ECONOMIA E AGRO

Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 16h:08 | Atualizado: 18/11/2019, 16h:20

taxa anual

Com aumento de 13%, MT é o 2º Estado em desmatamento da Amazônia Legal

Christiano Antonucci

Desmatamento

Área desmatada em MT entre julho de 2018 e agosto de 2019 equivale a 235,9 mil campos de futebol, segundo Inpe

O desmatamento na Amazônia Legal cresceu 30% entre julho de 2018 e agosto de 2019, na comparação com igual período do ano anterior, totalizando 9,7 mil km quadrados de mata derrubada. Mato Grosso foi o segundo maior Estado da região, que mais contribuiu com o indicador negativo no intervalo, com 1,6 mil km quadrados, volume 13% maior que no ano anterior. A área desmatada no Estado equivale a 235,9 mil campos de futebol.

Os dados são da Taxa Prodes Amazônia, divulgada nesta segunda (18) pelo Inpe, que monitora o desmatamento na Amazônia desde 2004, que foi o ano com maior índice de derrubadas da floresta Amazônica, com 27,7 mil km quadrados. Naquele ano, Mato Grosso desmatou 11,8 mil km quadrados.

“Este cenário demonstra o enorme desafio que é a salvaguarda das nossas áreas de floresta”, avaliou Alice Thuault, diretora adjunta do Instituto Centro de Vida (ICV). Em 2018, cerca de 90% do desmatamento nos biomas Amazônia e Cerrado no Estado foi ilegal.

Alice diz ainda que o problema precisa ser enfrentado com políticas públicas e fiscalização, fator que causa alerta, já que a equipe responsável por isso na secretaria de Meio Ambiente (Sema), conta apenas com 17 analistas de meio ambiente. “Esperamos que o novo sistema de monitoramento implementado no Estado e o reforço da fiscalização implementado a partir daí possam zerar a ilegalidade”.

A especialista diz ainda que no âmbito federal, houve redução significativa do número de autos de infração por danos a flora em 2019. Entre janeiro e agosto, o órgão emitiu 299 autos por crimes contra a flora, o que representa uma redução de 36% em relação ao mesmo período do ano anterior.

“Para um Estado que consolidou um posicionamento de vanguarda, com uma série de avanços em termos de transparência, monitoramento e gestão ambiental, é urgente conseguirmos reverter essa situação”, concluiu.

Nos últimos 15 anos, Mato Grosso conseguiu reduzir em 86% o índice de desmatamento na comparação com 2004, mas isso não significa algo inteiramente positivo, já que em média o Estado derruba 1,5 mil km quadrados de floresta todos os anos.

No período analisado pelo Prodes, o Estado que mais teve aumento no desmatamento na comparação com o ano anterior foi o Pará, que derrubou 3,8 mil km quadrados de floresta, 41% a mais que no ano anterior.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Agonandra | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 17h47
    1
    0

    ISSO TUDO É RESULTADO DA APROVAÇÃO PELOS DEPUTADOS MADEIREIROS DO PROJETO DE LEI - 48/2019 QUE AMPLIA O LIMITE PARA DESMATAR.

  • Maria | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 17h26
    2
    0

    A REALIDADE É UMA SÓ, A FLORESTA DO ESTADO DE MATO-GROSSO VEM SOFRENDO BASTANTE COM O DESMATAMENTO ILEGAL A MUITO TEMPO. A BUSCA INCESSANTE PELO LUCRO A CORRUPÇÃO E O COMODISMO DAS NOSSAS AUTORIDADES SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DESTE TRÁGICO PROBLEMA, E TAMBÉM A PORTA DO ESTADO ESTÁ ABERTA ( SEM FISCALIZAÇÃO ) PARA O TRANSPORTE DE MADEIRAS COMO A CASTANHEIRA (PROIBIDA DE CORTE) E TANTAS OUTRAS, E AINDA MAIS A FISCALIZAÇÃO E A IDENTIFICAÇÃO DE MADEIRAS SEMPRE INCOMODOU E INCOMODA A MAIORIA DOS DEPUTADOS O GOVERNO E AQUELAS MADEIREIRAS QUE QUEREM ANDAR NA ILEGALIDADE, A FLORESTA NÃO É SÓ PARA A PRESENTE GERAÇÃO MAIS TAMBÉM PARA AS FUTURAS GERAÇÕES.

Matéria(s) relacionada(s):

Título de Cidadã para senadora goiana

janaina riva 400 curtinha   A Assembleia fará sessão solene nestes últimos dias de 2019 para prestar homenagem a várias personalidades de diferentes segmentos e profissões. Uma das que serão condecoradas com o Título de Cidadã Mato-Grossense é a goiana Kátia Regina de Abreu,...

Francis sem os vereadores do partido

cesare 400 curtinha vereador caceres   A administração Francis Maris em Cáceres se tornou tão emblemática que perdeu apoio dos dois únicos vereadores do seu partido, o PSDB, na Câmara Municipal. Os tucanos Valdeniria Dutra e Claudio Henrique integram hoje o bloco de oposição ao prefeito,...

Gilberto prestigia sobrinho na Câmara

marcelo oliveira 400 curtinha   Depois de 11 meses sem pisar os pés na Câmara Municipal de Cuiabá, o vereador licenciado Gilberto Figueiredo, secretário estadual de Saúde e um dos pré-candidatos a prefeito do grupo do governador Mauro, apareceu neste sábado na sede do Legislativo, no ato que marcou a...

Suplente que terá 2 anos de mandato

adilton da levante 400 curtinha   Derrotado à reeleição em 2016, Adilson da Levante (foto) reassumiu cadeira de vereador pela Capital desde janeiro deste ano e deve prosseguir no cargo até o final do mandato, em dezembro de 2020. É que o titular Gilberto Figueiredo, que se elegeu pelo PSB e vai migrar para o DEM,...

PSDB veta Taques e vai priorizar Leitão

paulo borges 400 curtinha   O comando regional do PSDB não vai dar chance para Pedro Taques, caso este ensaie concorrer ao Senado com a provável suplementar, já no início de 2020 com a iminente cassação do mandato de Selma. Embora tenha dito que hoje se dedica à advocacia e à vida de professor...

Histórico de não que depois vira sim

blairo maggi 400 curtinha   Mesmo Blairo Maggi (PP) falando para todos que não será candidato ao Senado, na eleição suplementar de 2020 com a provável cassação de Selma, ninguém acredita. Nem aqueles que fazem parte dos grupos criados pelo próprio ex-governador e ex-senador. Em outros...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.