Rumo às urnas

Bezerra diz que grupo de Taques age com o fígado e rasga elogios a Lúdio

.

carlos bezerra

Bezerra ressalta as qualidades de Lúdio Cabral, cotado para disputar o governo

O presidente estadual do PMDB e deputado federal Carlos Bezerra classificou como “violenta” a postura adotada pelo grupo do senador Pedro Taques (PDT) na corrida eleitoral pelo Palácio Paiaguás. Segundo ele, os oposicionistas fazem política com o fígado, por isso, a relação é de muito atrito. “Viu lá, o outro (Otaviano Pivetta) diz que Estado está podre. São muito violentos”, disparou Bezerra, em entrevista ao programa Folha Mix, da rádio Mix FM (94,3) desta quinta (30).

As declarações são uma referência ao encontro suprapartidário realizado pelo PDT em Barra do Garças – que reuniu PSB, PPS, PV, PSDB, PTB e Solidariedade – quando o prefeito de Lucas do Rio Verde Otaviano Pivetta (PDT) criticou a gestão peemedebista.

Embora não esconda o descontentamento com os ataques, Bezerra se mostra tranquilo e acredita que eles não vão desgastar a imagem da gestão silval Barbosa (PMDB). Pondera que os avanços no governo Silval são inegáveis, por isso, seu legado deve ser fundamental para viabilizar a eleição do próximo governador. Argumenta que Silval implementou, por exemplo, uma série de ações nas áreas social e de infraestrutura, melhorando também a qualidade da educação e saúde de Mato Grosso. “Quero um governador que faça a política que defendemos. Olhar ainda mais pela questão social e saúde que já melhorou com os hospitais de Várzea Grande e de Sinop , que descongestionou Cuiabá. Atendimento melhor em Rondonópolis, Cáceres, Colíder, Alta Floresta e, agora, tem que construir o de Porto Alegre do Norte".

Ao reforçar a necessidade de escolher um sucessor “ a altura”, Bezerra pontua que o grupo dos 7, que montou um fórum de debate com PP, PT, PMDB, PR, PSD Pros e PCdoB, precisa escolher o candidato que tenha o perfil mais adequado aos anseios da sociedade. “Vamos fazer uma pesquisa qualitativa para dizer qual é o que tem o melhor, para não errar”, reforça.

Ele cita como opções o ex-vereador por Cuiabá Lúdio Cabral (PT) e o vice-governador Chico Daltro (PSD), mas não escondeu a empolgação com o petista. Argumenta que o médico discute políticas públicas de A a Z, além de ser uma figura simpática. “A imagem dele se aproxima das pessoas rapidamente, muitas pessoas do fórum têm simpatia por ele”, revela.

Nos bastidores, a informação é de que tanta empolgação ocorre porque pesquisas internas estariam apontando, por enquanto, o petista como a opção mais viável. Além do mais, nos debates, os caciques – Bezerra e José Riva (PSD) - têm avaliado o fato de serem fortes no interior, mas enfrentarem dificuldades na Capital. Assim, nomes de Lúdio e Daltro acabam tendo mais força. Além do mais, principal adversário do grupo é o senador Pedro Taques que também tem base eleitoral na Baixada Cuiabana. 

Também estão cotados para o posto o ex-prefeito de Água Boa Maurição Tonha (PR), do suplente de senador Cidinho dos Santos (PR), do ruralista e primo de Blairo, Eraí Maggi (PP) e mais timidamente, do juiz federal Julier Sebastião – que pode se filiar ao PT ou PC do B.  “Ele tem conversado com PMDB e outros partidos, poderia ir a federal pelo PCdoB também, mas a pesquisa é que vai dar o perfil do nosso candidato. Temos que pensar na melhor opção para ganhar a eleição e governar bem”. Já em relação à definição do candidato a vice, há membros do grupo que defendem que seja alguém do agronegócio.

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

Binotti, a popularidade e a oposição

luiz binotti 400 curtinha   O grupo político do hoje vice-governador Otaviano Pivetta, que comandou Lucas do Rio Verde por mais de duas décadas, terá dificuldades para reconquistar o comando local no pleito deste ano. O pré-candidato Marino Franz, que foi vice de Pivetta e depois prefeito, será o...

Um mês no Senado e com um projeto

carlos favaro 400 curtinha   Em um mês como senador, Carlos Fávaro (foto), oficialmente com 12 assessores, por enquanto, fez dois pronunciamentos da tribuna, não atua na relatoria de nenhuma propositura e apresentou um projeto, justamente o que pede socorro financeiro a um dos setores do agronegócio, o algodoeiro. Na...

Desagregador luta pra retornar à Ager

fabio calmon 400   Fábio Calmon (foto), que foi adjunto da Sinfra no Governo Taques e depois nomeado presidente da Ager-MT, não desiste da Agência, mesmo sabendo que ali se tornou uma pessoa non grata por uma série de situações. Foi carimbado de incompetente, burocrata, arrogante e desagregador. O governador...

Oportunismo e na defesa de Bolsonaro

niuan ribeiro curtinha 400   Niuan Ribeiro (foto), presidente do Podemos em MT, agora virou defensor do Governo Bolsonaro. Eis o que o vice-prefeito de Cuiabá escreveu no Instagram, em postagem acompanhada de sua foto, sobre o conteúdo da reunião ministerial de 22 de abril que expôs várias faces do governo. "Apesar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.