ECONOMIA E AGRO

Segunda-Feira, 29 de Junho de 2020, 15h:00 | Atualizado: 29/06/2020, 15h:00

ALIVIAR PATRIMÔNIO

Empresas podem vender dívidas para escapar da crise e recuperar o crédito

Reprodução

Dinheiros

O advogado especialista em recuperação judicial, Antônio Frange Júnior, explica que a venda de ativos estressados requer uma análise mais aprofundada

Empresas endividadas e que estão com patrimônio comprometido podem recorrer à venda de seus créditos inadimplentes como forma de ganhar fôlego para enfrentar a crise decorrente da pandemia do novo coronavírus. O chamado ativo estressado, ou distressed assets, é negociado por fundos especializados que compram dívida, pagam os credores e depois podem vender esse ativo recuperado.

Este tipo de operação se tornou viável com a implementação da Lei 11.101/2005, a Lei de Recuperação Judicial, que possibilitou a continuidade das atividades de empresas endividadas e a recuperação de seus ativos. Assim, o fundo atua como intermediário entre o recuperando e o credor, liquidando a dívida ativa com deságio e dando ao empresário a oportunidade de retirar a dívida do balanço patrimonial e aumentar sua capacidade de tomada de crédito.

O advogado especialista em recuperação judicial, Antônio Frange Júnior, explica que a venda de ativos estressados requer uma análise mais aprofundada por não ser uma opção vantajosa para todas as situações. “Por ser uma negociação que envolve a participação de fundos, requer um valor agregado maior para tornar a operação viável e despertar o interesse dos investidores”.

Operação de risco

Os fundos nestes casos atuam como investidores, pois adquirem os créditos quando estão desvalorizados, pagam os credores com maior poder de negociação, e vendem após a recuperação dos negócios. Por serem consideradas operações de risco, os custos também são maiores.

“A participação de um intermediário jurídico é indispensável para viabilizar a negociação. A empresa em recuperação judicial ou extrajudicial que opta pela venda de ativos estressados tem que ser acompanhada para garantir a readequação do negócio e retomada da capacidade financeira”, explica Frange Júnior.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Disputa a prefeito e apoio de Sachetti

 luizao_curtinha400   O empresário Luiz Homem de Carvalho, o Luizão (foto), ex-presidente da CDL de Rondonópolis, está mesmo determinado a encarar, pela primeira vez, o teste das urnas para prefeito. E inicia uma oposição dura à gestão Zé do Pátio, que buscará a...

Corrida de Teis no noticiário nacional

waldir teis 400 curtinha   As imagens que mostram o conselheiro afastado do TCE Waldir Teis (foto) descendo em alta velocidade as escadas de um prédio para jogar no lixo vários cheques rasgados que somavam R$ 450 mil ganharam o noticiário nacional, com destaque neste domingo em veículos, como Folha de S. Paulo, G1 e IG....

Esforço de ex-senadora para eleger 2

rafael ranalli curtinha 400   Eleita no pleito de 2018 e cassada em definitivo em abril deste ano, a ex-senadora Selma Arruda, presidente do Podemos de Cuiabá, pode deixar o partido após o processo eleitoral deste ano. Segundo informações, a juíza aposentada se afastaria da política partidária para...

6 parlamentares já foram infectados

wilson santos 400 curtinha   Desde o início da pandemia, em março, seis dos 24 deputados estaduais já testaram positivo para Covid-19. O último foi Wilson Santos (foto). Ele disse que recebeu medicação e está em isolamento. Observa que a doença está no início e segue trabalhando...

Pedido para TSE definir data da eleição

sebastiao carlos 400 curtinha   Na última quarta (2), um dia após a Câmara aprovar a PEC que adia as eleições municipais para 15 de novembro, André de Albuquerque Teixeira, advogado de Sebastião Carlos, que concorreu ao Senado e um dos que denunciaram Selma Arruda por crimes eleitorais, já...

Uma das apostas do PP para vereador

alex rodrigues 400 curtinha   O PP já tem no rol de possíveis eleitos a vereador em Cuiabá o jovem Alex Rodrigues (foto), de 31 anos. Filho do empresário Valúcio Rodrigues e sobrinho do secretário de Obras Públicas da Capital, Wanderlúcio Rodrigues, Alex criou uma comunidade com mais de mil...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.