Agimos a cavalheiro, PPS não será empecilho para Taques, diz Percival

O prefeito de Rondonópolis e presidente do PPS em Mato Grosso, Percival Muniz (PPS), começa a dar sinais de que não está tão próximo do senador e pré-candidato ao Governo Pedro Taques (PDT). Ele que vinha defendendo a candidatura do amigo com entusiasmo, em entrevista ao Rdnews mostrou-se ainda mais apático e desanimado com o projeto político do grupo. Ao ser questionado sobre rumores de um possível isolamento da sigla pelo senador, ele disparou: “O PPS que está em uma postura de não atrapalhar, agindo a cavalheiro. O PPS não quer servir de empecilho para Taques”.

Nos bastidores, a informação é de que Percival começou a ficar revoltado depois que o nome da esposa, Ana Carla Muniz, foi vetado nas discussões sobre a escolha do vice de Taques. O veto teria partido de um dos principais conselheiros do senador, o prefeito de Cuiabá Mauro Mendes.

Ana Carla já foi secretária estadual de Educação no Governo Blairo e hoje é uma primeira-dama atuante, comandando a pasta de Educação e coordenando outras ações na administração. Além dela, também já foram cogitados para vice de Taques, o empresário Eraí Maggi (PP), o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Marino Franz (PSDB). Também são lembrados a vice-prefeita de Sinop, empresária Rossaba Martinelli, o ex-prefeito de Rondonópolis Adilton Sachetti e a deputada estadual Luciane Bezerra, todos do PSB.

Ainda na entrevista ao Rdnews, Percival faz questão de frisar que não está participando das articulações pró-Taques. Na última reunião do grupo, em 5 de maio, ele não participou. O argumento que a coligação usou foi de que ele ficou preso no trânsito e não conseguiu chegar a tempo para o evento em Cuiabá. “Não estou me envolvendo muito com campanha, estou mais focado na gestão do município. Estamos ajudando naquilo que tem condições”, disse Percival ao ser questionado sobre quem é o seu candidato ao Senado e sobre o que tem feito pela candidatura de Taques, respectivamente.

2º turno

Diante do fato do cenário eleitoral ainda estar bastante indefinido, Percival salienta que não consegue avaliar se a eleição para Governo neste ano vai ser decidida logo no primeiro turno como tradicionalmente ocorre em Mato Grosso ou se haverá um segundo turno. “Esta é uma fase de muita conversação e as coisas estão ainda muito prematuras, então para fazer qualquer prognóstico neste momento tem que ser a mãe Diná”, brincou.

Salgadinhos sim; caminhão pipa, não

humberto bolinha 400 curtinha   Em Guiratinga, o prefeito Humberto Domingos, o Bolinha (foto), resolveu homologar na última segunda, 1º de junho, processo licitatório para contratar uma empresa com vistas a fornecer salgadinhos nas 11 secretarias municipais. Vão ser gastos com salgados R$ 21,7 mil. No mesmo dia, Bolinha...

Nepotismo e demissão na gestão Pátio

leandro junqueira 400   Acuado pela notificação recomendatória do Ministério Público Estadual, o prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio, não teve outra saída senão exonerar a servidora Renata Castilho Moreno do cargo comissionado de gerente do Departamento de Engenharia e...

Candidatíssima à vereadora em Cuiabá

gisele almeida 400 curtinha   A apresentadora de TV, Gisele Almeida (foto), vai mesmo encarar o teste das urnas como candidata à vereadora em Cuiabá. Irmã do ex-vereador, ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE, Sérgio Ricardo, ela não perde tempo nas articulações. Recentemente, recebeu no...

Quebra-cabeça para definir a chapa

eduardo botelho 400 curtinha   Eduardo Botelho (foto) está postergando ao máximo a definição dos nomes de sua chapa ao comando da Mesa Diretora. A eleição já acontece no dia 10, na próxima semana. Como 12 dos 24 deputados brigam por espaço, o presidente da Assembleia sabe que, ao final,...

Secretário terá de explicar contrato

alex vieira 400 curtinha   O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira (foto), tem dois dias para apresentar defesa ao TCE sobre uma representação da empresa F. M Paragas, propriedade de Fernando Marcelo, que apontou supostas irregularidades na contratação, por dispensa de...

Presidente da OAB e péssimo exemplo

leonardo campos 400 curtinha   Continua repercutindo muito mal, inclusive em âmbito nacional, o escândalo em que se envolveu Leonardo Campos, o Léo Capataz (foto), que acabou se afastando da presidência da OAB-MT. Deu um péssimo exemplo à sociedade. Ele foi parar na Delegacia, na semana passada, sob...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.