ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Terça-Feira, 03 de Setembro de 2019, 19h:18 | Atualizado: 03/09/2019, 23h:13

IMEA

Com período de forte estiagem, produção de leite reduz e afeta lucro de produtores

Seagri-DF

Produ��o Leite

Com o atual cenário também reduziu em 6,97% o índice de captação de leite registrado

O preço médio pago pelo litro de leite aos produtores rurais se situou em R$ 1,09 no último mês, conforme o indicador do Imea. O valor é 6% menor que o praticado em julho de 2018, quando ficou em R$ 1,1/l. A remuneração além de estar menor acompanha outras variáveis que tem desfavorecido a produção de leite no Estado.  

De acordo com o Boletim do Leite publicado mensalmente pelo Imea, o custo de produção do leite está mais caro neste período de entressafra do que no ano passado e isso tem estreitado a margem de lucros dos produtores de leite no Estado.

“Em julho de 2019, no caso de um produtor que disponha de uma produtividade de 5,7 litros/vaca/dia (próximo da média de MT), fornecendo dois quilos de ração a um custo de R$ 1,19/kg, sua margem bruta (receita menos custo com ração) será de R$ 5,02/vaca/dia. Nota-se que, no comparativo com jul/18, este indicador recuou 15,63%, devido ao aumento no preço do milho no mesmo período, bem como à queda no preço do leite”, apontam os técnicos do Imea.

Com o atual cenário também reduziu em 6,97% o índice de captação de leite registrado pelo instituto, sendo que em julho foi a segunda baixa consecutiva. “No comparativo anual, a oferta de leite encontra-se 3,74% menor, em razão de que a seca neste ano está sendo relativamente mais intensa do que em 2018, em virtude do El Niño”, diz o relatório.

Em razão desse cenário pouco amistoso, um laticínio na região centro-sul optou por paralisar as atividades em junho e retornar a produção somente quando voltar o período de regularidade das chuvas.

“Cabe salientar que a menor oferta de leite neste ano em Mato Grosso também está associada com o fraco desempenho no mercado lácteo, que tem pressionado o preço do leite pago ao produtor, levando-o a postergar investimentos. Esta situação também afetou as finanças de outro laticínio na região médio-norte, que encerrou as atividades em jun/19. Em suma, com uma produção menor e preços estagnados, o produtor e a indústria estão com as margens apertadas”, pondera o boletim mensal do Leite.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

De fora da disputa em Rondonópolis

percival muniz 400   O pecuarista Percival Muniz (foto), hoje "mergulhado" nas duas fazendas na região do Xingu, adianta que não será candidato a prefeito de Rondonópolis, posto já ocupado por ele por três vezes. Mesmo com recall junto à população de bom gestor e popular, ele é...

Conselheira e o faturamento familiar

jaqueline jacobsen curtinha 400   Está repercutindo muito mal para a conselheira substituta do TCE-MT Jaqueline Jacobsen (foto) a notícia publicada pelo site O Livre, nesta sexta, de que a sua irmã, advogada Camila Jacobsen, em sociedade com Eveline Guerra, filha da conselheira, são sócias da "Jacobsen &...

Selma vê maior conforto no Podemos

selma curtinha 400   No grupo de WhatsApp "PSL Mulher MT", Selma Arruda (foto) escreveu um texto de despedida do partido. Disse estar chateada "com tudo isso", mas que não perdeu a fé e que o Governo Bolsonaro vai dar certo. Afirma sair do PSL com "coração partido" e que continua com os mesmos ideais no Podemos, onde...

Podemos esperando Selma se salvar

alvarodias_curtinhas   Na busca para ampliar a bancada do Podemos no Senado, o senador Alvaro Dias, derrotado à presidência no ano passado, só correu atrás de Selma, no sentido de convencê-la a se filiar no partido, depois que foi informado que ela tem chances reais de derrubar no TSE a cassação por...

Fávaro e esperança em assumir vaga

carlosfavaro_curtinha   O representante do escritório de MT em Brasília Carlos Fávaro (PSD) está convicto de que a senadora Selma não só será cassada de vez pelo TSE nos próximos meses, como a decisão da Corte lhe permitirá assumir a vaga enquanto não for eleito um novo...

Maturidade e nova visão sobre o TCE

janaina_riva_curtinha   No segundo mandato e sentindo-se mais madura politicamente, apesar de ainda bem jovem – completou 30 anos em 21 de janeiro – a deputada Janaína Riva revela que pensa diferente sobre a indicação de políticos ao cargo de conselheiro do TCE. Ao autorizar os colegas a derrubar a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.