ECONOMIA E AGRO

Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019, 16h:36 | Atualizado: 12/12/2019, 16h:41

COP 25

Na Espanha, Pivetta fala de tolerância zero ao desmate em MT

Assessoria

Otaviano Pivetta em mesa redonda na COP25

Otaviano Pivetta fala durante a Mesa Redonda organizada pelo Instituto Earth Innovation

O Governo de Mato Grosso apresentou as experiências das parcerias para a implementação de políticas contra o desmatamento ilegal e as iniciativas para manter a floresta em pé no Estado, durante mais um dia da COP25, a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, realizada em Madri, Espanha.

O vice-governador Otaviano Pivetta (PDT) foi enfático, mais de uma vez durante os debates, ao defender "desmatamento ilegal zero e que não será permitido pela gestão do governo de Mato Grosso". A exposição foi feita durante a Mesa Redonda organizada pelo Instituto Earth Innovation que buscou discutir alternativas para um Brasil Moderno, Verde e Sustentável.

Apesar da perspectiva positiva apresentada pelo vice-governador, o Estado apresentou aumento de 30% no desmatamento da floresta Amazônica entre os meses de julho de 2018 e agosto de 2019, conforme divulgado pelo Prodes/Inpe.

Entre os interesses do Estado na COP25 está a captação de recursos por meio da Estratégia Produzir, Conservar e Incluir (PCI), lançada na COP 21, realizada em Paris.

Pivetta contou que o marco da mudança sobre política ambiental no Estado se deu após a eleição do ex-governador Blairo Maggi, em 2002, quando a imagem dele como produtor de soja foi exposta ao mundo de forma negativa, ao lhe entregarem o símbolo da "Motoserra de Ouro".

"Na expectativa de reverter essa imagem negativa para o Estado de Mato Grosso, foi lançado um programa em Lucas do Rio Verde para acabar com a ilegalidade e o desmatamento. Na época eu era prefeito, gestor público. Essa iniciativa foi trazida para o Estado e implementada como o MT Legal", explicou Pivetta.

O vice-governador argumenta que o produtor rural não quer destruir o meio ambiente. “Ele sabe que sua maior riqueza é o ambiente. Ali está o resultado da sua produção. Então, hoje, o que se prega no Mato Grosso é que o desmatamento ilegal tem que ser zero", disse.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Talisia | Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019, 18h48
    3
    0

    SENHOR VICE-GOVERNADOR TEM DE FALAR A VERDADE NÃO FICAR COM CONVERSA FIDA, POIS O GOVERNADOR COM A MAIORIA DOS DEPUTADOS VIVEM LEGISLANDO A FAVOR DAS CAUSAS PRÓPRIA, ISTO É REVOGANDO LEI DA FISCALIZAÇÃO DE DEFESA DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS DO INDEA COM MAIS DE 40 anos. E TAMBÉM CRIANDO LEIS QUE AMPLIA O LIMITE PARA DESMATAR, TUDO ISSO É SIMPLESMENTE PARA AFROUXAR A FISCALIZAÇÃO DO DESMATAMENTO ILEGAIS E DO TRANSPORTE DE MADEIRAS ILEGAIS COMO A CASTANHEIRA, O PIQUI E A SERINGUEIRA PROIBIDAS DE CORTE E TANTAS OUTRAS.

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

Binotti, a popularidade e a oposição

luiz binotti 400 curtinha   O grupo político do hoje vice-governador Otaviano Pivetta, que comandou Lucas do Rio Verde por mais de duas décadas, terá dificuldades para reconquistar o comando local no pleito deste ano. O pré-candidato Marino Franz, que foi vice de Pivetta e depois prefeito, será o...

Um mês no Senado e com um projeto

carlos favaro 400 curtinha   Em um mês como senador, Carlos Fávaro (foto), oficialmente com 12 assessores, por enquanto, fez dois pronunciamentos da tribuna, não atua na relatoria de nenhuma propositura e apresentou um projeto, justamente o que pede socorro financeiro a um dos setores do agronegócio, o algodoeiro. Na...

Desagregador luta pra retornar à Ager

fabio calmon 400   Fábio Calmon (foto), que foi adjunto da Sinfra no Governo Taques e depois nomeado presidente da Ager-MT, não desiste da Agência, mesmo sabendo que ali se tornou uma pessoa non grata por uma série de situações. Foi carimbado de incompetente, burocrata, arrogante e desagregador. O governador...

Oportunismo e na defesa de Bolsonaro

niuan ribeiro curtinha 400   Niuan Ribeiro (foto), presidente do Podemos em MT, agora virou defensor do Governo Bolsonaro. Eis o que o vice-prefeito de Cuiabá escreveu no Instagram, em postagem acompanhada de sua foto, sobre o conteúdo da reunião ministerial de 22 de abril que expôs várias faces do governo. "Apesar...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.