OPERAÇÃO JURUPARI

Advogado de Gois tenta anular grampo e deve denunciar Julier

Alexandre Gonçalves Pereira   Todas as escutas telefônicas e o processo mais de 450 páginas da Operação Jurupari podem ser anuladas, caso a Justiça acate as denúncias feitas pelo advogado Alexandre Gonçalves Pereira, que defende o secretário de comunicação de Sinop Antônio Gois contra decisão do juiz da 1ª Vara Federal Julier Sebastião da Silva. O advogado argumenta que houve falhas na condução das investigação. Cita como exemplo o fato do deputado federal Eliene Lima (PP) ter sido grampeado, sem autorização do Superior Tribunal Federal (STF), que tem competência para investigar o caso. Além disso, acusa Julier de ter conduzido as investigações da Polícia Federal, juntamente com o Ministério Público Federal, como uma espécie de “policial”.

   “Tinha interesse político. Julier estava totalmente ligado. De julgador passou a ser investigador o que o coloca sob suspeição. Ele não pode julgar o caso”, ressaltou Alexandre, que finaliza representações contra o magistrado. Os documentos serão encaminhados ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Tribunal Regional Federal (TRF) e ao STF para que todo o processo investigatório seja anulado. “A OAB daqui também será acionada para que acompanhe o caso”, pontua o advogado. Para comprovar a existência de conotação política o advogado cita o fato de Julier ter “esquecido” de retirar de alguns comentários pessoais, encontrados na página 14 do despacho da prisão preventiva para 91 pessoas: “f) Fazenda Bico do Garrafão, I e II –(caso 23) e Fazenda Morada do Sol (caso 30) – Marcos Zanchett??? (não me lembro). Se nato (sic) tiver politico, não precisa analisar. Ver apenas se era o do Arcanjo”.

  Para o jurista o trecho é um flagrante do interesse político por trás das investigações. “Ele esqueceu de tirar essa anotação, que deixa claro o viés político. Ele (Julier) tinha interesse de investigar apenas políticos”, argumenta Alexandre. No trecho, o relatório cita a existência de uma multa de R$ 642 mil aplicada ao proprietário da Bico Garrafão, que recorre ao secretário adjunto de Desenvolvimento Florestal Afrânio Migliari e a Luana Ribeiro Gasparotto para obter o licenciamento da propriedade. Num diálogo gravado pela PF, é mencionado o fato do fazendeiro ter dado uma caminhonete como forma de pagamento pelos serviços supostamente prestados por eles.

  Na última sexta (21) a Polícia Federal realizou a Operação Jurupari e prendeu servidores, empresários, fazendeiros e engenheiros florestais. Pesa contra eles a acusação de práticas de crimes ambientais e fraudes ao sistema na secretaria estadual de Meio Ambiente. Mais de 70 pessoas já foram presas e até agora apenas o genro do presidente da Assembleia Legislativa, José Riva, Carlos Antônio Azóia, conseguiu a revogação de sua prisão. Alexandre ressalta que ainda nesta segunda impetrará um pedido de habeas corpus para libertar Antônio Gois. “A detenção dele foi arbitrária e acredito que até terça ele deve ser libertado”, pontuou o advogado. Após a realização da ação, o governador Silval Barbosa (PMDB) determinou o afastamento de todos os servidores envolvidos e a abertura de procedimento administrativo contra eles.

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.