ECONOMIA E AGRO

Segunda-Feira, 03 de Junho de 2019, 19h:08 | Atualizado: 03/06/2019, 19h:13

risco insignificante

Brasil suspende a exportação de carne bovina após caso de "vaca louca" em MT

Antonio Cruz/ Ag Brasil

Tereza Cristina

Tereza Cristina, do Mapa, que emitiu nota dizendo que status sanitário do país permanece como risco insignificante

O Ministério da Agricultura suspendeu, nesta segunda (3), as exportações de carne bovina para a China. A medida foi tomada em razão de um caso de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), a "vaca louca", identificado em um animal de Mato Grosso.

Por meio de nota, a pasta informou que a suspensão é temporária, "até que que a autoridade chinesa conclua sua avaliação das informações já transmitidas sobre o episódio". A medida cumpre um acordo bilateral assinado entre os países em 2015, que trata sobre as consequências de possíveis registros de “vaca louca” no Brasil.

O caso aconteceu com uma fêmea da raça Nelore, que tinha 17 anos. Ela nasceu e cresceu em uma propriedade de Nova Canãa do Norte (a 699km de Cuiabá). A área realizava o ciclo completo de produção em sistema semi-intensivo e foi interditada pelo Mapa e o Indea.

Em 5 de abril, técnicos do programa recolheram uma amostra do tecido cerebral da vaca, que foi submetida a abate de emergência em um matadouro-frigorífico. O material foi mandado para um laboratório em Pernambuco, que confirmou a presença da doença no animal.

A amostra também foi para o Centro Nacional para Doenças Animais, da Agência de Inspeção de Alimentos do Canadá, que é referência para a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e faz o controle das carnes exportadas para o mundo.

Segundo o Ministério da Agricultura, mesmo com o caso registrado em Mato Grosso, o status sanitário brasileiro permanece como risco insignificante em relação à doença da "vaca louca". Isso porque, segundo o ministério, esta forma de doença pode ocorrer de modo espontâneo e esporádico em todas as populações de bovinos do mundo, "não estando relacionada à ingestão de alimentos contaminados”.

Este é o terceiro caso de “vaca louca” registrado no país em mais de 20 anos de vigilância para a doença, segundo o Ministério da Agricultura. "O Brasil nunca registrou a ocorrência de caso de EEB clássica, mantendo, desde 2012, o reconhecimento pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como país de risco insignificante para a doença", informou a pasta.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

Pátio, vice, o MDB e ex-secretário

adonias fernandes 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio não desistiu de vez do seu antigo partido, o MDB, no qual militou por mais de duas décadas. Embora em rota de colisão com alguns líderes emedebistas, Pátio ainda tem bom contato com o ex-padrinho político, o...

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.