tao grande assim. Tá na hora do povo acordar e parar de dar credito a essa mídia globalista que está servindo de instrumento para entregar o país a China a preço de banana.

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

Vereadores de ROO e trocas de siglas

fabio cardozo 400 curtinha   Em Rondonópolis, praticamente a metade dos vereadores está aproveitando a janela, que se encerra neste sábado, para mudar de partido, e já com as atenções voltadas à reeleição. E, com a dança das cadeiras, o Solidariedade do prefeito Zé do...

Podemos absorve a turma do barulho

O Podemos conseguiu juntar no seu diretório em Cuiabá a turma do barulho. Dela fazem parte dois com mandatos cassados, Abílio Júnior, que perdeu a cadeira de vereador por quebra de decoro, e a senadora Selma Arruda, cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, mas que ainda continua no cargo. Selma impôs condições para seguir no partido. Chegou a negociar ida para o PSC. E ganhou a presidência municipal do Pode, forçando o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.