Curtinhas

Quarta-Feira, 16 de Abril de 2014, 09h:27 | Atualizado: 16/04/2014, 09h:36

Policlínica sem médico

Pacientes que procuraram por atendimento psiquiátrico nesta quarta, na policlínica do Verdão, em Cuiabá, se mostraram revoltados porque, mesmo com as consultas agendadas a partir das 7 horas, o médico escalado não havia aparecido na unidade até as 10 horas. À medida que o horário avançava crescia a ira das pessoas ali presentes. A coordenação, tentando acalmar os ânimos, afirmou que buscou contato com o médico, mas este não atendeu as ligações no celular. Assim como no resto do país, a saúde pública se transformou num calcanhar de Aquiles para o prefeito Mauro. Em sinal de boicote porque a secretaria de Saúde implantou ponto eletrônico e está cobrando cumprimento da jornada de 24 horas semanais de trabalho, 40 médicos pediram exoneração. Isso trouxe mais problemas para o município, que não consegue atender a demanda.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Silvio Santos | Sábado, 19 de Abril de 2014, 10h22
    0
    0

    O mais médicos paga 11.600 para os CUBANOS amigão, para os Brasileiros é FERRO! Esse é o governo da sua Presidenta. Antes era o Lulalau, agora é a Mula!

  • Zé Poxoréo | Quinta-Feira, 17 de Abril de 2014, 19h06
    0
    0

    Querem uma piada de extremo mau gosto, depois de observar o valor absurdo que estão cobrando, leiam a contracapa do carnê de IPTU que está sendo entregue. Apesar do valor absurdo a prefeitura quer convencer que o IPTU daqui é menor que algumas outras capitais.

  • Zé Poxoréo | Quinta-Feira, 17 de Abril de 2014, 12h11
    0
    1

    Infelizmente no Brasil a saúde da população jamais será prioridade, pois os políticos que alguém adoece nas suas famílias a primeira providencia é pegar o jatinho e correr para os hospitais particulares em São Paulo. Só isso explica o histórico abandono que vive a saúde de Mato Grosso. Aqui até os hospitais particulares são de péssima qualidade!

  • Ricardo de souza | Quarta-Feira, 16 de Abril de 2014, 18h21
    2
    1

    Nos queremos trabalhar com salário digno e não com esse salário que a prefeitura oferece fora da realidade do piso nacional que de 11.600 sendo que a prefeitura quer pagar 2.500 de piso e fazer de conta que esta tudo bem. o secretario da saúde sendo medico tem que valorizar nossa classe e pagar aquilo que e de direito que o nosso piso da fenam ou piso nacional já aprovado pelo congresso.

  • nelsonfleury | Quarta-Feira, 16 de Abril de 2014, 16h18
    1
    0

    pega este medico que nao foi trabalhar mede na cadeia, e so começar prender medicos que eles comparecera no serviço, sao funcionarios como outro qualquer, passou da hora de trazer de cuba, argentina etc, nossos medicos sao muito preguisoso a maioria filho de rico quer receber sem trabalhar.

  • Joaquim dos santos | Quarta-Feira, 16 de Abril de 2014, 15h46
    2
    1

    O programa mais medico paga de piso 11.600 enquanto a prefeitura paga 2.500 de piso , isso e uma piada por isso que os médicos não querem mais trabalhar pelo salário miserável da prefeitura,acorda prefeito se sua unidade de saúde vão ficar sem medico.

  • Silvana Magalhães | Quarta-Feira, 16 de Abril de 2014, 15h12
    2
    1

    Colegas precisamos lutarpelo piso nacional de11.600 mais 40 porcento de insalubridade mais produção medica que totaliza mais ou menos 20.000de salário e isso que o prefeito tem que oferecer aos médicos para plantão ps e upa e não esse pccs miserável de 2.500 , acorda prefeito e seu secretario da saúde se não vai ficar sem medico.

  • marco aurélio | Quarta-Feira, 16 de Abril de 2014, 14h24
    0
    1

    marco aurélio, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • João goncalves | Quarta-Feira, 16 de Abril de 2014, 11h46
    3
    1

    Prefeito médicos não escravo paque o piso nacional 11.600 e não essa miserável piso de 2.500 , queremos nosso direito se voce não vai ter os médicos na sua policlínica.'

  • Fernando silva | Quarta-Feira, 16 de Abril de 2014, 11h36
    4
    1

    prefeitura Cuiabá tem que o piso nacional de 11.600 e para de enganar os médicos com piso rediculo de 2.500 do contrario vai continuar sem medico.'

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

Muitos cuiabanos votam em Chapada

thelma de oliveira 400 curtinha   A ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), que em 2016 transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para Chapada dos Guimaráes, já está trabalhando nos bastidores o projeto de reeleição. E, agindo nos bastidores e de forma estratégica, ela conseguiu um...

Câmara cassará 4º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o quarto vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.