RACHA

Alexandre ironiza e diz que Serys tem todo direito de espernear

    O deputado estadual Alexandre Cesar (PT) satirizou as declarações da senadora Serys Marly, colega de partido, que, inconformada com a derrota nas prévias internas pela indicação à senatória, chegou a dizer que o parlamentar “vive na marginalidade”. Nesta segunda (19), pela tarde, ele rebateu a crítica. “Não consigo entender a que ela se refere. Acho que a declaração tem muito do momento que ela está vivendo. Não queríamos fazer as prévias. Resolvemos isso num encontro em que a maioria se posicionou pela disputa interna. Isso é chamado cientificamente de ‘uso esperneadium’, ou seja, ela tem o direito de espernear”, zombou Alexandre, sorridente.

   As declarações foram feitas durante o lançamento do Plano de Ação da Saúde (PAS), pelo governador Silval Barbosa (PMDB), no Palácio Paiaguás. O deputado fez questão de permanecer ao lado do peemedebista, pré-candidato à reeleição, na tentativa de demonstrar que a união entre PMDB, PT e PR está firme.

   Com o mesmo humor, ele rebateu a afirmação de Serys de que o partido corre o risco de ter a bancada reduzida ao não optar pela tentativa de reeleição dela ao Senado e de Abicalil à Câmara Federal. “Ela não tem bola de cristal e, portanto, não pode saber quem o eleitor vai eleger ou não. Ser candidato à reeleição não é garantia de êxito nas urnas”, reagiu.

   Ele também não perdoou os petistas que, até por meio de cartas, declararam apoio à reeleição da senadora. “Forças estranhas tentaram pressionar o partido”, alfinetou, ao se referir à bancada do partido no Senado. Nada menos que sete dos oito senadores chegaram a referendar publicamente o apoio à petista.

   Alexandre e o deputado federal Carlos Abicalil compõem a mesma corrente interna no PT, “Unidade na Luta” ou “Campo Majoritário”. Também integra o grupo o deputado estadual licenciado Saguás Moraes, ex-secretário estadual de Educação. Neste domingo (18), Abicalil derrotou Serys nas prévias internas do PT que referendou o nome dele à disputa ao Senado.

   Em coletiva nesta segunda (19), ela não mediu palavras para criticar o grupo do parlamentar e chegou a anunciar, inclusive, apoio à pré-candidatura do empresário Mauro Mendes (PSB) ao governo do Estado, numa clara tentativa de desestabilizar o acordo costurado por Abicalil com o PMDB e PR, do ex-governador Blairo Maggi - saiba mais aqui.

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

MAIS LIDAS