ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Sexta-Feira, 12 de Abril de 2019, 15h:45 | Atualizado: 12/04/2019, 17h:28

Cadastro

Fisco suspende inscrição estadual de 5,7 mil contribuintes inadimplentes

Um total de 5,7 mil empresas registradas no Cadastro de Contribuintes do Estado (CCE) tiveram a inscrição estadual suspensas pela Secretaria de Fazenda (Sefaz) e estão impedidas de emitir nota fiscal. A medida foi adotada após esses contribuintes não entregarem a Escrituração Fiscal Digital (EFD) referente ao período de janeiro de 2018 a fevereiro de 2019.

Assessoria

Fachada Sefaz

Anúncio foi feito pela Secretaria Estadual de Fazenda, que suspendeu diversas  inscrições 

De acordo com a Coordenadoria de Controle e Monitoramento de Médios e Grandes Contribuintes (CMGC), unidade responsável pelo acompanhamento desses contribuintes, no início deste mês 14,4 mil empresas foram notificadas a apresentar as EFDs pendentes. Porém, mesmo com o prazo de 48 horas para entregar o documento, parte contribuintes deixou de sanar a pendência e teve a inscrição estadual suspensa.

Com a inscrição suspensa, essas empresas ficam impedidas de emitir notas fiscais, realizar compras de mercadorias e demais atividades. Além disso, não é possível obter a Certidão Negativa de Débito (CND) e a empresa fica sujeita à aplicação de multas, conforme determinado no o artigo 45 da Lei 7098/98.

A regularização da situação, caso não existam outras pendências, ocorrerá exclusivamente pela entrega dos arquivos EFD não entregues que constarem no relatório de pendências da Certidão Negativa de Débitos (CND), não sendo necessário o protocolo de processo na Sefaz.

A entrega da EFD é uma obrigação tributária e sua omissão assim como a entrega com incorreções ou após abertura de procedimentos de fiscalização é infração grave. Portanto, é necessário que os contribuintes se atentem ao prazo previsto em lei e apresentem a EFD ao fisco até o dia 20 do mês subsequente ao das operações realizadas.

EFD incorreta

Além dos avisos emitidos aos contribuintes omissos, a Sefaz também notificou 12,7 mil empresas pela entrega da EFD com incorreções, ou seja, sem escriturar as notas fiscais. Essas empresas que apresentaram movimentação fiscal, identificadas por meio da base de dados da Nota Fiscal Eletrônica (NFe), mas deixaram de registrar os documentos na EFD.

A notificação foi feita via Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) e foi concedido um prazo de 15 dias para retificação e inclusão das notas fiscais não registradas na EFD. Essa ação visa apontar aos contribuintes as irregularidades detectadas e incentivar o cumprimento voluntário das obrigações, uma vez que a pendência pode ser saneada com o benefício da espontaneidade.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Governo liquida toda folha de março

luciana rosa 190 curtinha tesouro   A secretaria de Fazenda creditou neste sábado o pagamento de março dos servidores ativos e inativos que recebem acima de R$ 7,5 mil para quem tem conta no BB. Já para aqueles com conta em outros bancos, a liberação será na segunda (22). Segundo a...

Delator afirma não ter promissórias

silval barbosa curtinha   As tais notas promissórias que o STF alegou não ter encontrado nos autos do processo, pelo visto, não vão aparecer. O próprio delator, ex-governador Silval Barbosa (foto), que confessou esquemas criminosos dentro de sua gestão, disse que jamais prometeu apresentar esses...

Ex-prefeito de Chapada agora na AL

gilberto mello chapada curtinha   Após duas tentativas frustradas de retorno ao comando da Prefeitura de Chapada, em 2012 e 2016, o ex-prefeito e pecuarista Gilberto Schwartz de Mello (foto) agora atua como assessor-adjunto da Primeira-Secretaria da Assembleia Legislativa. Tem salário de R$ 5,6 mil. Ele arrumou o cargo comissionado...

Projetos irregulares e ressarcimento

leandro carvalho curtinhas   Alguns proponentes da época de Leandro Carvalho (foto) como secretário estadual de Cultura, no Governo Taques, estão sendo obrigados a devolver ao erário o que receberam de ajuda financeira porque simplesmente não prestaram contas. Marcos Aurélio Oliveira da Silva é um...

Servidores do Judiciário ganham RGA

carlos alberto curtinha   Os servidores do Judiciário, sob Carlos Alberto (foto), assim como nos outros anos, receberam a sua Revisão Geral Anual. Neste ano, têm direito a 3,43% a título de reajuste, índice calculado com base na inflação. De um certo modo, trata-se de uma categoria de um Poder...

Presidente vê quebra de paradigma

misael galvao curtinha   Misael Galvão (foto) disse que nestes primeiros 90 dias como presidente da Câmara da Capital tem tomado decisões que representam quebra de paradigma e que terão reflexos positivos junto à população cuiabana daqui a dois meses. Enfatiza a questão da transparência,...

MAIS LIDAS