ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Quinta-Feira, 13 de Junho de 2019, 09h:09 | Atualizado: 13/06/2019, 12h:07

10 dias de embargo

Mapa não vê risco e libera exportação de carne para China, diz deputado - vídeo

Rodinei Crescêncio

Coordenador da bancada federal Neri Geller

Neri Geller pondera que recebeu uma ligação de Tereza

Dez dias após suspender as exportações de carne bovina para a China, o ministério da Agricultura (Mapa) levantou hoje (13) o embargo, garantindo que a comercialização seja retomada. No começo deste mês, foi descoberta uma suspeita da incidência da doença conhecida por “Vaca Louca”, em Mato Grosso. Após comprovação de que se tratava de um caso atípico e isolado, e a comunicação ter sido feita de forma imediata pelas autoridades, o mercado volta à normalidade.

O anúncio foi feito de forma extraoficial pelo deputado e ex-ministro da Agricultura Neri Geller (PP), que, em vídeo, relata ter recebido uma ligação da ministra Tereza Cristina, nesta manhã para noticiar o fim do embargo - assista.

“Essa é uma boa notícia. O ministério da Agricultura agiu rápido, está de parabéns assim como o Indea de Mato Grosso e todos que se envolveram nesta discussão, pois mostrou a competência e a qualidade da defesa sanitária vegetal e animal do nosso querido Brasil”, disse o deputado, entusiasmado, no vídeo.

Em Mato Grosso, o embargo da carne bovina para a China provocou prejuízos médios de US$ 6,7 milhões durante os 10 dias. Isso porque a média de exportação mensal do Estado de carne bovina para a China é de US$ 20 milhões, valor que representa 22,8% das exportações mensais do Estado. Os dados são baseados no Relatório Semanal de Bovinos do Imea.

Às 12h01 - Em nota, Mapa confirma a suspensão

O ministério da Agricultura, em nota, ressalta que a China é o único país, entre os importadores do Brasil, que tem protocolo sanitário que exige a suspensão temporária das importações de carne quando detectado caso atípico de EEB. E que a ministra Tereza Cristina recebeu a notícia da reabertura do mercado chinês nesta madrugada. "A ministra reafirmou que vai continuar negociando um novo protocolo com as autoridades sanitárias chinesas".

Veja, abaixo, a nota

A China vai retomar as importações de carne bovina do Brasil que estavam suspensas desde o dia 3 de junho, por conta da notificação de caso atípico de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), detectado em Mato Grosso.

A China é o único país, entre os importadores do Brasil, que tem protocolo sanitário que exige a suspensão temporária das importações de carne quando detectado caso atípico de EEB. A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, recebeu a notícia da reabertura do mercado chinês nesta madrugada. A ministra reafirmou que vai continuar negociando um novo protocolo com as autoridades sanitárias chinesas.

A doença foi constatada em uma vaca de corte, com idade de 17 anos. Todo o material de risco específico para EEB foi removido do animal durante o abate de emergência e incinerado no próprio matadouro. Outros produtos derivados do animal foram identificados, localizados e apreendidos preventivamente, não havendo ingresso de nenhum produto na cadeia alimentar humana ou de ruminantes. Não havia, portanto, risco para a população.

A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) encerrou no último dia três, o pedido de informações complementares do Brasil sobre o caso, o que mostrou que não há risco sanitário. As exportações de carne bovina continuaram normalmente para os demais países.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Empossado no comando do Incra-MT

ivanildo incra curtinha   Apesar de já estar atuando desde o início do mês, Ivanildo Teixeira Thomaz (foto) tomou posse na segunda (22) como novo superintendente do Incra/MT, numa solenidade em Brasília que marcou a posse de outros dois, sendo eles Cassius Rodrigo de Almeida na regional do Rio de Janeiro, e Antonio...

Setor produtivo pressiona deputados

Algumas entidades, especialmente do setor produtivo, estão exercendo muita pressão sobre deputados, inclusive econômica, na tentativa de convencê-los a votar pela rejeição do projeto que estabelece reinstituição dos incentivos fiscais e que já foi aprovado, semana passada, em primeira votação, inclusive pelo placar de 15 a 7.  Há empresários do agronegócio que foram pessoalmente à AL...

Governador chateado com grevistas

jayme_curtinha   Embora pareça, muitas vezes, ignorar o movimento grevista, agindo como o árbitro de futebol, que finge não ouvir os gritos da torcida, Mauro Mendes não está nada feliz com o tom das críticas de alguns servidores. Jayme (foto), líder do Democratas, mesmo partido de Mauro, pediu hoje...

Ministro lamenta ausência de prefeito

mandetta_curtinha   Ministro da Sáude Luís Henrique Mandetta fez questão de ressaltar a ausência do prefeito da Capital Emanuel Pinheiro na solenidade de reabertura da Santa Casa hoje. Mandetta disse que Emanuel foi muitas vezes a Brasília “pedir por esse hospital”, que foi fechado após a...

Dinheiro para Fipe veio da Assembleia

allan kardec curtinha   O secretário estadual Allan Kardec (foto), da Cultura, Esporte e Lazer, confirma que, de fato, o Estado repassou R$ 1,5 milhão para o tradicional Festival Internacional de Pesca Esportiva, realizado este mês em Cáceres. Enfatiza que esse dinheiro havia retornado para o Poder Executivo em forma de...

Vice estuda nova mudança de partido

niuan ribeiro curtinha   O deputado federal José Medeiros, que comanda o Podemos no Estado, convidou para se filiar ao partido o vice-prefeito de Cuiabá Niuan Ribeiro (foto). Filho do ex-vice-governador Oswaldo Sobrinho, Niuan, que estava no PTB e migrou para o PSD, se mostrou animado com essa possibilidade. No novo partido poderia,...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.