Curtinhas

Terça-Feira, 13 de Maio de 2014, 22h:16 | Atualizado: 13/05/2014, 22h:31

Riva e ajuda aos militares

jose riva curtinhas

 

Mais uma vez José Riva (foto) interveio e agiu como interlocutor junto ao governo para resolver crise e impasse que poderia trazer mais desgaste ao Executivo. Cerca de mil militares e bombeiros foram à Assembleia pedir apoio para viabilizar reestruturação salarial da categoria. Alegaram que o governador não os atendiam. O deputado entrou no "circuito". Manteve contato com Silval e conseguiu agendar reunião com representantes da PM e do Bombeiros para esta quinta, às 15h, no Paiaguás. Vão participar também do encontro deputados, associações e os comandantes-gerais da PM e dos Bombeiros. Praças e oficiais querem reajuste de 40%, parcelado em 18 meses, e pagamento de benefícios, como adicional noturno e insalubridade. Eles se reuniram no ginásio Verdinho e depois foram à AL.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • mauro | Domingo, 18 de Maio de 2014, 21h45
    0
    0

    aurilei, então o sro. roberto frança no pragrama dele, falou besteira.... eu não tenho nenhum parente dentro dessa situação, principalmente a maioria dos que querem são da era blairo maggi, que a maioria dos servidores DAS tratava mal os efetivos e pessoas que iam nas secretarias querer algo de direito, só depois de algum tempo na administração silval que muitos DAS da era maggi abaixaram o nariz que viviam empinados....

  • Aurilei | Sexta-Feira, 16 de Maio de 2014, 09h58
    0
    0

    Sr. Mauro, acho que vc não entendeu a PEC 59A,ela não efetiva o servidor e sim passa a dar estabilidade para o funcionário público que desempenha os serviços a mais de 10 anos,essa estabilidade dará aos servidores o direito de receber a rescisão quando da sua demissão,pois hoje,quando é demitido sai com uma mão atrás e outra na frente,então companheiro ajude os servidores nessa luta,pois derrepente vc mesmo pode ter um parente que será beneficiado por essa luta.

  • wanderson ferreira da silva | Quinta-Feira, 15 de Maio de 2014, 17h59
    1
    0

    Verdade Armindo esse homem foi quem resolvel o problema dos taxista dos interiores pena que o estado vai perder um grande líder na politica fica Riva.,.,,

  • armindo netto | Quinta-Feira, 15 de Maio de 2014, 08h23
    3
    1

    Por isso que o Riva é uma das maiores lideranças políticas do nosso Estado. Podem criticar o quanto quiserem mas não deixem de reconhecer a firmeza com que ele lida com questões delicadas como essa!

  • paulo | Quarta-Feira, 14 de Maio de 2014, 20h47
    8
    1

    acho interessante metem o pau neste homem riva , mas sempre vejo que em todas as situaçoes de protestos reivindicações etc. esta la ele o Riva solucionando os problemas , olha estou convicto que este homem é perseguido porque trabalha muito.

  • ze do povo | Quarta-Feira, 14 de Maio de 2014, 20h39
    2
    2

    INFELIZMENTE O GOVERNADOR NADA PODE MAIS FAZER PELA NOSSA CLASSE, SÓ NO ANO QUE VEM, POIS A LEI DAS ELEIÇÕES É CLARA.....Lei 9.504, de 30 de setembro de 1997: Art. 73. São proibidas aos agentes públicos, servidores ou não, as seguintes condutas tendentes a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais: ( ) ...... VIII - fazer, na circunscrição do pleito, revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição, a partir do início do prazo estabelecido no art. 7º desta Lei e até a posse dos eleitos. (Art. 7º, § 1º: cento e oitenta dias antes das eleições)

  • joyce pasco | Quarta-Feira, 14 de Maio de 2014, 15h34
    1
    7

    Aproveite nobre e honesto deputado....seu dia esta chegando. será esquecido para sempre como politico.

  • mauro | Quarta-Feira, 14 de Maio de 2014, 11h41
    1
    1

    pois é enquanto os militares querem seus direitos, os DAS do governo querem ser efetivados por uma lei, sem concurso publico.... a era maggi esta querendo os mesmo direitos que muitos adquiriram com muito esforço.... acho isso uma petulancia ....

  • Júlio Santos | Quarta-Feira, 14 de Maio de 2014, 11h25
    2
    3

    E o VLT, hein deputado!? O chupim aí trouxe até engenheiro especialista em VLT para prometer ao povo cuiabano e matogrossense que dentro de um ano (isso foi a mais de 3 anos atrás), estaríamos todos andando de VLT.

Irmão de prefeito não deporá à CPI

francisco faiad 400 curtinha   Por meio de seu advogado Francisco Faiad (foto), Marco Polo de Freitas Pinheiro, o Popó, dono do instituto de pesquisa Mark e irmão do prefeito Emanuel Pinheiro, comunicou oficialmente hoje à CPI do Paletó, da Câmara da Capital, que não irá prestar depoimento nesta...

Nome reserva e vulnerável para IFMT

adriano 400 curtinha   O grupo do reitor Willian de Paula deve consolidar como candidato ao comando do Instituto Federal de Mato Grosso o professor Julio Santos, diretor do Campus de Alta Floresta. A eleição acontece em novembro. Mas há um candidato reserva da cúpula situacionista. Trata-se de Adriano Breunig (foto), que...

Prefeito e sobrepreço em álcool gel

gustavo melo 400 curtinha   O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), e sua secretária de Saúde, Manoela Nunes, têm cinco dias para apresentar defesa prévia ao TCE sobre uma denúncia de superfaturamento na compra de materiais de higienização destinados à prevenção do...

Procon decide fazer audiências virtuais

rosamaria 400 curtinha   Por causa da pandemia, que levou à suspensão dos serviços presenciais, a secretária estadual Rosamaria Ferreira (foto), de Assistência Social e Cidadania, e o adjunto de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Edmundo da Silva Taques, decidiram que agora o Procon-MT...

Empolgado e já morando em VG

emanuelzinho 400   O deputado federal Emanuelzinho (foto), do PTB, está tão empolgado com a possibilidade de concorrer a prefeito de Várzea Grande que não só transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para o município vizinho, ainda no ano passado, como também alugou um apartamento...

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.