ECONOMIA E AGRO

Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2015, 08h:45 | Atualizado: 03/12/2015, 09h:01

SAIA JUSTA

Aprosoja questiona necessidade de seguro para liberação de crédito

Reprodução

milho_1

Produtores são obrigados a comprar o seguro rural, mesmo quando não desejam essa aquisição

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) cobra explicações do Banco do Brasil sobre a obrigatoriedade da contratação do seguro rural para custeio da safra de milho 2016.

Em oficio enviado nesta quarta (02), a entidade alega que em setembro foi publicado um informe técnico em conjunto com o Banco esclarecendo sobre os mecanismos mitigadores de risco, tais como contratos de venda antecipada, penhora de bens e a opção de contratar ou não o seguro. 

No entanto, apesar dos esclarecimentos, muitos produtores são obrigados a comprar o seguro rural, mesmo quando não desejam essa aquisição.

“Estamos recebendo inúmeras reclamações de associados quanto ao fato de que as agências têm vinculado a concessão de crédito de custeio à aquisição de seguro rural, descumprindo as orientações do informe técnico. Além disso, outros mecanismos de mitigação de risco não têm sido adotados, nem aceitos”, ressalta Adolfo Petry, coordenador da comissão de Política Agrícola da Aprosoja. 

No documento, a associação questiona se o seguro rural é obrigatório ou não, se o banco utiliza outros mecanismos para mitigação de riscos e quais são os critérios para análise de crédito dos produtores, inclusive levando em consideração as diferenças regionais. 

O produtor rural e delegado da Aprosoja em Nova Mutum, César Martins, disse que ajudou na divulgação de reuniões do Banco do Brasil no município para falar com os agricultores sobre os custeios. Porém, observa um descompasso entre o que foi divulgado e a prática e considera preocupante a situação. “A partir do momento em que o banco assina um documento dizendo que serão aceitos outros mecanismos para oferta de garantia nos contratos de custeio, mas obriga o produtor a comprar seguro rural, dizendo que é obrigatório, ele descumpre o que diz a lei, o próprio informe técnico, e pior, deixa a imagem de que não respeita o produtor rural”, diz. 

O gerente de Negócios Agro do banco em Mato Grosso, Osvaldo Fioravanti Biazzi, disse em uma reunião na semana passada com a comissão de Política Agrícola da associação, que todos os gerentes das agências do Banco do Brasil receberam a orientação de que o seguro rural não é condição para aprovação de crédito agrícola. 

Mas, segundo Petry, não é esta situação que os associados têm relatado. “Queremos explicações para este descumprimento e precisamos entender de uma vez por todas quais são as exigências para a contratação do custeio”, finaliza. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Selo Amiga dos Animais pra empresas

misael galvao 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), vai conceder o selo Amiga dos Animais para 20 empresas. Até o final do ano será realizada uma sessão solene para condecorar representantes dessas empresas. E também estão previstos a entrega da Ordem do Mérito...

Fecomércio vai à AL por menos ICMS

jose wenceslau 400 curtinha   O presidente da Fecomércio, José Wenceslau Souza Junior (foto), revelou nesta quarta, numa live ao RDTV, tv web do portal Rdnews, que vai procurar os deputados para reabrir o debate sobre a pesada carga tributária praticada em MT. Ele recorda que no final de 2019, o governo estadual alardeava que...

Gestores multados por irregularidades

arivaldo 400 curtinha   Dezenas de prefeitos e ex-gestores estão sendo multados por não enviar ao TCE prestação de contas periódica, informações e documentos obrigatórios, o que é considerado falha grave. Arivaldo Medeiros de Santana (foto), prefeito de São José do Povo,...

O "pai" da destruição de documentos

jose riva 400 curtinha   Na sua delação premiada, o ex-presidente da AL, José Riva (foto), acusa o presidente do TCE, Guilherme Maluf, de ter sumido com provas que incriminavam deputados quanto ao uso de suprimentos de fundos e verba indenizatória. Só que para o MPE, foi o próprio Riva quem organizou um...

DEM dividido e quase no colo de EP

emanuel pinheiro 400 curtinha   Num almoço na casa do prefeito Emanuel Pinheiro (foto), nesta quarta, lideranças da alta cúpula do DEM de Cuiabá e Várzea Grande discutiram possível apoio à reeleição do emedebista. Essa aproximação fere de morte o Palácio...

PT, ensaio e chapa branca em Tangará

welton tangar� 400 curtinha   O PT, que já teve os vice-prefeitos José Jaconias e Zé Pequeno, estuda nem disputar a eleição majoritária em Tangará da Serra. Chegou a ensaiar uma pré-candidatura, mas parou no meio do caminho. Internamente, o partido discute lançar o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.