ECONOMIA E AGRO

Segunda-Feira, 05 de Agosto de 2019, 19h:03 | Atualizado: 05/08/2019, 19h:10

à sombra

2ª maior cidade do Estado, VG fica atrás de Rondonópolis e Sinop em arrecadação

Assessoria

V�rzea Grande

VG, com 282 mil habitantes, é a 2ª mais populosa de MT, mas a 4ª cidade em arrecadação

Apesar dos 282 mil habitantes e ser a 2ª cidade mais populosa do Estado, a falta de dinamicidade na economia faz de Várzea Grande a 4ª cidade em arrecadação de impostos de Mato Grosso. O município já foi desbancada por Rondonópolis e Sinop, que ficam atrás apenas da Capital no quesito recolhimento de impostos.

Rondonópolis tem 228 mil habitantes, 54 mil a menos que Várzea Grande, mas o recolhimento de impostos na cidade deverá alcançar a cifra de R$ 139,9 milhões até ao final deste mês. Enquanto que na antiga “cidade industrial” os impostos recolhidos deverão somar R$ 77,6 milhões conforme dados do Impostômetro.

O economista Vivaldo Lopes enfatiza que os dados do Impostômetro levam em consideração a estimativa de arrecadação dos tributos federais, estaduais e municipais, e que na maioria das vezes têm sido confirmados pelos dados oficiais e apontam a relação dentre as cidades com maior arrecadação e sua contribuição com o PIB do Estado. 

“A economia de Várzea Grande já foi ultrapassada por Rondonópolis e Sinop, e nos próximos dois ou três anos deverá ficar atrás de cidades como Sorriso, Lucas do Rio Verde e Primavera do Leste. Isso se dá em relação à dinamicidade da economia da cidade e por influência de alguns fatores como proximidade com a Capital”.

Por estar colada a Cuiabá, Várzea Grande sofre influência do mercado de trabalho e da baixa diversificação do setor de serviços e industrial. “Muitos trabalhadores de Cuiabá moram em Várzea Grande, então na hora de contabilizar informações como imposto de renda, por exemplo, vai ser considerado em relação à Cuiabá”, explica Vivaldo. A mesma lógica se aplica no quesito aquisição de bens e serviços, já que muitos moradores de Várzea Grande acabam consumindo em Cuiabá. 

Segundo o Impostômetro, Cuiabá é a cidade onde mais se arrecada impostos em Mato Grosso. A estimativa é que de janeiro até ao final deste mês sejam recolhidos R$ 519 milhões. Em seguida está Rondonópolis com R$ 139 milhões e Sinop com R$ 104 milhões. Depois de Várzea Grande com R$ 77 milhões, vem Sorriso com R$ 59 milhões, Lucas do Rio Verde com R$ 55 milhões e Primavera do Leste com R$ 39 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Do colapso a repasses regularizados

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) disse que, antes mesmo da posse como governador e a partir do resultado do PIB-MT de 2017, apontando um crescimento de 12,5% da economia, é que resolveu mergulhar nos números da administração pública para tentar entender tamanha questão paradoxal. Questionou...

O conselheiro de pretensos candidatos

blairo maggi 400 curtinha   Blairo Maggi, que seria imbatível se concorresse à suplementar ao Senado para a vaga de Selma, se transformou num espécie de conselheiro político de vários pretensos candidatos. Entre outros, já procuraram-no para conversar sobre este pleito fora de época figuras como...

Em saia-justa sobre corte na Unemat

adriano silva 400 curtinha   A comunidade acadêmica da Unemat esperava mais do seu ex-reitor e integrante do quadro docente, professor Adriano Silva (foto). O governador Mauro conseguiu na Justiça derrubar a vinculação de repasse financeiro a Unemat, o que representa, na prática, menos recursos para a...

DEM consulta sobre regras ao Senado

julio campos 400 curtinha   Atendendo orientação da Nacional do DEM, na luta para ampliar bancada no Congresso, o diretório regional do partido vai apostar todas as fichas na disputa suplementar ao Senado. E, antes de avançar na definição de nome, o partido decidiu encaminhar consulta ao TSE para saber se...

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.