ECONOMIA E AGRO

Quarta-Feira, 15 de Julho de 2020, 17h:47 | Atualizado: 15/07/2020, 17h:56

PESQUISA

Noventa por cento das empresas de MT tiveram prejuízos na pandemia, diz Fiemt

Divulgação

Ind�stria de m�veis - MT pandemia - preju�zo

Indústria de produção de móveis e materiais de construção vêm apresentando dificuldades para comercializar seus produtos durantes  meses de pandemia

Com queda no faturamento, demissões e redução na produtividade, as indústrias sofrem com os impactos das medidas para conter a disseminação de Covid-19 no Estado. Segundo pesquisa da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), mostram que 90% das empresas do setor tiveram prejuízos e 40% reduziram a produção. Ao todo, 50 empresários de 8 segmentos diferentes participaram do levantamento.

O impacto dos decretos municipais foi considerado negativo para 70% dos entrevistados, enquanto que as decisões do governo estadual dividiram as opiniões dos empresários: 46% classificaram como positivas e outros 46% como negativas. As determinações da esfera federal no combate à pandemia tiveram 50% de avaliação positiva.

Para o presidente da Fiemt, Gustavo de Oliveira, a situação da crise se deve a diversos fatores como a queda da confiança do consumidor. “As indústrias de bens duráveis, como as que fabricam móveis e materiais de construção, por exemplo, têm encontrado problemas para comercializar os produtos”.

Prova disso é que na pesquisa, 81% dos empresários relataram redução de vendas e 25% citaram a existência de dificuldade com novas receitas. Oliveira prevê que os impactos poderão ser maiores com o avanço da doença.

Rodinei Crescêncio

Gustavo Oliveira

Presidente da Fiemt, Gustavo de Oliveira: maior impacto está nas micros e pequenas firmas

“O maior impacto econômico está no comércio, serviços e nas micro e pequenas indústrias, que sofreram com o fechamento de postos de comercialização, por conta do lockdown, e das medidas de restrição à circulação de pessoas”, afirma.

Como efeito direto dessa crise, 13% das empresas tiveram que realizar desligamentos de funcionários, sendo que desse percentual, 50% dos que responderam citaram ter demitido até 10% da equipe.

Os números fazem parte da pesquisa sobre a percepção do empresário industrial divulgados pela Fiemt e Instituto Euvaldo Lodi (IEL MT) nessa quarta (15).

Previsão de recuperação é de um ano

Para 56% dos empresários que participaram da pesquisa, o cenário econômico atual deve permanecer estagnado e 72% acreditam que a recuperação do seu negócio ocorra em até um ano. Entre as principais medidas para a retomada gradual da economia, os empresários citaram incentivos ficais (72%), novas linhas de crédito (70%) e isolamento vertical (60%).

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

MDB fechado com Pivetta à senatória

joao jose 400 curtinha   O médico e deputado estadual João José (foto), do MDB, disse nesta segunda, em entrevista às jornalistas Lídice Lannes e Andhressa Barboza, em live do RDTV, tv web do portal Rdnews, que o seu partido está fechado no apoio à candidatura de Otaviano Pivetta ao Senado, na...

Pátio punido por não licitar transporte

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto) vai concluir o mandato sem conseguir realizar a licitação do transporte coletivo urbano de passageiros, vencido desde março de 2014. Por essa irregularidade na concessão, já que a Cidade de Pedra, empresa que explora o...

Anelise só vai com respaldo de MM

anelise silva 400 curtinha   Filiada ao DEM, Anelise Silva (foto) deve desistir da disputa à Prefeitura de Cáceres, a não ser que o governador Mauro Mendes, com quem ela pretende conversar nos próximos dias, declare apoio irrestrito a sua candidatura. Nos bastidores, Mauro não dá sinais de que...

Deputados "adotam" pré-candidatos

franklin 400 curtinha   Deputados estaduais se transformaram em padrinhos políticos de quatro pré-candidatos a prefeito de Santo Antonio de Leverger. Considerado o nome mais forte eleitoralmente, o ex-vereador por três mandatos e derrotado ao Executivo em 2016, Franklin Silva (foto), do PSDB e sobrinho do ex-prefeito Edu, entrou...

Candidato da Reitoria sob desgaste

julio cesar 400 curtinha   O professor Júlio Cesar (foto), um dos dois candidatos a reitor, tem apoio carimbado do grupo que comanda a instituição há cerca de 20 anos - desde a Escola Técnica, passando pelo CEFET, até o IFMT. Mas, nas viagens e reuniões em busca de voto, e numa tentativa de evitar o...

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.