ECONOMIA E AGRO

Sábado, 28 de Março de 2020, 08h:52 | Atualizado: 30/03/2020, 11h:38

TEMPORÁRIO

Com 90% das reservas canceladas, 50% dos hotéis fecharão as portas no Estado

Diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Estado, metade da rede de hotéis de Mato Grosso está optando por encerrar às atividades por algum tempo. Isso porque, até 90% das reservas foram canceladas devido ao período de isolamento social necessário para contenção da doença. O mais recente em aderir a esta prática foi o Hotel Deville Prime Cuiabá que por meio de nota, informou que estão suspensos temporariamente os serviços de hotelaria.

Reprodução

Deville Prime Cuiab�

Referência no Estado, o hotel De Ville está localizado no Centro de Cuiabá e deve reabrir as portas apenas em maio; situação é bem semelhante no interior

A previsão é que o hotel reabra ao público no dia 4 de maio. De acordo com o gerente geral do hotel, Gerson Honório da Silva, a expectativa é em superar o momento atual que o mundo está passando. “Estamos certos que essa situação será superada, graças aos esforços de todas as pessoas e instituições”, afirma Gerson.

Em entrevista ao , o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Mato Grosso (ABIH) disse que a Rede Hoteleira de Cuiabá e do interior do Estado, vinha desde o início do mês de março com uma ocupação média entorno de 60% a 70%. Hoje, a situação é diferente, uma vez que, 90% da das reservas programadas foram canceladas.

Atualmente, a ocupação dos hotéis hoje em Mato Grosso gira em torno de 10%. De acordo com o presidente, essa porcentagem não consegue manter um hotel funcionando. Diante disso, 50% da rede hoteleira de Cuiabá e 70% dos hotéis do interior do Estado estão resolvendo suspender temporariamente suas atividades.

“A maioria dos hotéis está concedendo férias individuais ou coletivas, antecipação de férias, compensação de feriados, tudo pra resguardar o emprego e as vidas dos empregados. Hoje, é melhor nós cumprirmos a recomendação do isolamento social e cada colaborador ficar em sua casa”, afirma Jack Abboudi.

A previsão do setor é que boa parte dos hotéis retornem às atividades no início do mês de maio. O presidente ainda afirma que a rede hoteleira do Estado depende de público das grandes regiões do Brasil, como por exemplo, São Paulo e Rio de Janeiro.

De acordo com Jack, o setor na Grande Cuiabá comporta um total de 12 mil leitos. Já no Estado, o número é entorno de 650 hotéis, gerando aproximadamente, 15 mil empregos em Mato Grosso.

Segundo o presidente da ABIH, o setor já prevê possíveis demissões, mas, ainda é cedo para em falar em perdas, ou prejuízos financeiros. ”Nós estamos esperando medidas do governo federal que possa amparar nossa folha de pagamento. Algumas medidas como isenção de impostos na esfera federal, estadual e municipal já estão acontecendo, que também possa nos favorecer de certa forma. Nós esperamos passar esta fase e voltar às nossas vidas normais”, conclui Jack Abboudi.

Sobre a Rede Deville

Com uma localização estratégica, o Deville Prime Cuiabá está localizado no bairro Centro Norte, na Capital. De acordo com a nota, o hotel é uma referência em hospedagem, que dispõe de excelente estrutura e serviços especiais para garantir a melhor estadia para o hóspede que está a trabalho ou a lazer.

A Rede Deville começou suas atividades com o Hotel Deville Colonial, no centro de Curitiba. Desde então, vem crescendo e se consolidando como um dos principais grupos hoteleiros do País. Atualmente, atua como operador e investidor nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste, com nove hotéis, aproximadamente 1.500 acomodações e mais de 1.100 funcionários.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

Priminho Riva deve disputar em Juara

priminho riva 400 curtinha   Dezesseis anos depois de comandar Juara por dois mandatos (1997 a 2004), Priminho Riva (foto) está de volta. Filiado ao PR, ele deve concorrer a prefeito. Político bastante popular e carismático, tende a enfrentar um páreo duro com dois nomes considerados fortes, o do ex-vice e que se tornou...

Contas de prefeita são reprovadas

thelma 400 curtinha   As contas de 2018 da prefeita chapadense Thelma de Oliveira (foto), do segundo ano de mandato, foram reprovadas pelo TCE-MT. Agora, cabe à Câmara Municipal aprová-las ou rejeitá-las. Em seu parecer, o conselheiro interino João Batista apontou 15 irregularidades, sendo 11 delas sobre...

Prefeitos têm de trocar apadrinhados

kleber varzea grande 400 curtinha   Com a decisão do TJ-MT de considerar inconstitucional controlador-geral das prefeituras fora dos quadros efetivos de auditor municipal, muitos prefeitos terão de exonerar seus indicados políticos, vindo a escolher profissionais de carreira, assim como já se tornou prática na...

Controlador-geral agora só de carreira

angelo 400 curtinha   Uma decisão desta quinta do TJ, que julgou procedente, inclusive por unanimidade, uma ADIN proposta pela Associação dos Auditores e Controladores Internos do Estado (Audicom), presidida por Angelo Oliveira (foto), acaba, na prática, com os chamados controladores-gerais dos municípios...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.