ECONOMIA E AGRO

Quinta-Feira, 21 de Maio de 2020, 19h:07 | Atualizado: 21/05/2020, 19h:07

60 DIAS DE FECHAMENTO

Donos de restaurantes se reúnem com prefeito e pedem retomada do setor

Da assessoria

Emanuel reuni�o remota com empres�rios

Prefeito de Cuiabá, Emamuel Pinheiro, faz reunião por teleconferência com representantes de bares e restaurantes; ainda não há data fixa para reabertura

Após o protesto do dia 18 de maio, quando empresários e funcionários de diversos  setores como academias, bares, restaurantes e lojas de shoppings foram às ruas de Cuiabá pedindo a abertura dos estabelecimentos, o prefeito Emanuel Pinheiro realizou, nesta quinta (21), uma nova reunião com representantes das categorias econômicas. Porém, ainda não há data definida para a retomada do funcionamento do segmento na Capital, que está há 60 dias fechado. 

Por meio de videoconferência, o chefe do Executivo debateu com os setores de restaurantes, bares e similares soluções para uma futura abertura segura dos estabelecimentos instalados na Capital.

A suspensão do funcionamento desse segmento comercial foi uma das medidas adotadas pela Prefeitura de Cuiabá como medida de combate a proliferação do contágio do novo coronavírus (Covid-19). Na reunião, o prefeito destacou que o Município está fazendo um rigoroso monitoramento da evolução da pandemia e trabalha para garantir que a reabertura aconteça com a maior segurança possível, assim como feito com outros segmentos. 

Nosso setor está há 60 dias fechado e beirando ao caos, a ponto de 40% do segmento não conseguir voltar

Presidente da Abrasel, Lorena Bezerra

"Estamos dependendo de um confronto de informações, da garantia de que os indicadores irão se manter positivos. Não somos insensíveis à causa e não temos interesse algum em manter esses estabelecimentos fechados. Até porque, isso resulta em um prejuízo enorme na arrecadação do Município. Cuiabá é uma cidade pujante, viva, com bares e restaurantes que ajudam a construir essa característica", comentou o gestor. 

Durante o protesto, a categoria defendeu a "reabertura consciente" das empresas, alegou risco de fechamento definitivo e desemprego.

Na ocasião, em entrevista ao , a presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), em Cuiabá, Lorena Bezerra, explicou que a principal reivindicação do segmento é para que eles voltem a trabalhar porque muitos restaurantes não terão como se manter.

 “Nosso setor está há 60 dias fechado e beirando ao caos, a ponto de 40% do segmento não conseguir voltar. O restaurante Confrade mesmo foi um dos que fecharam, está há mais de 20 anos no mercado”, lamentou Lorena.

Retomada gradual

Desde o dia 27 de abril, as atividades econômicas vêm retomando o funcionamento, com datas e horários alternativos. O retorno gradual é feito com base em um plano estratégico montado em parceria com o setor produtivo. 

A volta aos trabalho é regulamentada pelo decreto nº 7.886. Seguindo as determinações do documento, o segmento atacadista foi o primeiro a abrir as portas, no dia 27 de abril. Na sequência, no dia 04 de maio, foi a vez dos estabelecimento do grupo de prestadores de serviço. Além desses, no dia 11 de maio, o setor industrial também retomou o funcionamento.

"Entendemos que o prefeito está conduzindo muito bem essa situação. Cuiabá hoje é referência no Brasil e o Município está de parabéns pela atitudes, principalmente por manter esse ambiente democrático. Nosso desejo é que os bares e restaurantes sejam abertos com todos os cuidados necessários e que cada um dos comerciantes assine um termo de responsabilidade", relatou o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecormercio-MT), José Wenceslau de Souza Júnior. 

A reunião contou com a participação da Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Câmara de Dirigentes Logistas de Cuiabá (CDL), Sindicato dos Hoteis, Restaurantes, Bares e Similares de Mato Grosso, Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecormercio-MT). Representando a Câmara Municipal participaram o presidente da Casa, vereador Misael Galvão, e o vereador Renivaldo Nascimento.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • BELMIRO PEREIRA DA SILVA | Quinta-Feira, 21 de Maio de 2020, 23h33
    0
    0

    Tem que ter nutricionista e fiscalização da Vigilância sanitária.

Salgadinhos sim; caminhão pipa, não

humberto bolinha 400 curtinha   Em Guiratinga, o prefeito Humberto Domingos, o Bolinha (foto), resolveu homologar na última segunda, 1º de junho, processo licitatório para contratar uma empresa com vistas a fornecer salgadinhos nas 11 secretarias municipais. Vão ser gastos com salgados R$ 21,7 mil. No mesmo dia, Bolinha...

Nepotismo e demissão na gestão Pátio

leandro junqueira 400   Acuado pela notificação recomendatória do Ministério Público Estadual, o prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, não teve outra saída senão exonerar a servidora Renata Castilho Moreno do cargo comissionado de gerente do Departamento de Engenharia e...

Candidatíssima à vereadora em Cuiabá

gisele almeida 400 curtinha   A apresentadora de TV, Gisele Almeida (foto), vai mesmo encarar o teste das urnas como candidata à vereadora em Cuiabá. Irmã do ex-vereador, ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE, Sérgio Ricardo, ela não perde tempo nas articulações. Recentemente, recebeu no...

Quebra-cabeça para definir a chapa

eduardo botelho 400 curtinha   Eduardo Botelho (foto) está postergando ao máximo a definição dos nomes de sua chapa ao comando da Mesa Diretora. A eleição já acontece no dia 10, na próxima semana. Como 12 dos 24 deputados brigam por espaço, o presidente da Assembleia sabe que, ao final,...

Secretário terá de explicar contrato

alex vieira 400 curtinha   O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira (foto), tem dois dias para apresentar defesa ao TCE sobre uma representação da empresa F. M Paragas, propriedade de Fernando Marcelo, que apontou supostas irregularidades na contratação, por dispensa de...

Presidente da OAB e péssimo exemplo

leonardo campos 400 curtinha   Continua repercutindo muito mal, inclusive em âmbito nacional, o escândalo em que se envolveu Leonardo Campos, o Léo Capataz (foto), que acabou se afastando da presidência da OAB-MT. Deu um péssimo exemplo à sociedade. Ele foi parar na Delegacia, na semana passada, sob...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.