Curtinhas

Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 12h:16 | Atualizado: 08/02/2019, 12h:24

Vaga no TC e coerência sob risco

mauro zaque curtinhas

 

Se por um lado a indisfarçável disposição do promotor Mauro Zaque em disputar o “tão sonhado” cargo de conselheiro do Tribunal de Contas anima e muito a opinião pública em função do seu histórico de combate à corrupção e ao crime organizado, por outro tem gerado, na mesma medida, um debate salutar sobre a coerência dele dentro do Ministério Público. Seus colegas se questionam se para concorrer à vaga Zaque irá se afastar e abrir mão do cargo, história e missão como promotor, uma vez que na função ele tem a prerrogativa de investigar os deputados, justamente os eleitores do seu pleito, ou se apenas decidirá seu futuro e suas nobres e novas atribuições no MP caso não vença a disputa. Outro ponto que intriga é a verdadeira vantagem de Zaque, com competência reconhecida, deixar a ampla zona de atuação do MPE para entrar na limitada competência de análise de contas do TCE. Com tantas dúvidas, promotores e procuradores, tanto do grupo de Zaque, que acaba de chegar ao poder no órgão, quanto de correntes contrárias, não escondem o desconforto com a situação.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Atento (2) | Domingo, 10 de Fevereiro de 2019, 14h05
    2
    2

    Todos os indicados, deverão de alguma forma, e em algum momento, estabelecer contato com os Parlamentares, para apoio à indicação. Certo ou errado, a norma Costitucional estabelece uma formatação de escolha, que pressupõe essa atuação do indicado. Não há "extranheza" (sic) alguma! A questão, logicamente, está na postura íntegra que o indicado sempre apresentou. Nos ultimos anos, atuou com vigor contra ilegalidades cometidas pelo Ex-Governador, o qual, é bom lembrar, teve o apoio do Dep. Gulherme M. para reeleição. O atual, evidentemente, foi eleito em oposição ao ex-Governador.

  • Atento | Sábado, 09 de Fevereiro de 2019, 07h53
    6
    5

    Nossa bem que achei estranho isso, ficou o tempo todo apontando o dedo prós deputados e agora pede voto. Em outra matéria fala que até pedir apoio para Janaina Riva ja foi, depois de tanto massacraram o pai dela. Intriga também o fato de detonar o ex governador e agora ganha a simpatia do atual. Extranho

  • Joao Aparecido | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 15h55
    9
    4

    A pouco vi que levantaram o nome de um Juiz para possível indicação. Pode até ser um bom nome.. mas, de onde venho, AS AÇÕES FALAM MAIS DO QUE PALAVRAS OU CURRICULUM (vide a situação de um ex-governador e um de um ex-magistrado federal que foi candidato). Por isso, a melhor indicação para essa atividade de fiscalização, que é tão ampla quanto aquela realizada pelo MPE (e nisso a matéria está equivocada), deve ser de uma pessoa que está há anos combatendo os desvios de dinheiro aqui no Estado... é só pesquisar no GOOGLE, digita lá Mauro Zaque e veja o que aparece. Aconselho também pesquisar a funçao do TCE. Lembre-se que antes da Sra. Dilma cair, o TCU foi quem deu o primeiro passo, com um parecer contrário a aprovação das contas.

Matéria(s) relacionada(s):

Vereadores de Acorizal agora com VI

A Câmara Municipal de Acorizal resolveu seguir as demais e instituir verba indenizatória não apenas para os seus nove vereadores. Incluiu também no benefício financeiro ocupantes de diversos cargos. Agora, além do salário, cada parlamentar terá direito a R$ 1,5 mil mensal. E quem ocupa a presidência da Mesa receberá R$ 2 mil. Os vereadores alegam que essa verba tem caráter ressarcitório do exercício da...

Prefeito "estoura" limite da lei fiscal

asiel alt floresta   O prefeito de Alta Floresta, Asiel Bezerra (foto), do MDB, recebeu alerta do conselheiro Guilherme Maluf sobre descontrole dos gastos, principalmente com a folha de pessoal. Debruçada nos relatórios, a Secretaria de Controle Externo de Receitas de Governo do TCE constatou que as despesas com pessoal atingiram...

Trâmites para alugar carros à Câmara

misael galvao curtinha   Diferente dos antecessores, que omitiam informações, principalmente em relação a medidas consideradas impopulares, o presidente da Câmara de Cuiabá Misael Galvão (foto), numa demonstração de transparência e de coragem para enfrentar críticas,...

Silval é chamado de ladrão no Fórum

silval_curtinha   O ex-governador Silval Barbosa, que hoje ganhou o direito ao regime semiaberto, foi hostilizado por populares no Fórum de Cuiabá. Um homem, que estava no corredor, que dá acesso às salas onde acontecem às audiências, gritou: “Silval, ladrão”. Jornalistas chegaram a...

Jayme é simpático à reeleição de EP

jayme campos curtinha   Jayme Campos (foto) vai comprar briga interna no DEM em defesa da reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro. Mas o núcleo ligado ao governador Mauro Mendes não é muito simpático a essa ideia. Numa reunião recente, com participação de Mauro Carvalho,...

Busca de brecha para demitir efetivos

A briga do governador Mauro Mendes com servidores, especialmente da Educação, que cruzam os braços na próxima segunda, tende não só se acirrar, como trazer consequências quase inimagináveis. O Executivo já anunciou que vai exugar 20% dos cargos comissionados e que, se necessário, pode demitir até efetivos, o que hoje seria impossível por causa de leis que asseguram estabilidade no serviço público....

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.