ECONOMIA E AGRO

Terça-Feira, 01 de Agosto de 2017, 17h:18 | Atualizado: 01/08/2017, 17h:25

Produtor vai gastar quase R$ 300 mi a mais com combustível após aumentos

Divulgação

soja plantio

Custo com diesel arcado pelos produtores rurais ficou em R$ 1,6 bilhão no ano passado

O aumento nos combustíveis anunciado pelo governo federal há quase duas semanas deve elevar os gastos do setor agropecuário de Mato Grosso, nesse ano, em R$ 294,6 milhões, na comparação com 2016. Somente no caso dos produtores de soja a elevação nos custos deve ser de R$ 147,6 milhões.

A estimativa foi realizada e divulgada nesta segunda (31) pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

O governo federal, por meio dos ministérios da Fazenda e do Planejamento, anunciou em 20 de julho o aumento nas alíquotas do PIS e Cofins que incidem sobre os combustíveis. As alíquotas subiram de R$ 0,3816 para R$ 0,7925 para o litro da gasolina e de R$ 0,2480 para R$ 0,4615 para o diesel nas refinarias. Para o litro do etanol, a alíquota passou de R$ 0,12 para R$ 0,1309 para o produtor. Para o distribuidor, a alíquota que antes era zerada, aumentou para R$ 0,1964.

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis do Estado de Mato Grosso (Sindipetróleo/MT) e a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja/MT) foram duas entidades do Estado que criticaram a medida.

Utilizando 53,4% do diesel de Mato Grosso, o setor produtivo rural é o principal responsável pela utilização do combustível. O diesel é utilizado pelas carretas e caminhões no principal modal do setor, que é o rodoviário, e também no caso das máquinas agrícolas, dentro das propriedades.

O Imea comparou os gastos em 2016 e chegou aos dados apresentados. No caso da porteira para dentro, o custo com diesel arcado pelos produtores rurais ficou em R$ 1,6 bilhão no ano passado, número que saltaria para R$ 1,7 bilhão considerando o preço atual reformado, o que representa um aumento de 6,2% e de R$ 105,8 milhões.

No caso dos gastos indiretos, da porteira para fora, os números saltaríam de R$ 2,9 bilhões para R$ 3,1 bilhões, uma diferença de 6,9% e de R$ 188,8 milhões.

No acumulado, os gastos diretos e indiretos com diesel foram calculados em R$ 4,6 bilhões no ano passado. Ao final desse ano esse valor poderá saltar para R$ 4,9 bilhões, o que representaria um salto de 6,5% e de R$ 294,8 milhões. 

Soja

O Imea ainda pontua que os produtores de soja são responsáveis por pouco mais de 50% dos gastos com diesel em Mato Grosso. No caso deles, os custos dentro da fazenda foram calculados em R$ 746,6 milhões no ano passado, número que saltaria para R$ 795,5 milhões com os novos tributos e representaria uma elevação de 6,5% e de R$ 47,8 milhões.

Em relação aos gastos indiretos, os números aumentaríam de R$ 1,5 bilhão para R$ 1,6 bilhão, uma diferença de 6,6% e de R$ 99,7 milhões.

No geral, a somatória das despesas com diesel dos sojicultores foi de R$ 2,3 bilhões no ano passado. Ao final de 2017 esse valor poderá saltar para R$ 2,4 bilhões, o que significa uma elevação de 4,3% e de R$ 147,6 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

MDB fechado com Pivetta à senatória

joao jose 400 curtinha   O médico e deputado estadual João José (foto), do MDB, disse nesta segunda, em entrevista às jornalistas Lídice Lannes e Andhressa Barboza, em live do RDTV, tv web do portal Rdnews, que o seu partido está fechado no apoio à candidatura de Otaviano Pivetta ao Senado, na...

Pátio punido por não licitar transporte

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto) vai concluir o mandato sem conseguir realizar a licitação do transporte coletivo urbano de passageiros, vencido desde março de 2014. Por essa irregularidade na concessão, já que a Cidade de Pedra, empresa que explora o...

Anelise só vai com respaldo de MM

anelise silva 400 curtinha   Filiada ao DEM, Anelise Silva (foto) deve desistir da disputa à Prefeitura de Cáceres, a não ser que o governador Mauro Mendes, com quem ela pretende conversar nos próximos dias, declare apoio irrestrito a sua candidatura. Nos bastidores, Mauro não dá sinais de que...

Deputados "adotam" pré-candidatos

franklin 400 curtinha   Deputados estaduais se transformaram em padrinhos políticos de quatro pré-candidatos a prefeito de Santo Antonio de Leverger. Considerado o nome mais forte eleitoralmente, o ex-vereador por três mandatos e derrotado ao Executivo em 2016, Franklin Silva (foto), do PSDB e sobrinho do ex-prefeito Edu, entrou...

Candidato da Reitoria sob desgaste

julio cesar 400 curtinha   O professor Júlio Cesar (foto), um dos dois candidatos a reitor, tem apoio carimbado do grupo que comanda a instituição há cerca de 20 anos - desde a Escola Técnica, passando pelo CEFET, até o IFMT. Mas, nas viagens e reuniões em busca de voto, e numa tentativa de evitar o...

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.