ECONOMIA E AGRO

Quinta-Feira, 01 de Setembro de 2016, 16h:40 | Atualizado: 01/09/2016, 16h:41

Potencial bioenergético de MT será discutido em Congresso do setor

bioenergiaq.jpg

Na última safra, produção atingiu 1,07 milhão de m³ de etanol e cerca de 340 mil toneladas de açúcar

O potencial bioenergético e as perspectivas do setor serão discutidos durante o 1º Congresso de Bioenergia de Mato Grosso e 3º Congresso do Setor Sucroenergético do Brasil Central (Canacentro).  O evento é uma realização da Famato, Aprosoja e Senar e visa fomentar o setor não só no Estado, mas também no país, reunindo entidades publicas e privadas, produtores, estudiosos, nos dias 12 e 14 de setembro.

O Estado é o 6º maior produtor de cana-de-açucar, com mais de 231 mil hectares plantados na safra atual, que atende mercados de estados vizinhos como Rondônia, Amazonas, Acre, Pará e o consumo interno. Na última safra a produção atingiu 1,07 milhão de m³ de etanol e cerca de 340 mil toneladas de açúcar.

Entre os palestrantes convidados está Plínio Nastari, que abrirá a série de sete painéis temáticos, abordando a importância, a situação atual e as perspectivas do setor sucroenergético. Nastari é doutor em economia agrícola pela Iowa State University, nos Estados Unidos, e presidente da Datagro, uma das mais renomadas consultorias especializadas na cadeia sucroalcooleira.

Segundo ele, durante o painel será feita uma ampla abordagem do cenário mostrando, entre outros, as tendências e o potencial do setor sucroenergético na geração de bioeletricidade. “Também vou mostrar a capacidade do setor sucroenergético em gerar renda local que impulsiona o comércio e a pequena indústria nas regiões em que se instala e como está a situação hoje no Centro-oeste e no Brasil”, afirma Nastari, maior referência do setor no país.

O setor sucroenergético, especificamente, detém hoje 7% da potência outorgada na matriz elétrica do Brasil e representa quase 77% da fonte biomassa, sendo a terceira fonte de geração mais importante (atrás da fonte hídrica e termelétricas com gás natural), conforme a União da Indústria de Cana-de-açúcar. Atualmente das 10 usinas de cana-de-açúcar instaladas em Mato Grosso, apenas três vendem energia elétrica para o sistema, segundo dados do Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso (Sindalcool).

“Apesar de todas as usinas de Mato Grosso gerarem a própria energia por meio do bagaço (biomassa), a produção para o sistema elétrico num todo ainda é baixa. Mas pode e deve ser melhor aproveitada havendo a junção de interesse entre a atividade produtiva, o Governo e os concessionários de energia. Acredito que o Congresso de Bioenergia vai despertar para a possibilidade da produção de energia para outras atividades”, afirma o presidente do Sindalcool, Piero Parini, que será o mediador do painel “O setor sucroenergético no Centro-Oeste – importância, situação atual e perspectivas”.

 Para o diretor-executivo do Sindicato, Jorge dos Santos, dois fatores principais mostram como o aumento da produção de energia elétrica por meio da biomassa de cana trazem benefícios: a capacidade de desafogar a produção hídrica durante períodos de seca e a proximidade das usinas com as linhas de transmissão.

 “Energia é um insumo que sempre teremos imensa necessidade. O crescimento agroindustrial vai demandar cada vez mais energia e o estado de Mato Grosso precisa inaugurar a próxima fase produtiva que é a verticalização da produção. A cadeia num todo precisa ver que existe um mercado potencial para se explorar”, afirma o presidente do Sindalcool. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

Fernanda em almoço com Bolsonaro

fernanda 400 bolsonaro curtinh   A coronel Fernanda, candidata à senadora pelo Patriota, almoçou com Bolsonaro nesta sexta, em uma fazenda, em Sorriso. A militar foi a única que teve o apoio declarado do presidente na eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. Mais cedo, por volta das...

Prefeita cobra duplicação e ferrovia

rosana_curtinha   A prefeita de Sinop Rosana Martinelli aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro na Capital do Nortão para cobrar uma solução para a duplicação da BR-163, sob concessão, e também pediu empenho na Ferrogrão e a implementação de porto seco na cidade. O...

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.