ECONOMIA E AGRO

Segunda-Feira, 16 de Novembro de 2015, 11h:28 | Atualizado: 16/11/2015, 11h:32

Embrapa e empresa indiana podem fazer acordo para produção de grãos

A empresa indiana UPL propôs nesta segunda-feira (16) à ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) um acordo de cooperação com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com objetivo de estimular a produção no Brasil dos chamados pulses – leguminosas em grãos, como grão de bico, lentilha e feijão.

A Índia importa anualmente 3,6 milhões de toneladas desses grãos e tem expectativa de chegar a 10 milhões em cinco anos. A proposta da UPL, que foi bem recebida pela ministra e pelo presidente da Embrapa, Mauricio Lopes, é desenvolver um programa de estímulo à produção de pulses, a fim de que produtores e empresas brasileiras ganhem capacidade de exportar para a Índia.

A reunião com os representantes da UPL ocorreu em Nova Deli e fez parte da extensa agenda que a ministra cumpre na Ásia para ampliar mercados e atrair investimentos estrangeiros ao Brasil. A delegação brasileira já esteve também na Arábia Saudita e nos Emirados Árabes e ainda passará pela China.

O governo indiano prevê que o consumo das leguminosas em grãos na Índia vai explodir nos próximos anos, e poucos países têm condições de suprir a demanda crescente da segunda nação mais populosa do mundo. Atualmente, o país importa pulses de países como Canadá e Austrália.

O presidente da Embrapa afirmou que o Brasil já cultiva grande quantidade dessas leguminosas, principalmente feijão comum e feijão-caupi, mas há potencial para incrementar a produção.

“Existe um potencial de melhoramento genético e de adaptação de variedades indianas que podem ser produzidas no Brasil, ajudando a avançar com maior rapidez para atender a esse grande déficit que existe no mercado indiano”, explicou Maurício Lopes.

A ministra afirmou que esta é uma oportunidade importante que beneficiará os produtores brasileiros e a população indiana. “Esse grande mercado que vai surgir nos próximos anos é uma grande oportunidade para o nosso agronegócio”, acrescentou.

Óleo de soja

Além da cooperação científica para as pulses, a UPL tem interesse em aumentar a compra de óleo de soja brasileiro. Atualmente, a empresa importa 13 milhões de toneladas de óleo bruto, sendo 3 milhões de soja – volume que foi triplicado de quatro anos para cá. A expectativa é que a quantidade alcance 10 milhões de toneladas em 2025.

“Esta é uma excelente oportunidade para os produtores de soja exportarem óleo para a Índia ou até mesmo trabalharem com estoque no país, uma vez que a demanda do mercado indiano é muito fragmentada”, observou Mauricio Lopes.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.