ECONOMIA

Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 16h:12 | Atualizado: 23/09/2020, 16h:30

EM 2019

MT registrou 6,7 milhões de raios em um ano; Energisa alerta sobre época de chuva

Reprodução

Descargas atmosf�ricas em MT

O Brasil, por ser o maior país da zona tropical do planeta, é o líder em incidência de raios no mundo, com cerca de 77,8 milhões de descargas a cada ano

Nos 141 municípios atendidos pela Energisa Mato Grosso, a distribuidora registrou em 2019, aproximadamente, 6,7 milhões de raios. O número cresce a cada ano e pode impactar diversos setores.  Se comparados os anos de 2018 e 2019, há um aumento de 141% no número de raios que atingiu o estado. O período de chuvas pesadas, acompanhado de ventos fortes e raios, se aproxima da região. De setembro a março, ou seja, da primavera até o final do verão, é conhecido como a estação das chuvas no Brasil. A concessionária alerta a população para o risco das descargas e como evitar acidentes.

Segundo estudo realizado pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o Brasil, por ser o maior país da zona tropical do planeta, é o líder em incidência de raios no mundo, com cerca de 77,8 milhões de descargas para o solo a cada ano. 

“Os raios podem causar danos por meio de objetos metálicos, telefonia, antenas externas, redes de TV e internet via cabo. Vale alertar, que além dos raios, os temporais desta época do ano são acompanhados de fortes rajadas de ventos, o que traz um risco adicional a toda população. Os ventos, que muitas das vezes chegam a ultrapassar os 60 km/h, podem lançar objetos sobre as redes de energia, provocar a queda de árvores e galhos sobre carros e casas. É preciso ficar atento”, explica o gerente do Departamento de Operação da Energisa Mato Grosso, Fábio Lancelotti. 

Energisa

Centro de Opera��o Integrado da Energisa

 

Monitoramento do tempo  

O Grupo Energisa conta com uma ferramenta de Alerta de Situação Climática, denominada NetClima, que está presente em todas as unidades da empresa.  Ela realiza o monitoramento em tempo real de tempestades severas como chuvas intensas, rajadas de vento muito fortes, com abrangência nacional, o que possibilita às distribuidoras mobilizar suas equipes com antecedência para atender à população com mais agilidade.  

Além do sistema de monitoramento, desenvolvido pelo Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), em parceria com a Aneel e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o sistema elétrico conta também com equipamentos automatizados, que permitem manobras a distância, diretamente do Centro de Operação da distribuidora, garantindo mais agilidade na recomposição do sistema. 

Equipes preparadas 

Para enfrentar as emergências e minimizar os efeitos, a Energisa conta com o plano de contingência e treinamento das suas equipes. Este planejamento define as responsabilidades, de forma a orientar, facilitar, agilizar e uniformizar as ações necessárias para que a empresa atue com agilidade diante das situações adversas como tempestades, queda de árvores, erosões, dentre outras situações que causam impactos ao sistema elétrico. Em situações de contingência, a empresa reforça  o número de equipes em campo, incluindo manutenção pesada com caminhões com cesto aéreo. 

Anualmente as equipes passam por uma simulação para colocar em prática o Plano de Contingência. O objetivo é reforçar as ações do plano e avaliar o desempenho de todas as áreas envolvidas, diante de situações reais de emergência. Entre as ações do simulado estão o acionamento de todas as frentes de trabalho que devem executar as ações previstas no Plano, simulação de manobras pelo Departamento de Operações, simulação de perda de infraestrutura, perca do Centro de Operações, que monitora todo o sistema elétrico entre outras.   

A população deve também deve ficar atenta a cuidados importantes: em caso de tempestades, retire todos os aparelhos eletrônicos das tomadas e evite contato com objetos de estrutura metálica que estejam ligados à eletricidade, como fogões, geladeiras e torneiras.

Se estiver na rua, procure um lugar seguro e não se aproxime de cabos partidos. Em caso de urgência, entre em contato a Energisa pelas redes sociais, pelo aplicativo Energisa On, pelo site www.energisa.com.br ou pelo Call Center: 0800 646 4196.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS