ECONOMIA E AGRO

Terça-Feira, 25 de Junho de 2019, 19h:30 | Atualizado: 25/06/2019, 19h:36

MT PREJUDICADO

Governo federal "corta" R$ 26,5 mi de obras rodoviárias em MT e gera protesto

Assessoria

Wellington Fagundes e Tarc�sio de Freitas

Wellington Fagundes e ministro Tarcísio de Freitas em audiência pública na Comissão de Infraestrutura do Senado

Recursos previstos no Orçamento Geral da União destinados a obras rodoviárias em Mato Grosso foram remanejados pelo Ministério da Infraestrutura para atender “outras prioridades”, por meio de Portaria do Ministério da Economia e Planejamento. O ato, publicado no Diário Oficial da União, foi questionado pelo senador Wellington Fagundes (PR) junto ao ministro Tarcísio de Freitas, nesta terça (25), durante audiência pública realizada na Comissão de Infraestrutura do Senado.

Ao todo, foram remanejados R$ 26,5 milhões das obras em Mato Grosso. De acordo com a Portaria 144, foram retirados recursos para a duplicação da BR-163 no trecho entre Rondonópolis e Cuiabá, no valor de R$ 8 milhões; do contorno de Barra do Garças, no valor de R$ 10 milhões; e, para construção da BR-158, contorno da Reserva Indígena Marãiwatsédé, no valor de R$ 8, milhões.

“Não posso concordar com essa definição. É um absurdo. Essa situação vai inviabilizar tudo que temos trabalhado”, protestou o senador, que se disse "muito surpreso" com a publicação.

O ministro de Infraestrutura disse que, diante da crise fiscal, se deu a necessidade de fazer remanejamentos para “priorizar algumas obras”. Ele explicou aos senadores presentes na comissão que o reajuste foi definido através de critérios das condições das obras. “Estamos tentando desvestir um santo para vestir o outro”.

Freitas afirmou que “mais à frente” haverá novos remanejamentos, garantindo os recursos previstos no Orçamento para as obras.

Presidente da Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura, Wellington lembrou que a retirada de recursos da BR-163 é preocupante, uma vez que trata-se de uma rodovia de grande movimento de carretas e caminhões e uma das que mais ocorrem acidentes frontais. “Trata-se de uma luta muita antiga da nossa parte, preocupados com a logística de transporte, mas, sobretudo, com a vida das pessoas”, enfatizou o senador, ao destacar que o próprio ministro da Infraestrutura vinha colocando a conclusão da BR-163 como prioridade.

Barra do Garças

Ele também lamentou o remanejamento de R$ 10 milhões previstos para as obras do contorno viário de Barra do Garças. Lembrou que, há poucos dias, o presidente Jair Bolsonaro esteve no município mato-grossense lançando projeto de grande repercussão ambiental. Na ocasião, foi lançado o edital para obras de drenagem e encabeçamento das pontes do contorno. A conclusão desse empreendimento é apontada como a maior prioridade da população de Barra do Garças, Pontal do Araguaia, em Mato Grosso, e de Aragarças, em Goiás, que recebem todo o fluxo de carretas e caminhões da BR-070, cortando o centro das três cidades.

No caso da BR-158, da qual foram retirados pouco mais de R$ 8,5 milhões, Wellington reafirmou ser contrário a retomada do projeto de traçado original, cortando a reserva dos índios Xavantes. “Vamos gastar dois, três, quatro anos para o início das obras”, previu, ao lembrar que para o traçado não existem sequer licenças ambientais emitidas, ainda. Ele propôs que o Ministério da Infraestrutura, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), "ataque" nas duas frentes.

“Vai ficar um pouco mais caro atuar nos dois traçados. Mas a produção agrícola e pecuária desta região responde rapidamente pelos investimentos”, disse, ao lembrar que o projeto prevê a ligação da BR-158 com a BR-252.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • fagundes | Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019, 11h00
    3
    0

    essa obra de ROO até CBA vai fazer 18 anos ou mais, uma obra que qualquer empresa pequena faria em 9 meses!! tem politico ai com 6 mandatos fazendo o que mesmo?

  • Alvaro | Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019, 09h05
    3
    1

    Certissimo o governo federal...163 br privatizada milhoes em pedagio...para odebrech e compania...e ainda tem dar essa BR duplicada???..so nesse pais mesmo... Alias a 163 era para estar totalmente duplicada ate sinop em contrato inicial ate final desse ano... Mas as artimanhas politicas...dos corruptos protelou por mais 18 anos.. Quanto a BR que passa na reserva indigina...maior absurdo gastar 10 milhoes de reais para desvia-la para nao passar dentro da reserva..somos todos cidadaos brasileiros com os mesmos direitos...porque ...indio tem ter tratamento diferenciado???...coisa de pais de terceiro mundo.. Quanto a esse representante de Mato Grosso ..seu historico e conhecido...politica bairrista que so atrasa o pais como um todo...

  • adair ferreira | Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019, 07h27
    2
    1

    ja falei esse governo federal vai acabar com brasil.... aonde ja serviu cortar recursso do Anel viario de barra do garças ... no centro de cidade vc nao anda e uma carreta no rabo da outra .. e mais afundou av ministro joao alberto muito peso ... esse e o governo que ia resolver o problema no brasil .... ainda bem eu nao votei nesse cara

  • paula goetz | Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019, 06h54
    2
    1

    Ora ora ora...não foi na região da Barra do Garças que carregaram nos braços dias atrás o então MITO BOLSONAURO? Chorem, esperneiem..bem feito

  • Eu Avisei! | Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019, 02h43
    2
    1

    Quanto a Barra do Garças... deixa rolar.... A população que votou no "mito" vai ter que engolir esse mico!

Matéria(s) relacionada(s):

Beto decide em maio quem vai apoiar

beto farias 400 curtinha   O prefeito barra-garcense e empresário Beto Farias (foto), que conclui neste ano o segundo mandato consecutivo, não sabe ainda quem apoiar à sucessão municipal. E só tomará uma decisão em maio, já faltando dois meses para as convenções. Até...

Lucas impõe regras pra cortar energia

luiz binotti 400 curtinha   Em Lucas do Rio Verde, a Energisa está proibida de interromper o fornecimento de energia elétrica, mesmo por inadimplência, sem informar ao consumidor, por escrito e com antecedência de 15 dias, sobre a suspensão dos serviços. O projeto aprovado pelos vereadores se transformou na...

Cidinho declina do convite à suplência

cidinho 400 curtinha   O ex-senador e empresário Cidinho Santos (foto), do PL, declinou do convite para compor uma das suplências da chapa ao Senado de Otaviano Pivetta (PDT). Em princípio, ele havia aceitado ser o primeiro-suplente. Mas questões empresariais não permitem que neste ano Cidinho concorra a cargo...

Conselhos, o populismo e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), bastante conhecido pelo perfil populista, busca se apegar cada vez mais às massas. Até para inaugurar um posto de saúde, Pátio, estrategicamente, aproveita para criar, ali na comunidade, os chamados conselhos. Busca debater...

Educação Inclusiva no Nilo Póvoas

marioneide 400 curtinha   A Seduc, sob Marioneide Kliemaschewsk (foto), decidiu desativar a tradicional escola estadual Nilo Póvoas, que funcionava há 50 anos no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, o que acabou gerando protesto de pais e alunos. O prédio agora vai abrigar o Centro de Referência em...

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.