ECONOMIA E AGRO

Quinta-Feira, 28 de Novembro de 2019, 17h:45 | Atualizado: 28/11/2019, 17h:53

Ferronorte

Após decisão em prol da Rumo, ferrovia será ampliada e vai passar por Cuiabá

Assessoria

Rumo vag�es ferrovia

Rumo Logística tem projeto de expansão da Ferronorte, de Rondonópolis até Nova Mutum

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou a antecipação de renovação da concessão da Malha Paulista. A medida era uma condição estabelecida pela Rumo Logística para dar continuidade ao projeto de expansão da Ferronorte, de Rondonópolis até Nova Mutum, passando por Cuiabá. 

O projeto já faz parte das premissas estabelecidas pela empresa neste ano, e comunicada como fato relevante aos investidores. Entre as projeções da Rumo está o aumento da capacidade de transporte por meio dos investimentos previstos na Malha Paulista e na expansão da Ferronorte.

De modo estratégico, a ampliação da capacidade de transporte da empresa pela Malha Paulista deve passar de 35 para 75 milhões toneladas. Grande parte deste volume deve vir de Mato Grosso, cujas projeções é de aumento significativo na produção agrícola nos próximos anos. 

“Podemos dizer que hoje é um dia importante para o desenvolvimento da nossa logística de transporte no Brasil e também para Mato Grosso”, comemorou o senador Wellington Fagundes (PL), que preside a Frente Parlamentar de Logística e Infraestrutura (Frenlogi). Ele acompanhou a sessão no TCU, cujo processo foi relatado pelo conselheiro Augusto Nardes. A aprovação ocorreu por unanimidade e foi realizada nesta quarta (27). 

A antecipação da renovação da outorga da Malha Paulista vai garantir que a Rumo fique por mais 30 anos na administração da ferrovia. O contrato a ser renovado só terminará apenas em dezembro de 2028. 

Wellington explica que, atualmente, 100% da capacidade do transporte da Ferronorte está tomada. “Não tem como ampliar. Por isso, trabalhamos de forma conjunta, com apoio de toda a bancada, com participação incisiva do senador Jayme Campos (DEM), para que houvesse essa antecipação, que abre espaço para a concessão chegar até Cuiabá e depois ao Nortão do Estado”.

Por meio de nota, a Rumo ressalta que agora, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) fará os ajustes solicitados pelo TCU, para que o contrato possa ser estendido até 2058. A assinatura do contrato com o Ministério da Infraestrutura viabilizará um aporte de cerca de R$ 7 bilhões em obras de redução de conflitos urbanos e expansão de capacidade, entre outros investimentos na ferrovia que corta o estado de São Paulo até o Porto de Santos.

"Com isso, haverá um aumento de 150% de capacidade de transporte na Malha Paulista – de 30 milhões de toneladas para 75 milhões de toneladas anuais. Esse ganho elevará a eficiência de escoamento do agronegócio brasileiro e a movimentação de produtos industriais pelo interior do País".

De acordo com a Rumo, a expansão da Malha Norte, que atravessa o Mato Grosso e forma com a Paulista o mais importante corredor logístico-ferroviário do Brasil, representa uma etapa posterior à prorrogação antecipada da Malha Paulista. "Após a assinatura do contrato, a concessionária envidará esforços para viabilizar a extensão da Malha Norte, que é outro contrato de concessão".

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Marcelo | Sexta-Feira, 29 de Novembro de 2019, 07h47
    2
    2

    O título está mostrando algo bem deferente do que o texto. A decisão trata especificamente do trecho paulista. A expansão em MT continua sendo uma esperança, mas que depende de outros aspectos de um processo envolvendo a perda da possibilidade de expansão pela ALL, antecessora da RUMO. Existem outros dói projetos bem mais desenvolvidos em desenvolvimento pelo Governo Federal, a FICO e a FERROGRÃO, que partirão da mesma região ou seja LUCAS DO RIO VERDE. Queremos a solução do transporte para nossa produção e assim reduzir fretes e custos de produção, mas precisamos ter políticos sinceros entre nossos representantes.

Matéria(s) relacionada(s):

Acerto pra Pivetta se filiar ao Podemos

alvaro dias curtinha   Mais uma demonstração de que o senador Álvaro Dias (foto), líder do Podemos no Congresso, está ignorando a pré-candidatura ao Senado do seu próprio colega de partido, deputado José Medeiros. Álvaro já acertou com Pivetta apoio na disputa à...

Critério para definir candidatura em VG

fabio tardin 400 curtinha   O presidente da Câmara de Várzea Grande e filiado ao DEM, Fabinho Tardin (foto), sonha com a cadeira de prefeito, mas não tem apoio dos Campos para concorrer à sucessão municipal. Como Lucimar Campos não pode buscar o terceiro mandato seguidamente, o grupo liderado pelo senador...

Prefeito de Lacerda, projeto e derrota

alcino curtinha 400 pontes e lacerda   O prefeito de Pontes e Lacerda, Alcino Pereira Barcelos (foto), resolveu dar de ombro para a Câmara Municipal sobre um projeto de grande alcance social e perdeu feio na queda-de-braço. Contrariando a vontade do prefeito, os vereadores aprovaram a proposta, apresentada pelos colegas Pedro Vieira e...

MPE antes e depois de Maluf no TCE

jose antonio borges 400 curtinha   Antes, membros do MPE fizeram esforço para impedir a nomeação de Guilherme Maluf como conselheiro do TCE, sob argumento de que não detinha notório saber jurídico, contábil, econômico e financeiro e ainda carrega vários processos judiciais nos ombros....

Fatura por média e multa à Energisa

thiago 400 ager curtinha   Após fiscalização no 2º semestre do ano passado, a Ager-MT multou em R$ 14,4 milhões a Energisa. Descobriu-se irregularidades na área comercial da concessionária de energia. Thiago Bernardes (foto), coordenador Regulador de Energia da Agência, explica que, no trabalho...

PS-VG e revolta por falta de médicos

marcondes curtinha 400   Principal calcanhar de Aquiles do 2º maior município do Estado, que registra hoje cerca de 200 mil habitantes, o Pronto Socorro de Várzea Grande não está recebendo pacientes ortopédicos e nem ginecológicos em sua porta de entrada. É que a unidade não tem...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.