ECONOMIA E AGRO

Segunda-Feira, 02 de Dezembro de 2019, 13h:42 | Atualizado: 02/12/2019, 13h:49

DOLAR EM ALTA

Impacto da dívida em dólar de MT junto ao BIRD será US$ 60 mi menor em 2020

Reprodução

Banco Mundial Cornelius Fleischhaker

O economista do Banco Mundial Cornelius Fleischhaker, gerente do contrato de US$ 250 mi

O economista do Banco Mundial Cornelius Fleischhaker, gerente do contrato de US$ 250 milhões com Mato Grosso, avalia que apesar da variação cambial, que desvaloriza o real frente ao dólar norte-americano, os impactos na dívida dolarizada de Mato Grosso é menor do que se o Estado ainda estivesse devendo o Bank of America.

De Washigton (EUA), sede do Banco Mundial, Cornelius concedeu entrevista ao por telefone, e explicou que o Estado terá que pagar em 2020 entre US$ 12 e US$ 13 milhões, com parcelas mensais de US$ 1,07 milhão, enquanto que se ainda estivesse devendo ao Bank of America, esse valor iria ser de US$ 70 milhões. O contrato de 240 meses foi assinado em setembro deste ano e teve as duas primeiras parcelas pagas em outubro.

“Apesar do dólar mais caro no Brasil, o impacto na dívida do Estado não é muito grande. Duas variáveis são importantes, a primeira é que o juros básico do dólar teve baixa nos últimos seis meses. O segundo fator é que o Estado escolheu a modalidade de juros variáveis, e teve sorte por isso, porque na parcela já paga o juros se situou em 2,6%”, explica o economista.

No contrato, o Estado poderá fixar os juros a qualquer momento, mas se optar por essa escolha não poderá voltar atrás. No primeiro semestre, quando o Banco Mundial projetou os juros da transação financeira com Mato Grosso, estipulou uma média de 3,6% e o dólar a R$ 3,77. Quando o Estado pagou a primeira parcela, o dólar estava acima de R$ 4 e encerrou semana passada no patamar de R$ 4,25.

“O ponto mais importante da dívida dolarizada de Mato Grosso é que o Estado já teve esta dívida em condições diferentes que oferecia muito risco de curto prazo, tendo que pagar uma parcela em dólar a cada seis meses com 5% de juros ao ano, agora está à metade”, pontua.

Na dívida com o Bank Of America, quitada pelo Estado em setembro deste ano, Mato Grosso tinha que pagar duas parcelas por ano até setembro de 2022. Em reais, o valor que ainda faltava para quitar o financiamento era superior a R$ 1 bilhão.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

Dorner vai tentar prefeitura de novo

roberto dorner 400 curtinha   Em Sinop, o empresário e ex-deputado federal por alguns meses Roberto Dorner (foto), que deixou o PSD e aderiu ao Republicanos, está disposto a encarar de novo a disputa a prefeito. Em 2016, ele perdeu para Rosana Martinelli (PR) por uma diferença de 3.388 votos. É possível que ambos...

Um líder sob insatisfação dos colegas

dilmar dal bosco curtinha 400   O líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (foto), tem enfrentado crítica velada e insatisfação dos colegas, principalmente dos deputados da base. Reclamam que o interlocutor do governador Mauro não move uma palha em defesa da liberação das emendas e, nas...

Jogada do prefeito Francis em Cáceres

paulo donizete 400 curtinha caceres   A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cacerense Francis Maris (PSDB) lançou uma jogada estratégica para ver se "cola". Apoia publicamente para prefeito o seu diretor da autarquia Águas do Pantanal, Paulo Donizete (foto), do mesmo partido, inclusive participou da reunião...

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.