Curtinhas

Quinta-Feira, 02 de Janeiro de 2014, 20h:14 | Atualizado: 02/01/2014, 20h:24

Curtinhas

MT-PAR, contratos e despesas

  O MT-PAR, autarquia para cuidar de projetos criada pelo governo Silval no início de 2012, só está dando despesas até agora. De quebra, conta com estrutura para empregar 40 pessoas, sendo 22 de confiança, com salários que vão de R$ 1 mil a R$ 6,4 mil. É presidida pelo advogado e economista César Zílio, filiado ao PR e que, enquanto secretário de Administração, foi acusado de quase quebrar o MT Saúde, plano que assiste aos servidores públicos. A diretoria fala, de forma superficial, em buscar o chamado desenvolvimento de projetos para o Estado em todas as áreas. Quer opinar também sobre quais rodovias estaduais devem ser entregues à iniciativa privada, por meio de concessão. Enquanto isso, vem mais contas para pagar. César Zílio alugou salas comerciais para funcionamento da autarquia por R$ 180 mil por ano.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Zé Poxoréo | Sexta-Feira, 03 de Janeiro de 2014, 14h21
    0
    0

    Não tive a intenção de ser agressivo, apenas comparei essa tal MT-PAR com a MT Gás, que foi criada com o dinheiro público e acabou evaporando.

  • Dornele$ | Sexta-Feira, 03 de Janeiro de 2014, 13h28
    0
    0

    Esse é o legado de Silval e sua thurma!

  • Zé Poxoréo | Sexta-Feira, 03 de Janeiro de 2014, 12h58
    0
    0

    Zé Poxoréo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Joao Marcos | Sexta-Feira, 03 de Janeiro de 2014, 11h57
    0
    0

    A se todos tivessem a atitude que teve o Governador ao criar uma empresa de economia mista (e não autarquia), que irá operar com o mercado privado, tendo a flexibilidade e rapidez para desenvolver os projetos. E primeiramente entrou em operação verdadeiramente em 06 meses, e que será uma das maiores empresas de economia mista do Brasil.

  • RICARDO SANTOS | Sexta-Feira, 03 de Janeiro de 2014, 11h06
    0
    0

    Essa notícia já era esperada.Não se trata de críticas gratuitas. Como se esperava a MT PAR se tornou uma empresa inoperante. Muito mais pela execução que pela concepção. Seria o caso de ser administrada por profissionais do mercado, da iniciativa privada, que fossem cobrados pelos resultados alcançados, um acordo de gestão. Mas, pelo contrário, optou-se por gestores que não tiveram êxito em outras áreas, mas foram compensados com outro cargo público. Ou seja, ao invés de se premiar por resultados alcançados, optou-se por premiar a incompetência comprovada.

Queda-de-braço em Alto Araguaia

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), enfrenta uma queda-de-braço com os vereadores. Recentemente, oito dos 11 parlamentares encaminharam ofício ao chefe do Executivo, inclusive com cópia para o MPE, considerando inoportuna, descabida e suspeita, neste momento de pandemia, fazer obra...

Estado amplia leitos de UTI no Sul

gilberto figueiredo 400 curtinha   O secretário estadual de Saúde Gilberto Figueiredo (foto) reclama, sem citar nome, da forma como a prefeitura rondonopolitana está encarando a pandemia da Covid-19. Mesmo o governo federal já tendo pago diárias antecipadamente e, inclusive por três meses, de 10 leitos de...

Briga inconsequente com Santa Casa

z� do patio 400 curtinha   Acuado pela consequência da falta de planejamento e de gestão, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, está numa luta descabida de tentar encontrar culpados pelo avanço da Covid-19 no município. A prefeitura não construiu, sequer,...

2 secretários acionados sobre compras

ozenira 400 curtinha   Os secretários municipais de Cuiabá, Luiz Antonio Possas de Carvalho (Saúde) e Ozenira Félix Soares (foto), de Gestão, têm 48 horas para prestar esclarecimentos sobre compras, sem licitação, de óculos de proteção e macacões destinados a...

Valdir, conta rejeitada e pedido negado

valdirzinho 400 curtinha   Valdir Pereira de Castro, o Valdirzinho (foto), prefeito de Santo Antonio de Leverger, ingressou com pedido de revisão no TCE sobre o parecer contra aprovação das contas de 2018. O Tribunal apontou uma série de irregularidades, entre elas registros contábeis incorretos, abertura de...

Stopa vira trunfo do prefeito Emanuel

jos� roberto stopa 400   Filiado histórico do PV, José Roberto Stopa (foto) se tornou espécie de trunfo do prefeito Emanuel Pinheiro. Se o emedebista resolver buscar a reeleição, o que seria o caminho natural, Stopa pode entrar na chapa como candidato a vice ou simplesmente ficar de fora do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a administração Emanuel Pinheiro em Cuiabá

excelente

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.