ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Sexta-Feira, 16 de Agosto de 2019, 07h:30 | Atualizado: 16/08/2019, 14h:53

VAGAS EM MT

Desemprego regride e 12 mil conseguem trabalho; indústria lidera em contratações

EMPREGO TRABALHO

Indústria é setor que mais empregou em MT e construção civil vem em segundo no ranking

Doze mil pessoas saíram da condição de desempregadas em Mato Grosso no segundo trimestre deste ano. Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), divulgada trimestralmente pelo IBGE, apontam que entre janeiro e março existiam 165 mil pessoas desocupadas no Estado, enquanto que entre abril e junho, a quantidade foi 7,2% menor, somando 153 mil.

Com a redução, a taxa de desocupação no Estado se situou em 8,3% no 2º trimestre. Esta é a menor taxa desde o último trimestre de 2017, quando a taxa foi de 7,3%, e o número de desempregados somava 126 mil.

Entre os empregadores, o número permaneceu estável, em 76 mil pessoas, igual ao primeiro trimestre do ano. Por outro lado, aumentou o número de pessoas que passaram a trabalhar por conta-própria, chegando a 467 mil, sendo 4,7% a mais que nos três meses anteriores, quando existiam 446 mil pessoas nesta condição.

Também aumentou o número de pessoas que passaram a trabalhar como auxiliares em empregos chamados “familiares”. No primeiro trimestre eram 38 mil pessoas e agora são 45 mil. Em contrapartida, reduziu para 279 mil o número de trabalhadores da agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura. No primeiro trimestre eram 290 mil trabalhadores nestas áreas.

A indústria gerou mais empregos na comparação dos trimestres. De janeiro a março eram 153 mil empregados no setor, entre abril e junho, a quantidade passou a 157 mil. Também aumentou a quantidade de empregados na construção civil, de 117  para 131 mil na passagem entre os períodos.

Apesar da redução de desempregados, o salário médio no Estado se situou estável, em R$ 2,3 mil mensais. Entre os servidores públicos o rendimento médio ficou em R$ 3,6 mil, enquanto que os trabalhadores domésticos recebem em média R$ 933.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

EP cita 4 pela força do MDB em Cuiabá

rafael bastos 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro disse neste sábado, no encontro do MDB, que acabou atraindo a presença de representantes de outros 12 partidos, que a agremiação emedebista foi construída e ganhou força e espaço na Capital graças aos filiados históricos Rafael...

Júlio, do DEM, vê boa gestão de EP

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), uma das lideranças históricas do DEM, foi "apertado" nesta sexta, em entrevista a Antero de Barros, na rádio Capital FM, especialmente sobre o fato do ex-governador e ex-senador demonstrar simpatia e apoiar a gestão do prefeito Emanuel, enquanto outros do partido...

Empresário ensaia de novo em ROO

 luizao_curtinha400   Em Rondonópolis, o empresário Luiz Fernando de Carvalho, o Luizão, dono da Agro Ferragens Luizão, ensaia mais uma vez disputar a prefeitura. Como a sua pré-candidatura não é considerada novidade, ele é visto como uma espécie de "cavalo paraguaio", que tem arrancada...

2 governistas prontos para a briga

chico2000_curtinha400   O prefeito Emanuel tem 2 aliados de primeira hora na Câmara que não resistem a uma provocação. Tratam-se de Renivaldo Nascimento (PSDB) e Chico 2000 (foto), do PL. Sabendo do estopim curto, os vereadores de oposição, especialmente Diego e Abílio, não perdem a chance de...

Niuan agora sob rédeas do Podemos

niuan ribeiro curtinha 400   O vice-prefeito Niuan Ribeiro, agora no Podemos, se torna obrigado, conforme exigência estatutária, a contribuir com 5% dos R$ 15 mil que recebe mensalmente . Ou seja, vai ter que repassar R$ 750 para o seu novo partido. Considerado um partido com novas concepções, regras e exigências, o...

Efeito-senado e briga no ninho tucano

carlos-avalone_curtinha400   O deputado estadual Carlos Avalone não tem certeza de que o acordo pré-estabelecido para ele se tornar presidente do PSDB-MT, a partir de fevereiro, ou seja, daqui 5 meses, será cumprido. Pela costura entre a cúpula tucana, Paulo Borges renunciaria à presidência, abrindo assim...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.