COMUNICAÇÃO

Após eleição, lideranças políticas de MT "somem" das mídias sociais

Mauro Mendes   As mídias sociais foram bastante exploradas pelos políticos durante a corrida eleitoral, mas alguns das principais "peças" das eleições deste ano mostram que estavam interessados apenas em ter maior pessoalidade com os internautas neste período. Assim, eles simplesmente desapareceram de ferramentas midiáticas, como o miniblog Twitter, por exemplo, que ajudou a disseminar muitas informações durante a escolha dos 24 novos deputados estaduais, 8 federais, 2 senadores e do governador do Estado. Entre os que concorreram ao Paiaguás, o mais "sumido" é o empresário Mauro Mendes (PSB), que perdeu a eleição para Silval Barbosa (PMDB).

   A última vez que ele fez contato com os "tuiteiros" foi em 2 de outubro, um dia antes da eleição no Estado. Na oportunidade, Mendes (@mauromendesmt) pediu o apoio da população nas urnas. "Quero aproveitar e pedir a todos vocês, amigos, o seu voto. Vamos juntos fazer um Mato Grosso Melhor Pra Você!!! Lembrem-se: Mauro Mendes 40!!!", afirmou o socialista. Silval, por sua vez, apareceu pela última vez no Twitter em 28 de outubro, quando mandou duas mensagens aos internautas.

  Na primeira falou sobre a batalha para obter o restabelecimento do abastecimento de gás na Bolívia e, na segunda, divulgou apenas um link sobre uma mensagem dele em favor da então candidata Dilma Rousseff (PT), eleita presidente do Brasil no último dia 31, quando ocorreu o 2º turno. O mais atuante na mídia social que mais cresce no Brasil, entre os que disputaram o Governo, é o tucano Wilson Santos. Ele ficou sumido por um período, mas no último dia 12 resolveu aparecer. "Estamos voltando moçada", afirmou o ex-prefeito de Cuiabá. Logo em seguida respondeu algumas perguntas.

   Apesar de alguns políticos terem deixado de lado o Twitter, outros como a senadora Serys Marly (PT), identificada por @serys, utilizam esse tipo de ferramenta para falar de seus projetos, tecer análises sobre algumas questões polêmicas e falar sobre o seu cotidiano. Nesta quarta (17), por exemplo, a petista indicou uma reportagem, falou sobre o preconceito contra homosexuais e divulgou o cartaz da 8ª Parada da Diversidade Sexual e da Cidadania LGBT de Cuiabá. Outro que se mantém antenado e sempre faz questão de tecer comentários via Twitter é o jornalista e ex-senador Antero Paes de Barros (PSDB).

  Por meio do nick @anteropaes ele elogiou nesta quarta, por exemplo, o projeto de lei do vereador por Várzea Grande Toninho do Glória, que pretende proibir sacolas plásticas em estabelecimentos comerciais. Também falou sobre as discussões do aumento do salário mínimo. "Comissão de orçamento aprova mínimo de R$ 540. Centrais sindicais pedem R$ 580. Menos do que (José) Serra propunha: R$ 600. Esses sindicalistas...", ironizou o tucano.

  Apesar de muitos políticos ainda não terem se acostumado a utilizar as mídias sociais, as eleições deste ano mostraram que essas ferramentas ganharam um espaço expressivo na corrida eleitoral e que possuem uma instantaneidade nunca vista para ajudar políticos a ganhar e perder votos. Assim, a tendência é que elas sejam cada vez mais aperfeiçoadas e que ganhem cada vez mais atenção das equipes de marketing dos políticos que disputam cargos eletivos.

Silvio provoca debandada no PTB-VG

silvio fidelis 400 curtinha   Silvio Fidélis (foto), afilhado político de Chico Galindo e que se tornou fiel escudeiro da prefeita várzea-grande Lucimar Campos, de cuja gestão é secretário de Educação, provocou debandada geral no PTB local. Inconformado com a decisão de Emanuelzinho de...

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.