Após decisão de Silval, base volta a se reunir e debate nomes ao Senado

Jonathan Dourado

Francisco Faiad

Francisco Faiad

Três dias após o governador Silval Barbosa (PMDB) oficializar a sua permanência à frente do Palácio Paiaguás, a base governista (PMDB, PT, PR, PSD, Pros, PCdoB, PRB e PSC) se reúne hoje (17), às 19h, no hotel Odara, para debater o cenário. De acordo com o ex-secretário de Administração, Francisco Faiad, agora, chegou o momento de debater candidaturas ao Senado. “Com a permanência de Silval abre a possibilidade dos partidos indicarem nomes para o Senado, já que a preferência da base aliada era a nome do governador”, enfatiza.

Faiad explica que, apesar do nome do deputado federal Wellington Fagundes (PR) ser um dos mais consolidados, há outras opções como o presidente do PMDB, deputado federal Carlos Bezerra, e o juiz Julier Sebastião da Silva que, segundo o ex-secretário de Administração, deve se filiar ao PT. “O Julier me mostrou o interesse de se filiar ao PT e a segunda opção seria o PCdoB”. Neste caso, no entanto, Lúdio Cabral (PT) teria que abrir mão do projeto ao goverbo, afinal, é quase impossível o grupo aceitar duas candidaturas a majoritária do PT: Julier e Lúdio. O juiz tem 19 dias para definir o seu futuro político, já que pode deixar a magistratura até 5 de abril.

Governo

O grupo vai realizar encontros a cada 15 dias e esta será a quarta. A idéia é viabilizar o quanto antes uma pré-candidatura que contraponha a do senador Pedro Taques (PDT), que representa o bloco de oposição ao governo (PDT, PSDB, DEM, PSB, PV, PTB). Pela ala ligada a Silval, se articulam: Lúdio, JUlier, o vice-governador Chico Daltro (PSD) e o ex-prefeito de Água Boa Maurição Tonhá (PR). 

Com a desistência de Silval da disputa ao Senado, Faiad não descarta uma repetição da dobradinha PT e PMDB – que aconteceu na disputa pela Prefeitura de Cuiabá, quando Lúdio e ele disputaram os postos de prefeito e vice, respectivamente. Para Faiad é uma possibilidade muito forte, uma vez que o governo federal vai compor com a presidente Dilma Rousseff (PT) e o vice Michel Temer (PMDB). “Há grande possibilidade de acontecer”, ressalta. 

O peemedebista, no entanto, nega que pleiteia um cargo majoritário, uma vez que a sua intenção é a candidatura a deputado estadual. Faiad, contudo, ressalta que, se for preciso, poderá repetir a dobradinha com o petista. “Estou pronto para isso”, conclui. 

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

Muitos cuiabanos votam em Chapada

thelma de oliveira 400 curtinha   A ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), que em 2016 transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para Chapada dos Guimaráes, já está trabalhando nos bastidores o projeto de reeleição. E, agindo nos bastidores e de forma estratégica, ela conseguiu um...

Câmara cassará 4º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o quarto vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.