ECONOMIA

Sexta-Feira, 04 de Maio de 2018, 17h:23 | Atualizado: 04/05/2018, 17h:28

AGRONEGÓCIO

Colheita da soja safra 17/18 é finalizada em 9,4 milhões de ha do Estado, diz Imea

Reprodução

colheita

Avanço da colehita na semana foi de 0,01 ponto porcentual em área cultivada com soja em MT de 9,4 milhões de ha

A colheita da safra de soja 2017/18 foi concluída em Mato Grosso, apontou o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) nesta sexta (4). O avanço na semana foi de 0,01 ponto porcentual ante a semana passada. No ano passado, a retirada dos grãos foi concluída na mesma semana. A área cultivada com soja em Mato Grosso foi de 9,4 milhões de hectares.

Uma medida consta na Instrução Normativa Conjunta nº 002/2015, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec-MT) e do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) determinado o fim da colheita da safra da oleaginosa.

Após a data estabelecida, todas as áreas cultivadas com soja deverão estar colhidas, podendo permanecer somente as plantas de soja guaxa ou de germinação espontânea de grãos oriundos das perdas da colheita, até a data estabelecida para o início do vazio sanitário em 15 de junho.

De acordo com o relatório de acompanhamento de colheita publicado em 20 de abril, pelo Imea, 99,94% da área plantada de soja já havia sido colhida.

Vazio sanitário

O produtor rural também precisa ficar atento ao período do vazio sanitário, de 15 de junho a 15 de setembro, que visa à segurança fitossanitária, prevenção e controle da ferrugem asiática da soja no estado.

Durante esse período, não é permitida a existência de plantas vivas de soja, sejam cultivadas ou “guaxas”. Isso inclui as plantas vivas de soja ao redor dos armazéns e à beira das estradas e ferrovias dentro da área de domínio do produtor.

O fungo Phakopsora pachyrhizi ataca a planta de soja causando a desfolha precoce, impedindo a completa formação dos grãos e, consequentemente, reduzir a produtividade e causa prejuízos econômicos.

A multa para quem descumprir o período do vazio sanitário é de 30 Unidade Padrão Fiscal (UPF-MT), mais 2 UPFs por hectare de planta não eliminada. O valor da UPF pode ser consultado no site da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT).

O descumprimento do vazio sanitário da soja pode ser denunciado à Ouvidoria do Indea, pelo telefone 0800 647 9990. (Com Governo de MT)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS