ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 17h:04 | Atualizado: 16/04/2019, 01h:44

mercado externo

Juiz determina suspensão de cobrança do Fethab a empresa do ramo de exportação

Victor Humberto Maizman

Advogado Victor Maizman disse que produtos são protegidos de tributação pela Lei Kandir

O juiz Márcio Guedes, da 2ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá, concedeu decisão liminar favorável ao mandado de segurança impetrado pela empresa Master Comércio e Exportação de Cereais Ltda, garantindo que seja suspensa a cobrança pelo Governo do Estado em relação ao novo Fethab. A reformulação do Fundo gerou a expectativa de arrecadação de R$ 1,5 bilhão este ano, conforme cálculos do Governo.

O magistrado acatou os argumentos defendidos pelo advogado tributarista Victor Maizman que demonstrou a impossibilidade de tributação sobre produtos que servem para o abastecimento do mercado externo, já que são protegidos da incidência de tributação pela Lei Kandir, que é uma legislação federal, sendo que somente a União é a única competente para legislar em torno da imunidade tributária por força da Constituição Federal.

Os argumentos patrocinados por Maizman também apontam que o Fethab tem servido para alimentar outros três fundos privados, administrados pelos setores produtivos do agronegócio, sendo o Fundo de Apoio a Bovinocultura de Corte (Fabov), Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) e Instituto Mato-grossense do Agronegócio (Iagro).

“Em tese, o Estado está trocando o ICMS pelo Fethab, o que fere a Constituição Federal e norma federal, no caso a Lei Kandir, já que o recolhimento do Fethab não se trata de uma contribuição financeira, pois, possui natureza compulsória, configurando-se dessa forma como uma tributação”, explica Maizman ao .

Sendo uma tributação, a irregularidade da cobrança do Fethab garantiu argumentos suficientes para que o juiz Marcio Guedes pudesse conceder a liminar, baseado nos princípios do “perigo na demora” e “fumaça do bom direito”, que quando constatados permitem ao magistrado decidir de forma liminar sem entrar no mérito.

“Diante do exposto, concedo a liminar para determinar ao impetrado que abstenha de exigir o recolhimento do Fethab e adicionais, ao Fabov, IMAmt e Iagro como condição para a manutenção da impetrante no regime especial de exportação”, exarou o magistrado.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

DEM foca projeto pra eleger vereador

beto 2 a 1 400 curtinha   O secretário de Governo do Estado, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), fez uma leitura racional sobre o que representa o DEM na Capital. Novo presidente do diretório municipal, ele está ser articulando para formar uma chapa forte de candidatos a vereador, inclusive tenta atrair lideranças de...

Morre o diretor do SAAE de Chapada

arison albernaz 400 curtinha chapada   Morreu nesta segunda, em acidente automobilístico, o diretor-geral do Sistema de Água e Esgosto de Chapada dos Guimarães (SAAE), Aryson Augusto Adriano Albernaz (foto), de 27 anos. Ele dirigia o veículo Golf, de cor prata, pela recém-asfaltada MT-020, que liga o...

Fabio diz vencer "homem do paletó"

fabio garcia 400 curtinha   Na reunião do DEM na 5ª, no gabinete do presidente da AL, Eduardo Botelho, com presença de oito integrantes da cúpula (Jayme, Júlio, Botelho, Fabinho, João Celestino, Beto, Cesar Miranda e Domingos Sávio), Fábio Garcia (foto), que provocou a maior crise ao mudar...

Morre presidente do Grupo Barralcool

petroni barralcool curtinha 400   Morreu neste sábado, em Cuiabá, aos 88 anos, o diretor-presidente do Grupo Barralcool, João Nicolau Petroni (foto). Ele foi um dos pioneiros no setor sucroenergético do Estado e o primeiro presidente do Sindicado das Indústrias Sucroalcooleiras de MT (Sindalcool). Era...

Abracrim cita arbitrariedade na SESP

michelle marrie abracrim curtinha 400   Michelle Marrie (foto), presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas do Estado, contesta a nota em Curtinhas entitulada "Secretário, Abracrim e saia-justa", sobre o fato de uma advogada ter se infiltrado na coletiva à imprensa concedida pelo...

Governo monitora crise na segurança

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro monitora de perto a crise instaurada no setor de segurança devido à operação desencadeada na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, para acabar com regalias de presos "da pesada", que comandam o crime organizado de dentro das celas. Houve...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.