Eleições 2010

Evangelista já "joga a toalha"

   Após ter o mandato cassado sob a acusação de compra de votos no pleito de 2008, o ex-vereador por Cuiabá Ivan Evangelista (PPS) retirou sua candidatura à vaga de deputado estadual e decidiu apoiar o suplente de deputado e candidato à Assembleia Pedro Satélite (PPS). Ele revela que renunciou à disputa devido a falta de apoio pelo presidente estadual da sigla e também candidato a uma cadeira no parlamento estadual, Percival Muniz. O ex-parlamentar reclama ainda da falta de estrutura partidária e financeira. “Sou um político pobre. Não tenho condições de custear os gastos de uma campanha, por isso decidi apoiar o companheiro de partido".

   Evangelista conta que perdeu apoio dentro do partido porque defendia uma aliança com o candidato tucano ao Palácio Paiaguás Wilson Santos. A maioria dos membros da sigla, porém, fechou com o empresário Mauro Mendes (PSB). “ Muitas pessoas do partido eram favoráveis a apoiar Wilson e, de uma hora para outra, aderiram à campanha do Mauro. Fiquei sem entender”, reclama o socialista.

   Perguntado sobre quem ele está apoiando para o Governo, Evangelista diz que adotou uma postura neutra na disputa. “Eu não estou acompanhando a sigla e nem apoiando a campanha do Wilson. Meu partido está com Mauro Mendes, mas meu voto é secreto”.

   O ex-vereador, que teve a perda do mandato decretada em agosto pela juíza da 55ª Zona Eleitoral Ana Cristina Silva Mendes, após denúncia feita por uma estagiária da secretaria de Trânsito e Transportes Urbanos (SMTU) à Ouvidoria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) , acredita que no próximos 30 dias o caso seja julgado e ele volte à Câmara de Cuiabá. “Quero o meu mandato de volta, pois foi o povo que me deu. A Justiça está do meu lado, ainda mais agora que temos um TRE com pessoas imparciais".

 

 

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.