ECONOMIA E AGRO

Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 16h:48 | Atualizado: 19/11/2019, 16h:54

DE 2017

IBGE: PIB agropecuário em MT retrai 10%

Secom-MT

Rebanho bovino MT

O agro considera toda a cadeia, envolvendo atividades da área de serviços e da indústria

A participação da agropecuária no PIB de Mato Grosso, em 2017, retraiu 10,1% na comparação com 2016, baixando de R$ 25 para R$ 22,5 bilhões. Ao todo, o Produto Interno Bruto do Estado foi de R$ 126,8 bilhões. Em contrapartida, outros setores influenciados pelo agronegócio aumentaram a participação na geração de riquezas, como o de serviços que cresceu 6,1% no período, passando de R$ 68,5 para R$ 72,7 bilhões.

O economista Vivaldo Lopes explica que os parâmetros utilizados pelo IBGE reduzem o PIB agropecuário. “O conceito utilizado para apuração restringe os valores do PIB agropecuário. O agronegócio considera toda a cadeia, envolvendo atividades da área de serviços e da indústria. O IBGE restringe a apuração apenas ao setor agropecuário e silvo-pastoril. Por esse método, o PIB agropecuário nacional responde apenas à 7% do PIB nacional. Serviços e comércio a 72%, o restante é indústria”.

O especialista ressalta que conforme o instituto de pesquisa, o PIB agropecuário em Mato Grosso corresponde a 17%, mas a cadeia completa do agro chega a 56% do PIB do Estado.

Outro fator que deve ser levado em consideração no resultado do PIB 2017, em relação ao agronegócio, é que apesar das atividades desse setor terem aumentado 45,2%, conforme destacado pelo próprio instituto de pesquisa, se comparado com 2016, a influência do descontrole cambial acabou elevando custos, apesar de ter ajudado nas receitas em relação aos produtos exportados.

Apesar da peculiaridade no agronegócio, o PIB de Mato Grosso cresceu 12,1% em 2017, sendo o melhor desempenho entre as unidades da federação.

A indústria apresentou variação positiva em volume de 2%, tendo participado com 13,4% da economia estadual em 2017, totalizando R$ 17 bilhões. “Em Indústrias de transformação, com crescimento de 5%, as maiores contribuições vieram da fabricação de produtos alimentícios e da fabricação de álcool e biocombustíveis”, destacam os técnicos do IBGE.

Os dados também revelam que eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e descontaminação teve variação em volume de 21,7% devido à geração de energia elétrica, impulsionada pela hidrelétrica Teles Pires. “A atividade de Construção permaneceu com retração em volume (-12,7%), pelo terceiro ano consecutivo no Estado, em função da construção de edifícios e de obras de infraestrutura”.

O setor de serviços teve variação positiva de 3,2% em 2017, sendo que os principais setores que colaboraram para isso foi o de reparação de veículos automotores e motocicletas, transporte e armazenagem. O setor é que mais contribui com o PIB mato-grossense, totalizando R$ 72,7 bilhões.

O IBGE destaca também que no comércio, o varejo e transporte foram às principais atividades que contribuíram com o PIB do Estado, influenciada principalmente pelo escoamento da produção agrícola, o que inclui a participação da ferrovia (Ferronorte) até Rondonópolis.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Sindal e a traição por alíquota de 14%

jovanildo antonio sindal curtinha 400   Jovanildo Antonio da Silva (foto), presidente do Sindal que já tem uma atuação pífia, agora está levando porrete de todo lado dos servidores da Assembleia. É que, ao invés de sair em defesa da categoria e se manifestar contra o projeto do governo de elevar a...

2ª suplente de Selma amarga 2 perdas

clerie fabiana curtinha 400   Clérie Fabiana Mendes (foto), que surgiu do nada na vida pública e ganhou notoriedade como 2ª suplente da senadora Selma Arruda, vai perder duas vezes. Primeiro, ficará sem o cargo eletivo, por causa da cassação da chapa, encabeçada por Selma, por caixa 2. Segundo,...

Após aprontar, Abílio pede desculpas

juca do guaran� curtinha 400   Acuado, Abílio Brunini (PSC) recorreu agora a uma outra estratégia na esperança de escapar da cassação do mandato, depois de tanto aprontar, com denúncias sem provas, constrangimento, brigas, manipulação e ataques a diversas pessoas. Da...

Cervejaria cuiabana devolve R$ 270 mi

rogerio gallo 400 curtinha   Após negociação, por intermédio do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (CIRA), uma cervejaria de Cuiabá vai devolver aos cofres públicos cerca de R$ 270 milhões nos próximos dias. O montante se refere a diferenças no ICMS...

Lei em Cuiabá veta cortar luz e telefone

misael galvao 400 curtinha   Seguindo exemplo de outros municípios, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), rejeitou veto do prefeito Emanuel e promulgou uma lei, que proíbe empresas de gás e concessionárias de serviço público de energia elétrica, no caso a Energisa,...

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.