Curtinhas

Terça-Feira, 06 de Maio de 2014, 15h:11 | Atualizado: 06/05/2014, 15h:21

Meio PR ou DEM inteiro

jayme campos

 

De um líder político sobre a briga de bastidores entre democratas e republicanos para apoiar Pedro Taques a governador com garantia de indicação do nome para o Senado pelo mesmo palanque entre Jayme Campos (foto) e Wellington Fagundes: "Mais vale o PDT com meio PR do que com o DEM inteiro". De fato, há resistência de parte dos opositores ao nome de Jayme. Entendem que o senador democrata e ex-governador nada representa em termo de renovação e que anularia parte do discurso de oposição de Taques, que promete, como diz o aliado Otaviano Pivetta, um governo revolucionário. O problema é que o PR também levaria desgaste para o palanque, desta vez por pertencer ao governo Silval.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Carlos Mello Nassif | Quarta-Feira, 07 de Maio de 2014, 17h39
    1
    0

    Que renovação representa o sr.Wellington Fagundes, que está exercendo o seu SEXTO mandato de deputado federal! agora pelo PR.Desde 1990,quando o Jaime Campos foi eleito Governador, e seu irmão Julio Campos eleito Senador, o Fagundes já estava na política de Rondonopolis,pois além de Secretário do então Prefeito Barreto, foi três vezes derrotado para Prefeito da nossa cidade.Sempre governista, e puxa saco dos poderosos, e faturando obras.....Aqui em Roo esse cara e conhecido como o Chupa Cabra dos Governos.Fora o PR e seu Wellington da palanque de Taques.

  • joaoderondononopolis | Quarta-Feira, 07 de Maio de 2014, 08h08
    4
    1

    Já falei e repito, Taques com apoio do PR é derrota certa. Tudo isto é estratégica do Planalto no 2º turno o PR vai apoiar o candidato do Planalto, enquanto Jayme é de confiança, pode-se dizer que vão tomar o governo das mãos do senador Taques.

  • Moacyr | Quarta-Feira, 07 de Maio de 2014, 07h52
    1
    4

    O DEM não elege ninguém e o nome campos está bastante desgastado. Na hora do "vamos ver" Jayme não tem chance alguma.

  • Larissa Maria | Terça-Feira, 06 de Maio de 2014, 22h21
    0
    1

    O problema é que o Jayme foi pessimamente avaliado pelo IAP (Instituto de Avaliação Parlamentar), no último ano nota três, mas ao longo do seu mandato dois, enquanto Blairo ficou com cinco e Taques com sete.

  • Rodrigo | Terça-Feira, 06 de Maio de 2014, 20h08
    1
    0

    O PR que tem voto está com Lúdio. O grupo de Maggi. O PR de Fagundes, só têm ele, Emanuel (suplente) e Barreto. Mais uma vez eu reafirmo: o PR, com PMDB, PSD e PT, elege uma bancada de 6 deputados estaduais no mínimo, e um senador. Com Taques, no máximo, só 3 deputados estaduais consegue.

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

Binotti, a popularidade e a oposição

luiz binotti 400 curtinha   O grupo político do hoje vice-governador Otaviano Pivetta, que comandou Lucas do Rio Verde por mais de duas décadas, terá dificuldades para reconquistar o comando local no pleito deste ano. O pré-candidato Marino Franz, que foi vice de Pivetta e depois prefeito, será o...

Um mês no Senado e com um projeto

carlos favaro 400 curtinha   Em um mês como senador, Carlos Fávaro (foto), oficialmente com 12 assessores, por enquanto, fez dois pronunciamentos da tribuna, não atua na relatoria de nenhuma propositura e apresentou um projeto, justamente o que pede socorro financeiro a um dos setores do agronegócio, o algodoeiro. Na...

Desagregador luta pra retornar à Ager

fabio calmon 400   Fábio Calmon (foto), que foi adjunto da Sinfra no Governo Taques e depois nomeado presidente da Ager-MT, não desiste da Agência, mesmo sabendo que ali se tornou uma pessoa non grata por uma série de situações. Foi carimbado de incompetente, burocrata, arrogante e desagregador. O governador...

Oportunismo e na defesa de Bolsonaro

niuan ribeiro curtinha 400   Niuan Ribeiro (foto), presidente do Podemos em MT, agora virou defensor do Governo Bolsonaro. Eis o que o vice-prefeito de Cuiabá escreveu no Instagram, em postagem acompanhada de sua foto, sobre o conteúdo da reunião ministerial de 22 de abril que expôs várias faces do governo. "Apesar...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.