ECONOMIA E AGRO

Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 17h:20 | Atualizado: 24/07/2019, 08h:54

MEDIDA DE GUEDES

União quer enterrar FEX e liberar Estados e municípios para taxação do agronegócio

Rodinei Crescêncio

Jayme Campos

Senador Jayme Campos, durante a reabertura do Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá, na manhã desta terça

Os esforços dos parlamentares federais e governadores para tentar regulamentar o FEX tendem a não ter efeito. Isso porque o Governo Federal, mais precisamente o ministro da Economia Paulo Guedes, estuda o enterro definitivo da compensação paga aos Estados e Municípios em razão da desoneração das commodities que abastecem o mercado internacional.

Em contrapartida, o ministro pretende encaminhar ao Congresso um projeto de lei que permite aos Estados e Municípios praticarem uma alíquota de até 3% sobre os produtos que hoje são isentos, como soja, milho, carnes, algodão entre outros, que são exportados.

O senador Jayme Campos (DEM) explica que o Governo tem justificado a taxação das exportações porque não tem mais condições para recompensar os Estados e municípios com o FEX.  

“Quando se criou esse incentivo no Governo FHC, a intenção era melhorar a produção do campo. Hoje praticamente todos os setores agropecuários estão consolidados. A sensação é que o Paulo Guedes não vai mais repassar esses recursos e em contrapartida vai liberar a cobrança por parte dos Estados e Municípios”.

Anualmente, Mato Grosso recebia cerca de R$ 500 milhões de FEX, sendo que R$ 400 milhões ficava para o Estado e R$ 100 milhões distribuídos aos municípios. Com o fim dos efeitos da compensação em 2017, o Governo Federal parou de fazer os repasses. Em 2018 e neste ano, o Estado não recebeu o recurso. Na avaliação do senador os recursos não repassados estão praticamente perdidos.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Carlos | Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 19h20
    4
    9

    Kkkkkkkk vai lá pessoal do agro, vota no bozo. Rindo até 2022.

Diversos cortes nas despesas da AL

eduardo botelho curtinha 400   Num período em que o Legislativo praticamente parou, assim como o Judiciário e órgãos vinculados aos Poderes, como TCE e MPE, o presidente da AL, deputado Eduardo Botelho (foto), tomou decisão correta ao cortar gastos enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. Entre as...

Governador está tenso e preocupado

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes anda tenso e preocupado. Mesmo já tendo adotado uma série de medidas de prevenção, inclusive consideradas radicais, ele não dorme direito por causa das projeções nada otimistas de aumento nos próximos dias de casos de coronavírus em...

AL aprovará empréstimo de R$ 550 mi

A Assembleia aprovou, na convocação extraordinária desta sexta (27), dispensa de pauta para a mensagem do Executivo que pede autorização para contrair empréstimo de R$ 550 milhões junto à Caixa Econômica. O recurso será aplicado na construção de pontes de concreto em diversos municípios. Agora, a matéria entra na pauta e será aprovada pela maioria dos deputados na próxima segunda (30),...

Queda nas receitas e o salário regular

emanuel pinheiro 400 curtinha   Prefeitos de um modo geral vão conseguir pagar a folha do funcionalismo de março, na próxima semana, sem tantas dificuldades. Já para abril, a tendência é que passem apurados para manter os vencimentos em dia, por causa do reflexo negativo da pandemia do coronavírus,...

Galvan, afronta à legislação e multa

antonio galvan 400 curtinha   O presidente da Aprosoja-MT, Antônio Galvan (foto), que tentou, mas acabou desistindo da disputa ao Senado, está sempre envolvido em polêmicas, seja nas demandas do agronegócio, seja no cotidiano da política. A mais recente é que ele, juntamente com outros produtores, está...

Destaque nas ações anti-coronavírus

leonardo bortolini leo 400 curtinha   O prefeito de Primavera do Leste Leonardo Bortolin (foto) vem recebendo elogios e ganhou o noticiário nacional por medidas práticas, céleres e seguras no atendimento à população, em meio aos cuidados para prevenção ao coronavírus. Desde a semana...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.