PALÁCIO PAIAGUÁS

Abicalil diz que quer concluir mandato e não pensar em cargos

Carlos Abicalil (PT)   Diante das declarações do governador reeleito Silval Barbosa (PMDB) de que daria início às conversas com os partidos de sua base aliada para a formação da equipe de governo logo após o segundo turno, o presidente do diretório regional do PT, deputado federal Carlos Abicalil, cotado para assumir um cargo no primeiro escalão após não conseguir se emplacar como senador nestas eleições, disse que seu principal compromisso é com a conclusão de seu atual mandato. “Até 31 de janeiro estarei absolutamente comprometido com a Câmara dos Deputados”, destacou.

   No entanto, ele garante que não esquecerá seu papel de presidente da sigla e, já nesta semana, dará início aos diálogos com o governador para composição do secretariado que, segundo Silval, será anunciado a partir de 1º de janeiro. “Ao mesmo tempo que estarei trabalhando para concluir meu mandato, como presidente do diretório do PT vamos articular nossa participação no governo”, explicou.

   A legenda, que em Mato Grosso tinha dois representantes no Congresso, a partir do próximo ano contará apenas com um deputado estadual, Ademir Brunetto, e um deputado federal, Ságuas Moraes. Contudo, os petistas acreditam que o fato de pertencer ao partido da presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), evite o enfraquecimento da sigla no Estado.

   Integrando a ala governista também na esfera estadual, o PT deve manter a indicação pela pasta da Educação, que já foi de Ságuas e atualmente está sob o comando de Rosa Neide Sandes. Um dos nomes cotados foi o do próprio Abicalil. Outra liderança petista cogitada para assumir uma vaga no primeiro escalão é a senadora Serys Marly. Ela chegou a ser sondada para disputar o cargo de vice-governadora ao lado de Silval, mas concorreu, sem sucesso, à Câmara.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.