ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Chica, Maksuês, Daltinho, Fabris e Vilma são reprovados nas urnas

Deputada Chica Nunes    Cinco deputados amargaram derrota à reeleição, sendo eles Adalto de Freitas, o Daltinho (PMDB), Maksuês Leite (PP), Chica Nunes e Gilmar Fabris (ambos do DEM) e Vilma Moreira (PSB). Único parlamentar que hoje representa a região do Araguaia, Daltinho, que teve 17.678 votos, ficou como quatro suplente da coligação PMDB-PT-PR, atrás de Ondanir Bortolini, o Nininho; de Emanuel Pinheiro e do petista Alexandre Cesar. Maksuês tentou o segundo mandato. Chegou a 13.810 votos e ficou longe da lista dos seis eleitos e/ou reeleitos do PP, que teve novamente  José Riva como "puxador" de votos. Vilma Moreira, que ganhou cadeira na Assembleia com a renúncia, em 2008, de Chico Galindo (PTB), hoje prefeito da Capital, obteve somente 8.158 votos. Ela já havia perdido para vereadora em Rondonópolis nas urnas de 2008.

    A ex-presidente da Câmara Municipal de Cuiabá e deputada Chica Nunes, que trocou o PSDB pelo DEM, também foi reprovada nas urnas. Conquistou somente 9.467 votos, muito longe dos 27.648 votos que ela obteve em 2006. Gilmar Fabris, com registro indeferido, nem teve os votos divulgados pelo TRE-MT. Mesmo que tenha alcançado votação suficiente para se reeleger, terá de vencer os obstáculos jurídicos para poder ser empossado. Por enquanto, está de fora.

    Dos 24 deputados, somente um não concorreu às eleições deste ano. Trata-se do peemedebista Antonio Brito, que virou titular no lugar de Zé do Pátio, hoje prefeito de Rondonópolis. Ságuas Moraes (PT) trocou o projeto de reeleição e obteve êxito na disputa à Câmara Federal. Otaviano Pivetta (PDT) perdeu como vice-governador da chapa de Mauro Mendes, assim como Dilceu Dal Bosco (DEM), companheiro de chapa de Wilson Santos, que ficou em terceiro na corrida ao Palácio Paiaguás.

Veja abaixo o resultado de quem teve as maiores votações para deputado estadual

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...