Curtinhas

Sábado, 12 de Janeiro de 2019, 09h:41 | Atualizado: 12/01/2019, 11h:09

Oportunista barrado no governo

erai maggi curtinha

 

Pela 1ª vez nos últimos 24 anos, o megaempresário Eraí Maggi (foto) não está conseguindo ter forte influência no governo. A dupla Mauro-Pivetta, governador e vice, respectivamente, resolveu não mais dar trégua ao "rei da soja", que nestas duas décadas foi financiador de campanha de vários candidatos, especialmente majoritários e, por isso, ditava regras em determinados setores, especialmente na infraestrutura e meio ambiente. Revoltado por não mais encontrar portas abertas no Palácio Paiaguás, como nos governos Dante, Blairo, Silval e Taques, Eraí Maggi passou a agir nos bastidores junto a alguns deputados, tudo para "minar" propostas polêmicas do novo governo, como a que impõe taxação ao agronegócio. Eraí é daqueles empresários que, abertamente, fazem questão de "puxar o saco" de quem está ou tem perspectiva de poder, visando interesses pessoais. Mas essas investidas não estão mais encontrando guarida. Tentou se aproximar de Bolsonaro, ao ponto de, numa articulação com o senador Magno Malta, visitá-lo no hospital, posar para fotografia e anunciar apoio ao hoje presidente. Alertado sobre o oportunismo do rei da soja, Bolsonaro não lhe deu abertura. Mesmo apoiando o derrotado projeto de reeleger Taques, Eraí ofereceu recursos à campanha de Mauro-Pivetta, mas foi ignorado.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Angela | Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2019, 09h27
    6
    2

    Deputados de Mato Grosso,estamos de olho..O rei da soja,pode até ter dinheiro para financiar vossas campanhas..Mas quem vota e os elege somos nós o POVO DE MT.. ESTAMOS DE OLHO.. CANSAMOS de ver nosso povo morrer nos corredores dos hospitais públicos.. Da falta de segurança pública.. Da falta de investimentos na industrialização da matéria prima produzida no estado, gerando mais vagas de trabalho; Falta de investimentos em Educação.. Chega de fazer os Poderes Constituídos do Estado, balcão de negócios para favorecer alguns grupos economicamente influentes detrimento da maioria da sociedade mato-grossense. DEPUTADOS APROVEM O PROJETO ORIGINAL DE REFORMAS DO GOVERNO MAURO MENDES.. MS, PR.TO,aprovaram há décadas e estão com as contas em dia.. ESTA SERÁ A RESPOSTA DO POVO DE MT aqueles que aplicam a "Lei do Gerson" em tudo..até sobre a vida do cidadão.

  • Ana | Domingo, 13 de Janeiro de 2019, 13h07
    9
    4

    K d a ferrogrão, Eraí? As estradas são pro cidadão civil e não pra caminhões perigosos estragarem o asfalto, causarem acidentes assim é no mundo inteiro! Energia limpa porque o petróleo vai acabar... castração da população pobre conforme defende o próprio Bolsonaro.

  • Leoncio | Domingo, 13 de Janeiro de 2019, 10h14
    12
    2

    A turma do DEM tradicional, herdeiros dos espolios politico do senador Jonas Pinheiro( aquele que foi maltratado pelo Pagott e pelo Blairo MAGGI), liderados hoje pelo Senador-Eleito Jaime Campos, montaram um esquema de cão de guarda, para afastar de perto do Palácio Paiaguás, o Erai Maggi e sua turma de sonegadores de Impostos, que vinham reinando em Mato Grosso, desde os tempo do Dante de Oliveira (via Carlos Avalone) até governo Pedro Taques. Desta feita ERAI vai ficar na turma da PIPOCA,fora..de tudo.

  • dalva | Sábado, 12 de Janeiro de 2019, 18h32
    23
    6

    erai e blairor maggi oportunistas de carteirinhas, acham que por que tem $$$$$$ podem comprar e fazer manobras.....arrecadão bilhoes e mato grosso ai esta quebrado.

  • Ana | Sábado, 12 de Janeiro de 2019, 13h36
    30
    6

    É isso q queremos, igualdade. Chega de regalias aos ricos e os pobres q se lascam com tanto imposto a pagar. Votei em vcs acreditando nessa mudança. Parabens Mauro e Pivetta.

  • chico fisher | Sábado, 12 de Janeiro de 2019, 11h43
    31
    5

    NAO SE ILUDAM ESSES MAGGIS SAO MUITO TRAICOEIROS E COM O PODER FINANCEIRO FAZEM DOBRAR ATE PAU DE GUATAMBU HAJA VISTO QUE OS MESMOS TEM ATE COOPERATIVA PRA NAO PAGAR IMPOSTOS OU QUANDO PAGA PAGA BEM MENOS

  • Irineu Morais | Sábado, 12 de Janeiro de 2019, 10h22
    36
    10

    Parabéns estamos em uma nova era , a era do descarte das batatas podres, ou descarta ou são contaminadas por elas.

Matéria(s) relacionada(s):

Provando competência na direção AL

janaina riva curtinha   Na 1ª semana como presidente da Assembleia, a jovem deputada Janaína Riva, de 30 anos, tem surpreendido colegas parlamentares, secretários de diferentes setores da Casa, assim como servidores, pelo foco em gestão, empenho e dedicação para resolver problemáticas administrativas....

Imagem vazada de jogo não é oficial

A organização SpriMT Marketing Esportivo, juntamente com Perk Soluções Criativas, esclarece que o banner, que circula, não foi feito pela empresa – que tomou conhecimento sobre a existência dele após a publicação na coluna Curtinhas. Revela ainda que a imagem, sem a informação de que seria um clássico Master, foi vazada durante o envio para orçamentos gráficos. As publicidades oficiais...

Fla X Timão e propaganda enganosa

Quem vê um dos banners de publicidade sobre o clássico entre Flamento e Corinthians logo se empolga. A tendência é que haja uma correria por ingressos. Mas, a organização, de propósito, está ocultando uma informação importante. Na verdade, os times principais não vão se enfrentar. Haverá um jogo comemorativo entre os jogadores da equipe master (veteranos) - evento conhecido como “Encontro das...

Pregão é suspenso em Campo Verde

fabio 190 campo verde prefeito   Em Campo Verde, o prefeito Fábio Schroeter (foto) terá de suspender de imediato um pregão presencial programado para esta quinta, por causa de irregularidades. Buscava-se contratar, por R$ 327,9 mil, uma empresa para prestar serviço, junto à secretaria municipal de...

Após chuvas, prefeito pede socorro

moises_curtinha_juscimeira   As fortes chuvas de janeiro, agravadas pelas que castigaram Juscimeira no início deste mês, levaram o prefeito Moisés dos Santos a decretar situação de emergência nas 8 áreas afetadas (assentamentos, povoados e nos distritos de Irenópolis e Fátima de...

Prefeito e decreto para evitar mortes

Raimundo Nonato, prefeito de Barra do Bugres assinou o decreto 029 declarando situação de emergência por causa da suspensão de uma parceria com o Instituto Assistencial de Desenvolvimento (IAD), que prestava serviço de mão de obra na área da saúde. Alega que há um déficit de profissionais tais como enfermeiros, médicos, psicólogos, dentistas e nutricionistas. E que, por conta da suspensão da parceria, pode...

MAIS LIDAS