Agimos a cavalheiro, PPS não será empecilho para Taques, diz Percival

O prefeito de Rondonópolis e presidente do PPS em Mato Grosso, Percival Muniz (PPS), começa a dar sinais de que não está tão próximo do senador e pré-candidato ao Governo Pedro Taques (PDT). Ele que vinha defendendo a candidatura do amigo com entusiasmo, em entrevista ao Rdnews mostrou-se ainda mais apático e desanimado com o projeto político do grupo. Ao ser questionado sobre rumores de um possível isolamento da sigla pelo senador, ele disparou: “O PPS que está em uma postura de não atrapalhar, agindo a cavalheiro. O PPS não quer servir de empecilho para Taques”.

Nos bastidores, a informação é de que Percival começou a ficar revoltado depois que o nome da esposa, Ana Carla Muniz, foi vetado nas discussões sobre a escolha do vice de Taques. O veto teria partido de um dos principais conselheiros do senador, o prefeito de Cuiabá Mauro Mendes.

Ana Carla já foi secretária estadual de Educação no Governo Blairo e hoje é uma primeira-dama atuante, comandando a pasta de Educação e coordenando outras ações na administração. Além dela, também já foram cogitados para vice de Taques, o empresário Eraí Maggi (PP), o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde Marino Franz (PSDB). Também são lembrados a vice-prefeita de Sinop, empresária Rossaba Martinelli, o ex-prefeito de Rondonópolis Adilton Sachetti e a deputada estadual Luciane Bezerra, todos do PSB.

Ainda na entrevista ao Rdnews, Percival faz questão de frisar que não está participando das articulações pró-Taques. Na última reunião do grupo, em 5 de maio, ele não participou. O argumento que a coligação usou foi de que ele ficou preso no trânsito e não conseguiu chegar a tempo para o evento em Cuiabá. “Não estou me envolvendo muito com campanha, estou mais focado na gestão do município. Estamos ajudando naquilo que tem condições”, disse Percival ao ser questionado sobre quem é o seu candidato ao Senado e sobre o que tem feito pela candidatura de Taques, respectivamente.

2º turno

Diante do fato do cenário eleitoral ainda estar bastante indefinido, Percival salienta que não consegue avaliar se a eleição para Governo neste ano vai ser decidida logo no primeiro turno como tradicionalmente ocorre em Mato Grosso ou se haverá um segundo turno. “Esta é uma fase de muita conversação e as coisas estão ainda muito prematuras, então para fazer qualquer prognóstico neste momento tem que ser a mãe Diná”, brincou.

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

Muitos cuiabanos votam em Chapada

thelma de oliveira 400 curtinha   A ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), que em 2016 transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para Chapada dos Guimaráes, já está trabalhando nos bastidores o projeto de reeleição. E, agindo nos bastidores e de forma estratégica, ela conseguiu um...

Câmara cassará 4º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o quarto vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.