Curtinhas

Sexta-Feira, 12 de Abril de 2019, 19h:17 | Atualizado: 12/04/2019, 19h:57

TC, oposição e empréstimo legal

moises maciel curtinha

 

O conselheiro interino do TCE Moisés Maciel (foto) indeferiu a medida cautelar postulada pelos vereadores de oposição, Marcelo Bussiki, Felipe Wellaton, Abílio Júnior e Dilemário Alencar. Eles queriam impedir a Prefeitura da Capital de contratar operação de crédito externo de US$ 115 milhões junto à Corporação Andina de Fomento (CAF), mesmo a Mensagem 75/2018 tendo sido aprovada pela própria Câmara Municipal. Relator do processo de representação, Moises observa que "não é possível verificar com certo grau de segurança jurídica a presença de vícios formais e materiais no pleito para operação de créditos", como alegaram os parlamentares. Com esse empréstimo, o prefeito Emanuel anunciou que fará, entre as obras, a revitalização do Mercado do Porto e do Morro da Luz,  construção de viadutos e trincheiras, 200 km de asfalto e 10 parques, sendo eles o do Caju (Morada do Ouro), da Orla São Gonçalo, Dante de Oliveira, do Moinho, Industrial, Residencial Coxipó, Ibama, Campo do Bode e Bosque da Vida.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Rodolfo miller | Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 07h43
    1
    0

    hurunn... esse cidadão " conselheiro " Moiseis tem mostrado a que veio ... chama ele em um particular ...

  • ADILDO JACINTO DE OLIVEIRA FILHO | Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 07h23
    0
    0

    Espero que com a liberação desse dinheiro todo, a cidade seja realmente beneficiada pelas obras citadas e que os órgãos de controle, que não são poucos e também onerosos, façam a devida fiscalização desde o início, ou seja, desde o procedimento licitatório até a conclusão dos empreendimentos. Pelo que se sabe, obras públicas são pagas por medição e, sendo assim é possível que haja um acompanhamento decente. O que não pode é depois das falcatruas acontecerem, levarem ao conhecimento do público, como se não tivessem nada a ver com isso, como ocorreu nas obras da copa.

  • O atalaia | Sábado, 13 de Abril de 2019, 13h55
    0
    2

    So existe uma duvida atroz a atormentar o cidadão mato-grossense, após o episodio do paletó, onde ficou evidenciado um certo grau de suspeição do prefeito em lidar com dinheiros e bens publicos, de modo que fica difícil acreditar e, por uma razão de causa e efeito, se não há intenções maledicentes em meio a uma justificativa que parece bem intencionada.. .

Matéria(s) relacionada(s):

Governo liquida toda folha de março

luciana rosa 190 curtinha tesouro   A secretaria de Fazenda creditou neste sábado o pagamento de março dos servidores ativos e inativos que recebem acima de R$ 7,5 mil para quem tem conta no BB. Já para aqueles com conta em outros bancos, a liberação será na segunda (22). Segundo a...

Delator afirma não ter promissórias

silval barbosa curtinha   As tais notas promissórias que o STF alegou não ter encontrado nos autos do processo, pelo visto, não vão aparecer. O próprio delator, ex-governador Silval Barbosa (foto), que confessou esquemas criminosos dentro de sua gestão, disse que jamais prometeu apresentar esses...

Ex-prefeito de Chapada agora na AL

gilberto mello chapada curtinha   Após duas tentativas frustradas de retorno ao comando da Prefeitura de Chapada, em 2012 e 2016, o ex-prefeito e pecuarista Gilberto Schwartz de Mello (foto) agora atua como assessor-adjunto da Primeira-Secretaria da Assembleia Legislativa. Tem salário de R$ 5,6 mil. Ele arrumou o cargo comissionado...

Projetos irregulares e ressarcimento

leandro carvalho curtinhas   Alguns proponentes da época de Leandro Carvalho (foto) como secretário estadual de Cultura, no Governo Taques, estão sendo obrigados a devolver ao erário o que receberam de ajuda financeira porque simplesmente não prestaram contas. Marcos Aurélio Oliveira da Silva é um...

Servidores do Judiciário ganham RGA

carlos alberto curtinha   Os servidores do Judiciário, sob Carlos Alberto (foto), assim como nos outros anos, receberam a sua Revisão Geral Anual. Neste ano, têm direito a 3,43% a título de reajuste, índice calculado com base na inflação. De um certo modo, trata-se de uma categoria de um Poder...

Presidente vê quebra de paradigma

misael galvao curtinha   Misael Galvão (foto) disse que nestes primeiros 90 dias como presidente da Câmara da Capital tem tomado decisões que representam quebra de paradigma e que terão reflexos positivos junto à população cuiabana daqui a dois meses. Enfatiza a questão da transparência,...

MAIS LIDAS