ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 17h:04 | Atualizado: 16/04/2019, 01h:44

mercado externo

Juiz determina suspensão de cobrança do Fethab a empresa do ramo de exportação

Victor Humberto Maizman

Advogado Victor Maizman disse que produtos são protegidos de tributação pela Lei Kandir

O juiz Márcio Guedes, da 2ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá, concedeu decisão liminar favorável ao mandado de segurança impetrado pela empresa Master Comércio e Exportação de Cereais Ltda, garantindo que seja suspensa a cobrança pelo Governo do Estado em relação ao novo Fethab. A reformulação do Fundo gerou a expectativa de arrecadação de R$ 1,5 bilhão este ano, conforme cálculos do Governo.

O magistrado acatou os argumentos defendidos pelo advogado tributarista Victor Maizman que demonstrou a impossibilidade de tributação sobre produtos que servem para o abastecimento do mercado externo, já que são protegidos da incidência de tributação pela Lei Kandir, que é uma legislação federal, sendo que somente a União é a única competente para legislar em torno da imunidade tributária por força da Constituição Federal.

Os argumentos patrocinados por Maizman também apontam que o Fethab tem servido para alimentar outros três fundos privados, administrados pelos setores produtivos do agronegócio, sendo o Fundo de Apoio a Bovinocultura de Corte (Fabov), Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) e Instituto Mato-grossense do Agronegócio (Iagro).

“Em tese, o Estado está trocando o ICMS pelo Fethab, o que fere a Constituição Federal e norma federal, no caso a Lei Kandir, já que o recolhimento do Fethab não se trata de uma contribuição financeira, pois, possui natureza compulsória, configurando-se dessa forma como uma tributação”, explica Maizman ao .

Sendo uma tributação, a irregularidade da cobrança do Fethab garantiu argumentos suficientes para que o juiz Marcio Guedes pudesse conceder a liminar, baseado nos princípios do “perigo na demora” e “fumaça do bom direito”, que quando constatados permitem ao magistrado decidir de forma liminar sem entrar no mérito.

“Diante do exposto, concedo a liminar para determinar ao impetrado que abstenha de exigir o recolhimento do Fethab e adicionais, ao Fabov, IMAmt e Iagro como condição para a manutenção da impetrante no regime especial de exportação”, exarou o magistrado.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Selma retribui elogio de Sérgio Moro

selma arruda curtinha   A senadora Selma Arruda (foto), que foi elogiada e utilizada como exemplo pelo ministro da Justiça  na CCJ do Senado, fez questão de expressar solidariedade a Sérgio Moro.  O ministro  está na defensiva desde que o site The Intercept começou a publicar supostas conversas com...

Cotia também quer disputar Cáceres

cotia curtinha   Surge mais um pré-candidato a prefeito de Cáceres, além dos três aliados do prefeito Francis Maris e de outros cinco pretendentes pela oposição. Trata-se de Renancildo Soares França, o Cotia (foto), filiado ao PSD. Ex-assessor do ex-federal Pedro Henry, do ex-vice-governador...

5 ensaiam em Cáceres pela oposição

tulio fontes curtinha   Enquanto três tucanos da base do prefeito Francis vivem expectativa por candidatura pelo palanque situacionista em Cáceres, grupos de oposição se movimentam para lançar nomes competitivos. O advogado e ex-prefeito por dois mandatos Túlio Fontes (foto), do PV, demonstra certo...

Base de Francis, Júnior e divergências

eliene liberado curtinha   O prefeito de Cáceres Francis Maris, no segundo mandato e, portanto, fora do projeto majoritário de 2020, não esconde mais de ninguém que o nome preferencial para a disputa à sucessão é do seu secretário de Turismo, Júnior Trindade. E isso não tem...

Prefeito é ovacionado em solenidade

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) foi ovacionado nesta segunda (17), durante a solenidade que marcou entrega das chaves das unidades do Residencial Nico Baracat I,  no Jardim Liberdade, região da Grande Osmar Cabral. No geral, 360 famílias receberam as chaves dos imóveis, programa do Minha...

Governador, Nota MT e provocação

mauro mendes curtinha   Ao lançar a Nota MT, programa que estimula e incentiva o contribuinte a pedir nota em toda compra de mercadoria, o que ajuda na cultura do combate à sonegação fiscal, o governador Mauro Mendes (foto) copia para o Estado a mesma proposta implantada em Cuiabá na época em que foi...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.