ECONOMIA E AGRO

Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 18h:20 | Atualizado: 14/08/2019, 18h:27

SEMA

Mauren defende projeto de licenciamento ambiental duramente repudiado por ONGs

Mayke Toscano

Mauren Lazzaretti

Mauren Lazzaretti, de Meio Ambiente, em coletiva à imprensa para falar do lançamento do sistema Imagens Planet

Apesar das organizações ambientais declararem que o relatório do deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) em relação ao projeto de lei do novo licenciamento ambiental ter transformado o licenciamento em regra e não em exceção, a secretária de Meio Ambiente do Estado (Sema) Mauren Lazzaretti defende que a flexibilização da licitação será adequada.

A secretária avalia que existe desconhecimento e distorção na interpretação do projeto. “Nenhum Estado defende que exista uma liberalização do licenciamento. O que nós pedimos e defendemos é que a legislação trate de forma distinta os empreendimentos e seus potenciais poluidores. Hoje a gente licencia da mesma forma empreendimentos de pequeno e de alto impacto. O que nós precisamos compreender é que esses empreendimentos precisam ser licenciados de forma distinta”.

Mauren defende que já existe maturidade suficiente dos órgãos licenciadores, sejam os federais, estaduais e municipais, para compreender que alguns licenciamentos exigem menos esforço e outros mais. Para a secretária, a flexibilização proposta no PL deve contemplar essa diferença.

“Alguns pontos da Lei podem ser polêmicos e gerar conflito de interesse. O cerne da legislação é trazer mecanismos diferentes. Adesão e compromisso para atividade de pequeno impacto e licenciamento com Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) e licenciamento ambiental trifásico para aqueles que são de alto impacto. É isso o que defendemos, tratar de forma distinta aqueles que são distintos e não fazer flexibilização irresponsável, isso de fato, nenhum órgão estadual da Associação Brasileira dos Órgãos Estaduais de Meio Ambiente (Abema) defende”, aponta.

Entre as partes consideradas como “problemas graves” pelas 86 entidades que defendem o meio ambiente, e que subscreveram uma nota de repúdio contra o relatório de Kataguiri nesta terça (13),  está a possibilidade de adesão e compromisso que passa a ser regra para todos os empreendimentos com baixo impacto. Por outro lado, ficaram excluídos do relatório os impacto classificados como indiretos do licenciamento ambiental.

Outro ponto tratado pelo relator é a criação do autolicenciamento para ampliação e pavimentação de rodovias, inclusive na Amazônia, além da dispensa de licenciamento para atividades agropecuárias, sob a justificativa que o Cadastro Ambiental Rural (CAR) já funciona como autorização. O PL 3.729, que tramita na Câmara desde 2004, deverá ser votado ainda este mês. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.