ECONOMIA E AGRO

Segunda-Feira, 13 de Maio de 2019, 18h:56 | Atualizado: 13/05/2019, 19h:02

PAUTA ÚNICA

Discussão excessiva sobre Previdência não pode congelar o país, afirma Fiemt

Rodinei Crescêncio

Gustavo Oliveira

Presidente do Sistema Fiemt, Gustavo Oliveira, durante debate em torno do corte de 33% no programa Minha Casa Minha Vida, por parte da União

O presidente da Fiemt - que representa as indústrias do Estado -, Gustavo Oliveira, avalia que é preocupante a política do presidente Jair Bolsonaro (PSL) em implementar a política de cortes de gastos nos ministérios e barganhar recursos para as políticas econômicas só após a Reforma da Previdência.

“A Federação das Indústrias vê com muita preocupação essa situação do país. Nitidamente as perspectivas econômicas para 2019 vêm se rebaixado mês a mês. O clima de otimismo que existia no começo do ano por uma empolgação com a capacidade do governo federal de implementar reformas no país, e agora um choque de realidade que mostra que as reformas são difíceis de implementação, principalmente, a Reforma da Previdência”, avalia Gustavo.

O presidente da Fiemt aponta que identifica da parte da União grande esforço para uma pauta quase única, que é a Reforma da Previdência. “Mas o país tem outras questões muito importantes que não podem ficar congeladas”.

Gustavo pondera que o país não pode ficar congelado em uma discussão excessiva sobre a reforma e, em nome dessa discussão, parar todo o resto. “E neste sentido nos preocupa muito uma obsessão por esse ajuste fiscal em curto prazo. Quero lembrar que diversas nações no mundo partiram por este caminho em tempos de crise, para recuperar o número da economia e zerar o deficit, mas essa política se mostra extremamente recessiva”.

O empresário avalia que diante dos 12 milhões de desempregados no país, cresce a desconfiança do setor empresarial sobre a capacidade do Governo Bolsonaro gerir uma política econômica que vá ao encontro do anseio dos investidores. Segundo ele, a economia precisa de uma injeção de animo neste momento, para que o país possa voltar a respirar. "Não podemos criar essa política de curto prazo e esquecer que existe uma vida real aí fora. Pessoas que precisam de emprego, renda e habitação”.

As criticas foram feitas durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda na Fiemt, na qual os empresários da construção civil expuseram a preocupação com os cortes de 33% no programa Minha Casa Minha Vida. Na tendência de contingenciamento de gastos, o presidente Jair Bolsonaro já cortou R$ 7,4 da Educação Pública no país e mais R$ 5 bilhões das Forças Armadas.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sem chance para ser desembargador

pio da silva curtinha 400   Pio da Silva (foto) é um advogado que não desiste nunca. Age no meio jurídico como aquele candidato insistente que faz questão de concorrer a cargo eletivo em toda eleição, mesmo sabendo da chance mínima de êxito nas urnas. Pio já se tornou um "eterno"...

Delação de Riva tira apoios à Janaina

max russi 400 curtinha   A delação de José Riva, que deve complicar a vida de vários ex-deputados e alguns dos atuais, dificultou a entrada da filha, deputada Janaina Riva, como primeira-secretária da futura Mesa, que será eleita na próxima semana, com Botelho na presidência pela terceira vez....

Wallace, calendário eleitoral e disputa

wallace 400 curtinha   Cassado em maio de 2015 por gastos ilícitos na campanha, após dois anos e quatro meses de mandato, o ex-prefeito de Várzea Grande, Wallace Guimarães (foto), do PV, está torcendo pelo adiamento da data das eleições. Com ganho de mais tempo, ele acredita que consiga obter ...

Rossato desiste; Lafin livre à reeleição

ari lafin curtinha 400 sorriso   Depois de ensaiar e travar discussões com seu grupo político, o empresário e ex-prefeito de Sorriso, a cidade conhecida como capital nacional do agronegócio, Dilceu Rossato decidiu não disputar a sucessão municipal neste ano. Com isso, o caminho fica mais livre para o...

Fazendo politicagem sobre Covid-19

rubia fernanda 400 curtinha   A tenente-coronel Rúbia Fernanda, pré-candidata ao Senado pelo Patriota, não só ignora medidas protetivas em relação à Covid-19, como isolamento social, mantendo agenda de visitas e reuniões, como passou a fazer politicagem com coisa séria. Numa...

Punição a 2 ex-presidentes da Câmara

haroldo curtinha 400   Apesar de ter julgado regulares as contas de gestão de 2016 da Câmara de Cuiabá, ano em que teve dois presidentes, o já falecido Júlio Pinheiro, entre janeiro e junho e, depois, Haroldo Kuzai (foto), de 20 de junho a 31 de dezembro, o conselheiro interino João Batista Camargo, em...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.