ECONOMIA E AGRONEGÓCIO

Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 18h:20 | Atualizado: 14/08/2019, 18h:27

SEMA

Mauren defende projeto de licenciamento ambiental duramente repudiado por ONGs

Mayke Toscano

Mauren Lazzaretti

Mauren Lazzaretti, de Meio Ambiente, em coletiva à imprensa para falar do lançamento do sistema Imagens Planet

Apesar das organizações ambientais declararem que o relatório do deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) em relação ao projeto de lei do novo licenciamento ambiental ter transformado o licenciamento em regra e não em exceção, a secretária de Meio Ambiente do Estado (Sema) Mauren Lazzaretti defende que a flexibilização da licitação será adequada.

A secretária avalia que existe desconhecimento e distorção na interpretação do projeto. “Nenhum Estado defende que exista uma liberalização do licenciamento. O que nós pedimos e defendemos é que a legislação trate de forma distinta os empreendimentos e seus potenciais poluidores. Hoje a gente licencia da mesma forma empreendimentos de pequeno e de alto impacto. O que nós precisamos compreender é que esses empreendimentos precisam ser licenciados de forma distinta”.

Mauren defende que já existe maturidade suficiente dos órgãos licenciadores, sejam os federais, estaduais e municipais, para compreender que alguns licenciamentos exigem menos esforço e outros mais. Para a secretária, a flexibilização proposta no PL deve contemplar essa diferença.

“Alguns pontos da Lei podem ser polêmicos e gerar conflito de interesse. O cerne da legislação é trazer mecanismos diferentes. Adesão e compromisso para atividade de pequeno impacto e licenciamento com Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) e licenciamento ambiental trifásico para aqueles que são de alto impacto. É isso o que defendemos, tratar de forma distinta aqueles que são distintos e não fazer flexibilização irresponsável, isso de fato, nenhum órgão estadual da Associação Brasileira dos Órgãos Estaduais de Meio Ambiente (Abema) defende”, aponta.

Entre as partes consideradas como “problemas graves” pelas 86 entidades que defendem o meio ambiente, e que subscreveram uma nota de repúdio contra o relatório de Kataguiri nesta terça (13),  está a possibilidade de adesão e compromisso que passa a ser regra para todos os empreendimentos com baixo impacto. Por outro lado, ficaram excluídos do relatório os impacto classificados como indiretos do licenciamento ambiental.

Outro ponto tratado pelo relator é a criação do autolicenciamento para ampliação e pavimentação de rodovias, inclusive na Amazônia, além da dispensa de licenciamento para atividades agropecuárias, sob a justificativa que o Cadastro Ambiental Rural (CAR) já funciona como autorização. O PL 3.729, que tramita na Câmara desde 2004, deverá ser votado ainda este mês. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Licitação irregular em Alto Araguaia

gustavo de melo 400 curtinha   O conselheiro-subtituto do TCE, Luiz Carlos Pereira, determinou que o prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), suspenda de imediato, devido a apontamento de irregularidades, uma licitação para contratar por R$ 2,9 milhões uma empresa com vistas a executar obras de asfaltamento tipo TSD...

Mutirão fiscal prorrogado na Capital

Emanuel Pinheiro curtinha   Levando em consideração o grande número de contribuintes interessados em negociar dívidas com o município, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) decidiu prorrogar o Mutirão de Conciliação Fiscal até 30 de agosto. Os atendimentos foram retomados na terça...

6 deputados podem tentar prefeitura

silvio favero curtinha   Pelo menos seis deputados estaduais ensaiam candidatura à prefeitura. Eles nada têm a perder, pois a legislação não exige renúncia do mandato no Legislativo para disputar vaga no Executivo.  Sílvio Fávero (foto) deve concorrer em Lucas do Rio Verde, numa...

Munhoz agora é adjunto na Sinfra

 Mauricio Munhoz-curtinha-400   O governador Mauro Mendes nomeou o economista e escritor Maurício Munhoz (foto) como secretário adjunto de Gestão e Planejamento da Sinfra, pasta comandada por Marcelo Padeiro. Filiado ao PSD, é representante da Fundação Espaço Democrático em MT, que...

Contribuição com óculos às crianças

virginia mendes 400   Após lançamento de campanhas sociais, como o Aconchego, com distribuição de 100 mil cobertores a famílias em situação de extrema vulnerabilidade, de festas para angariar fundos e ajudar entidades, e do empenho pela reabertura do Hospital Estadual Santa Casa, a primeira-dama do...

Sob efeito das urnas e tiro pela culatra

valtenir pereira 400   Valtenir Pereira (foto), indiciado pela PF por envolvimento em desvio de recursos da União, não conseguiu se reeleger no ano passado. Ficou na primeira-suplência. E culpou o que chamou de traição do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro por este ter lançado o filho Emanuelzinho, que se...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.